domingo, novembro 30, 2008

SOS Santa Catarina

Santa Catarina precisa da solidariedade de todos. As chuvas intensas e incessantes já mataram mais de 110 pessoas e deixaram dezenas de milhares de pessoas desabrigadas.

A exemplo do que costuma acontecer nesses momentos, diversas iniciativas têm arrecadado recursos para auxiliar as cidades da região. Os grupos de comunicação também promovem campanhas.

Hoje, às 15:30, o Grupo Bandeirantes integra suas emissoras de rádio e TV e, sob o comando de José Luiz Datena anuncia como as pessoas podem contribuir nas sedes de suas instalações em diversas cidades brasileiras.


Já a TV Cultura reúne grandes nomes da MPB show SOS Santa Catarina no Anhembi, em São Paulo.

Ed Motta, Chico César, Fabiana Cozza, Simoninha, Jairzinho Oliveira, Lecy Brandão, DJ Thayde, Inimigos da HP, Cláudio Zoli, Inezita Barroso, Yamandu Costa, César Menotti e Fabiano, turma do Cocoricó e apresentadores da emissora prestam apoio às vítimas das enchentes em Santa Catarina.

Para participar do show, basta levar uma garrafa de água mineral ou um cobertor. O estacionamento será gratuito.

O evento será transmitido ao vivo pela TV Cultura a partir das 20h e pela internet a partir das 18h.

Serviço:
Domingo, 30 de novembro a partir das 20h
Grande Auditório - Portão 34
Anhembi - São Paulo
Estacionamento gratuito
Os portões serão abertos a partir das 18h.

Exemplo de Solidariedade

Em maio de 1985, a campanha Nordeste Já reuniu centenas de artistas brasileiros em prol do Nordeste, que naquele período foi castigado por intensas chuvas.

Para arrecadar fundos e ajudar aos cerca de 800.000 pessoas desabrigadas, 155 músicos brasileiros gravaram o compacto "Nordeste Já". O disco com as músicas “Chega de Mágoa” e “Seca d’Água” foi vendido nas agências da Caixa Econômica Federal em todo o país.
''Nordeste Já'' foi uma iniciativa do Sindicato dos Músicos Profissionais do Município do Rio de Janeiro e reuniu os maiores nomes do canto e da música instrumental brasileira. Na verdade, não foi a primeira vez que artistas usaram a música como arma em prol de dias melhores. Um pouco antes da união brasileira, a bandeira do combate à miséria foi levantada por cantores e músicos americanos e ingleses reunidos nos projetos “Usa for Africa” e “Live Aid”.


Ouça aqui um boletim Radioescuta Peças Raras sobre a campanha Nordeste Já! e a música Chega de Mágoa.


A versão brasileira contou com o apoio de mais de 3.000 emissoras de rádio, que incluíram em sua programação o lado 1 do compacto, justamente a música “Chega de Mágoa”. Composta por Gilberto Gil, com letra dele e de outros onze compositores que participam do disco, como Chico Buarque e Milton Nascimento, no compacto a música vem assinada como “criação coletiva”. Entre os instrumentistas, destacam-se os pianos do saudoso Tom Jobim e de Wagner Tiso.
O lado 2 do compacto trazia “Seca d´Água”, que veio assinada no compacto como criação coletiva sobre poema de Patativa do Assaré. Em meio à união dos artistas brasileiros, não faltaram lances pitorescos. As cantoras Emilinha Borba e Marlene, arqui-rivais dos tempos da Rádio Nacional, encontraram-se pela primeira vez em muitos anos e riram de velhas rixas.


sexta-feira, novembro 28, 2008

Sistema Globo de Rádio "conquista" Vitória

Nesta segunda, dia 1 de dezembro, entra no ar mais uma emissora afiliada do sistema Globo Brasil.

A Rádio Globo Vitória irá transmitir em AM 1.250 KHz.

Ouça o recado José Carlos Araújo.

Na inauguração, a equipe da Globo - representada pelo "Garotinho" e Marcus Aurélio - transmite diretamente da capital capixaba.

Sofá Bandeirantes recebe Joelmir Beting

O quadro que recebe os grandes comunicadores da Rádio Bandeirantes dentro do jornal Acontece vai ao ar neste domingo, a partir das 22:45 h.

Depois de José Paulo de Andrade e de Salomão Ésper, chegou a vez do terceiro apresentador titular do Jornal Gente contar sua história de vida e sua relação com o rádio.

Ouça aqui um trecho da participação de Joelmir Beting.

A entrevista completa com o jornalista foi conduzida por Paulo Galvão que, nesta sexta, já preparou a próxima edição do Sofá Bandeirantes. Em primeira mão, por telefone, ele revelou que o pai do gol José Silvério é o destaque do programa que deverá ser levado ao ar daqui 2 semanas. Segundo Galvão, a entrevista rendeu 1 hora e meia de bate-papo.

Atualizado em 12.07.2011: Ouça aqui a edição do Sofá Bandeirantes com Joelmir Beting.

terça-feira, novembro 11, 2008

Salomão Ésper fala do rádio de ontem e de hoje

Como antecipamos aqui neste blog, Salomão Ésper (foto) foi o segundo convidado da série de entrevistas com os profissionais da casa no Sofá Bandeirantes. O quadro é apresentado aos domingos, por volta de 23 horas, dentro do Bandeirantes Acontece e tem a condução do jornalista Paulo Galvão.


Ouça o boletim Radioescuta Peças Raras que destaca um trecho da entrevista. Aqui Salomão faz um paralelo entre a força das emissoras dos anos 50, quando ingressou no meio, e o grande número de prefixos que disputam a audiência nos dias de hoje.

Contexto:
A partir da década de 1930, o rádio se torna o principal meio de comunicação brasileiro tanto para o público como para o mercado publicitário. Na década de 1940 e durante boa parte dos anos 50, a força desse meio de comunicação se torna ainda maior com a repercussão das cantoras do rádio, das radionovelas, programas jornalísticos como o Repórter Esso e transmissões esportivas.

Quando surge a TV, que no Brasil aproveitou grande parte das atrações e dos profissionais do rádio, foi preciso encontrar um novo rumo para sobreviver. A agilidade e a segmentação, além da mobilidade (que permite ao rádio estar em qualquer lugar a qualquer momento) deram novo fôlego à comunicação do meio.

Parecia que o rádio tinha reencontrado seu rumo. Eis que os sucessivos governos brasileiros - sobretudo o de Sarney com seu ministro das Comunicações Antonio Carlos Magalhães - passaram a distribuir concessões levando em consideração pura e simplesmente critérios políticos. Isto colocou emissoras em mãos de pessoas que não entendem nada de comunicação, o que saturou mercados e baixou o nível de profissionalismo do meio.

As saídas foram a formação de redes via satélite (o que trouxe novamente os grandes anunciantes e suas campanhas em nível nacional para o rádio) e a criação dos grandes conglomerados, como o Sistema Globo e o Grupo Bandeirantes.

Como fica claro na reflexão de Salomão Ésper, hoje, apesar da força do rádio, com a distribuição indiscriminada de freqüências, não se tem mais uma emissora forte em todo o território nacional. O curioso é que há casos em que emissoras do mesmo grupo acabam dividindo um mesmo segmento de mercado. Com isso, o rádio voltou a ser o principal meio de comunicação do nosso país, principalmente nas grandes metrópoles e seus congestionamentos intermináveis, mas a verba publicitária ainda não acompanhou esta retomada. É cada vez maior a tendência ao fortalecimento dos grandes grupos que são os que conhecem e trabalham melhor, na maioria das vezes, a linguagem radiofônica.

Ouça mais:
Edição completa do Sofá Bandeirantes com Salomão Ésper (site da Rádio Bandeirantes)



domingo, novembro 09, 2008

Paulo Galvão comanda série de reportagens sobre drogas

O jornalista Paulo Galvão antecipa um dos destaques desta semana na programação da Bandeirantes AM:
"Manter um relacionamento franco com os filhos, mas sem deixar de impor limites é a melhor forma de evitar que os jovens caiam no mundo das drogas. Esta e outras orientações constam de uma série de cinco reportagens que a Rádio Bandeirantes leva ao ar a partir desta segunda, dia 10 de novembro.
O jornalista Paulo Galvão visitou clínicas e comunidades de recuperação de dependentes e conversou com diversos profissionais ligados ao tema. Relatos de usuários revelam as conseqüências desastrosas acarretadas pelo uso contínuo. Especialistas apontam os caminhos a serem seguidos para o retorno à vida saudável. A série vai ao ar de segunda a sexta-feira a partir do Primeira Hora".

Ouça aqui o primeiro capítulo da série.


sexta-feira, novembro 07, 2008

Salomão Ésper no Sofá Bandeirantes; Ouça Paulo Galvão

O veterano locutor da Rádio Bandeirantes Salomão Ésper, que divide a apresentação do Jornal Gente com José Paulo de Andrade e Joelmir Beting, é o segundo entrevistado da série especial Sofá Bandeirantes. O primeiro foi o parceiro José Paulo de Andrade.

ATUALIZAÇÃO EM 12/07/2011: Ouça aqui a edição do Sofá Bandeirantes com Salomão Ésper.


No bate-papo, Ésper lembra de momentos que marcaram sua trajetória radiofônica.
A atração vai ao ar neste domingo, dia 9 de novembro, por volta de 23 horas, na Bandeirantes AM.
Na foto extraída do site do PPS, o trio títular do Jornal Gente. Da esquerda para a direita: Salomão, José Paulo e Joelmir.