terça-feira, junho 29, 2010

Conversor transforma fita cassete em MP3

Foi o professor Carlos Guimarães que me falou sobre este incrível produto. Eu custei a acreditar, mas aí está...

Em linhas gerais, agora é muito fácil e rápido converter suas antigas fitas-cassete em arquivos de MP3 ou WAV para rodar no iPod ou qualquer outro aparelho que reproduza áudio em formato digital.

The Cassette To MP3 Converter

This is the portable device that converts treasured audio cassettes into digital files for listening on an iPod or other MP3 player. Simply connect the converter to a computer via USB and insert a cassette. The included audio editing software quickly and easily downloads tracks and exports them in MP3 or WAV format. The compact unit also operates as a standard cassette recorder with all the expected functions (record, play, rewind, fast forward, pause, stop/eject) and works with most types of cassettes, even CrO2. It has an internal 2 1/2" speaker, and RCA input/output jacks to record and play through a home entertainment system or other auxiliary source. For Windows 7, Vista, XP and Mac. Includes RCA and USB cords. Plugs into AC. 3 1/4" H x 6" W x 9 3/4" L. (2 1/4 lbs.)

Confira como comprar aqui.

Rivalidade em Campo: Rubem Alves hoje na Folha

Apesar de o jornal impresso cada vez mais priorizar a forma em 3ª dimensão (3D) e o conteúdo em 2º plano, às vezes somos surpreendidos com textos deliciosos como o assinado por Rubem Alves, na Folha de hoje. Leia, a seguir, um trecho de "Sobre Vacas, Porcos e Bola". O conteúdo antecipa o próximo tema do Bermuda Folgada, quando trataremos da paixão pelo futebol por meio de narrações esportivas de rádios de alguns dos países que passaram às 4ªs de final da Copa.

"Contaram-me de um palmeirense roxo que odiava o Corinthians. Já velho, na cama, aguardava o apito do Grande Juiz que o expulsaria de campo. Chamou o filho e com voz trêmula lhe disse: "Estou morrendo. Quero que você faça a minha última vontade. Vá lá no Corinthians e inscreva-me como torcedor".

O filho achou que o velho já estava tendo alucinações. Argumentou. Mas o pai foi irredutível. O filho fez, então, a vontade do pai. Voltou com a carteirinha de torcedor do Corinthians. O velho, vendo o seu rosto na carteirinha, sorriu um sorriso angelical e disse: "Oh, a suprema alegria de ver mais um corintiano morrer..." Ditas essas palavras, entregou a alma."

Biblioteca Sonora com Tuta, da Jovem Pan


Biblioteca Sonora é o programa sobre livros e escritores levado ao ar semanalmente pela USP FM. Na edição do último sábado, dia 26 de junho, o destaque foi uma entrevista com o jornalista Antonio Augusto Amaral de Carvalho, o Tuta, da Jovem Pan, que tem sua trajetória como pioneiro do rádio e da TV narrada no livro Ninguém Faz Sucesso Sozinho: bastidores dos anos de douro da TV Record e da Rádio Jovem Pan, publicado pela Ed. Escrituras (saiba mais a respeito aqui).

Clique aqui e acompanhe a entrevista na íntegra.

No especial, Tuta comenta como transformou as transmissões do futebol da TV na década de 50, fala sobre a criação da Família Trapo, porque o incêndio do Joelma foi importante para a história da Jovem Pan e o que o leva a acreditar que o rádio nunca irá morrer.

segunda-feira, junho 28, 2010

"Hora" é do Brasil

Uma verdadeira seleção de personagens marca a chamada da Rádio Bandeirantes para a disputa entre Brasil e Chile. Beto Hora coloca em campo um time imbatível de imitações para preparar a área e deixar a disputa mais animada.

Acompanhe aqui o imitador do Na Geral dando voz a personagens como Dª Inês, Paulo Autuori, Milton Neves, Silvério, Pelé, Cid Moreira, Maria Bethânia e outros, em uma versão da música tema da Copa 2010.

Só esperamos que a animação desta chamada não seja atropelada pela falta de empolgação do time brasileiro em campo. Na partida contra Portugal, até a "voz do Brasil" na Copa, José Silvério, perdeu a vontade de narrar.

Confira os derradeiros momentos da partida na transmissão da Rádio Bandeirantes.

Na mesma partida, ainda no 1º tempo, o pai do gol havia pisado na jabulani. Digno do nosso quadro "É raro e humano".



quinta-feira, junho 24, 2010

Bermuda Folgada: o rádio como "áudio-ajuda"


Gikovate no comando de seu "Divã", ao vivo, no auditório da Livraria Cultura

Em paralelo ao que acontece no mercado editorial em que a auto-ajuda prevalece nas listas dos 10 mais vendidos, o clima de amizade e de consultório proporcionado por alguns programas de rádio pode ser chamado de “áudio-ajuda”.

Ouça no player abaixo a edição desta quinta, dia 24 de junho de 2010, do Bermuda Folgada.

(se quiser baixar este arquivo, clique aqui com o botão direito do mouse e escolha "salvar como")

Em horários alternativos, sobretudo no domingo a noite, programas se propõem a simplesmente dar voz ao ouvinte e a dialogar com ele.

Nesta edição, você relembra ou passa a conhecer o Talk Radio, apresentado por Arnaldo Sacomani, no início dos anos 90, na Rádio Bandeirantes FM de São Paulo; entra em sintonia com o atual A Gente Precisa Conversar, da Nativa FM e ouve um trecho e opiniões do público a respeito do No Divã do Gikovate, da CBN.

Ouça mais:
Clique aqui e acompanhe todas as edições que já foram ao ar do Bermuda Folgada

E você, tá pensando o que?
Responda no nosso Twitter

Mundo Monstro: Locutor comemora desclassificação da Grécia

Evento entrega Medalha e Diploma em memória de Hélio Ribeiro


Por Daniel Grecco

O radialista Hélio Ribeiro foi homenageado na última sexta-feira, dia 18 de junho, com o recebimento da Medalha Anchieta e do Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo (In Memorian). Estes prêmios são uma honraria dada àqueles que de alguma forma contribuíram intelectualmente para mudar a história da cultura social. A viúva de Hélio, Carla Magnoli, veio especialmente dos Estados Unidos para representar o comunicador, morto em outubro de 2000.

Ouça a entrevista de Daniel Grecco com Carla Magnoli.

A cerimônia aconteceu na Câmara dos Vereadores de São Paulo e contou com as presenças de autoridades políticas, advogados, amigos, colegas de trabalho e ouvintes contagiados pelo “Poder da Mensagem” de Hélio.

Acompanhe os depoimentos de profissionais e amigos do radialista.

Logo de início, o Hino Nacional Brasileiro foi interpretado pela cantora Jordana. Em seguida, a sessão foi aberta pelo vereador e incentivador da premiação, Chico Macena (PT).

Daniel Grecco entrevistou o vereador Chico Macena sobre o valor da homenagem.

Os participantes da mesa solene registraram seus agradecimentos e narraram passagens vividas com o radialista ao longo de suas trajetórias, sempre de forma peculiar. Em certos momentos, os oradores se emocionaram e arrancaram aplausos calorosos da plateia, que também pode ouvir a gravações em áudio narradas originalmente por Hélio Ribeiro em seus programas de rádio. O material foi disponibilizado pelo Memorial Hélio Ribeiro, cujo presidente, João Bortolin, também estava presente no local.

Após a entrega dos prêmios à viúva Carla Magnoli, o evento foi encerrado e na seqüência um coquetel de confraternização foi realizado.

quarta-feira, junho 23, 2010

Radioescuta Peças Raras: Radio Lions 2010


O boletim Radioescuta Peças Raras destaca os spots brasileiros premiados na categoria Radio Lions, do Festival internacional de Cannes.

Ouça abaixo a conversa entre Marcelo Abud e Edu Malavéia e os áudios dos comerciais que se destacaram na premiação.

(se o player não estiver visível, clique aqui)

Além da conquista inédita na categoria Rádio, o Brasil já alcançou a melhor participação da década (leia mais aqui).

terça-feira, junho 22, 2010

M&M: Brasil tem primeiro Ouro na história do Radio Lions



Conheça os brasileiros premiados na categoria Radio Lions. Clique sobre os respectivos nomes dos vencedores e tenha acesso aos áudios dos spots na versões originais e traduzidas.

A Lew'Lara\TBWA faz história no Festival de Cannes 2010. O spot Dial, criado para Cultura Inglesa, faturou o primeiro Ouro do Brasil em Radio Lions, categoria que é disputada em Cannes desde a edição de 2005.

A peça consiste na exibição no dial dos carros de um texto com a tradução para o português da música em inglês que estava sendo tocada. A ação contou com a participação da Radio Oi. Clique aqui e entenda melhor a ideia.

Além disso, o País receberá outros dois bronzes no Radio Lions 2010. Um para a campanha de dois spots ("Vamos lá, que música é essa" e "Eu não consigo lembrar a música") criada pela Ogilvy para Motorola, com produção da Satelite, e outro pelos dois spots ("Amigos" e "Casal" ) criados pela AlmapBBDO para Saveiro, da Volkswagen, com produção de A Voz do Brasil. Desta forma, todos os três trabalhos brasileiros incluídos no shortlist serão premiados.

O resultado foi anunciado oficialmente nesta terça-feira, 22.

COLABORAÇÃO:
Olá, Marcelo Abud.

Ouço o podcast há alguns meses e quero parabenizá-los pelo excelente trabalho. As peças que você "desenterra" me trazem ótimas lembranças.

Só gostaria de contribuir com uma informação sobre a tradução de músicas no dial do rádio: acredito que 100% dos rádios presentes em celulares são compatíveis com RDS. Portanto a penetração dessa ação é muito maior do que somente os auto-rádios. E eu sempre me perguntei por que tão poucas emissoras utilizam o sistema de forma útil. Algumas colocam o nome da música que está tocando, outras nem isso fazem. Será que os diretores das emissoras sabem que provavelmente têm um rádio com RDS no bolso?

Um abraço e sucesso!

Davi Dalben



Rádios-relógios de ontem e de hoje


Rádio-relógio com dock para iPod

Ao ler o interessantíssimo artigo Rádio-relógio: o primeiro aparelho digital, traduzido do The New York Times e publicado no caderno Link do Estadão de hoje, lembrei-me de uma rádio que não conheci, mas da qual já ouvi muito. No texto, o jornalista Damon Darlin fala da retomada da venda de rádios-relógios nos Estados Unidos a partir da introdução dos dock para iPod e iPhone.

Mas voltando a falar da frequência da qual lembrei...

Ela surgiu em meados da década de 1950 no Rio de Janeiro. Ao som de um ininterrupto tic-tac associado à hora certa informada minuto a minuto e a curiosidades que fariam inveja às do jornalista Marcelo Duarte, a emissora tinha a voz de Íris Littieri (a locutora do aeroporto do Galeão) pontuando cada momento.

Os ouvintes de outros carnavais já identificaram que estamos falando da Rádio Relógio Federal.

Relembre aqui dois momentos da programação da emissora extraídos do site Aimoré.org, que traz inúmeras vinhetas de rádios AM e FM:

Rádio Relógio Federal, Rio de Janeiro, 580 kHz, ZYJ 465

Rádio Relógio Federal, Rio de Janeiro, 580 kHz, ZYJ 465, Parte 2

Um belo texto publicado no Jornal O Rebate revisita detalhes do tradicional prefixo do AM carioca, que manteve suas características até o início dos anos 1990, quando foi vendida para o pasto R.R. Soares.

quarta-feira, junho 16, 2010

Bandeirantes denuncia: veto ao Morumbi tem conotação política


Presidente da Federação Paulista de Futebol diz que não há dinheiro para construir novo estádio em São Paulo para a Copa de 2014

Marco Pólo Del Nero se diz surpreso com veto ao Morumbi e ainda espera que o estádio cumpra as exigências da FIFA

São Paulo, 16 de junho de 2010 - Em entrevista exclusiva ao jornalista Milton Parron na Rádio Bandeirantes (AM 840 e FM 90,9), o presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Pólo Del Nero, diz que a entidade não tem dinheiro para bancar a construção de um novo estádio em São Paulo para a Copa do Mundo de 2014.

Ouvido no programa Ciranda da Cidade, o dirigente disse esperar que o São Paulo ainda consiga cumprir todas as exigências para que a FIFA aprove o Morumbi. Marco Pólo Del Nero, que está na África do Sul, afirmou também que está surpreso com o comunicado divulgado pela CBF excluindo o estádio do São Paulo do projeto da Copa do Mundo do Brasil.

José Carlos Brunoro, especialista em marketing esportivo, afirma que a decisão da FIFA e do Comitê Organizador Local de vetar o estádio do Morumbi para sediar os jogos da Copa 2014 é política. Também ouvido no "Ciranda da Cidade", Brunoro avalia que construir um novo estádio com 90 mil lugares seria o mesmo que erguer um elefante branco. Na opinião dele, São Paulo, Palmeiras, Corinthians e Santos deveriam dividir um mesmo espaço, desta forma haveria um grande fluxo de jogos o ano inteiro e a manutenção também seria mais viável.

A íntegra da entrevista pode ser ouvida no site da Rádio Bandeirantes: http://radiobandeirantes.com.br/notas.asp?ID=316259

segunda-feira, junho 14, 2010

CQC 100 - saiba antes o que você vai ver

O CQC - Custe o Que Custar - chega hoje à 100ª edição na tela da Band.

Agora a pouco, na BandNews FM, a responsável pela Comunicação da emissora, Eliane Leme, destacou o que vai ser visto por quem estiver de olho na tela neste dia 14 de junho.

Acompanhe no player abaixo os assuntos do CQC 100.


(se o player não estiver visível, clique aqui)

Rafael Cortez e Felipe Andreoli voltam a transmitir, ao vivo, direto da África. No programa de hoje, você vai ver uma entrevista/romance de Cortez com a colombiana Shakira. No CQTeste, Marco Luque coloca Romário na marca do pênalti.

Ainda em clima de Copa, Oscar Filho, em viagem pela Argentina, desliga uma TV bem no meio do jogo da nossa arqui-rival.

Outro quadro marca a edição especial desta noite. Segundo informações divulgadas ontem no Twitter do Tas, o repórter inexperiente volta com uma entrevista bombástica. É aguardar pra ver esse time imbatível dando um show de bola também na Copa do Mundo.

domingo, junho 13, 2010

Expomídia 2010 - UNIP Norte / Manhã


A Expomídia é um evento que acontece anualmente em todos os campi da UNIP - Universidade Paulista.

Para aproveitar o momento em que os alunos dos 2º e 3º semestres realizam uma pesquisa sobre diferentes mídias, com o objetivo de expor as principais qualidades e diferenciais de cada uma delas, o trabalho de Criação e Produção em Áudio girou em torno do tema.

Clique aqui e vá a um canal exclusivo em que você acompanha os programetes de rádio que resultaram do empenho de cada grupo.


sexta-feira, junho 11, 2010

Datena senta no Sofá Bandeirantes

Paulo Galvão, apresentador e produtor do Bandeirantes Acontece, programa levado ao ar nas noites de domingo da Bandeirantes (AM 840 / FM 90,9 ou www.radiobandeirantes.com.br), antecipa a próxima atração do Sofá Bandeirantes.

O entrevistado deste domingo, dia 13 de junho, a partir das 21:30 h., é José Luiz Datena, o novo apresentador do Manhã Bandeirates.

O Sofá Bandeirantes entrevista personalidades da equipe do Grupo Bandeirantes em um bate-papo recheado de histórias sobre a trajetória profissional e pessoal.

Por falar em Paulo Galvão...

Neste sábado, dia 12, das 10 às 14 h., no Ipê Clube, acontece a sessão de autógrafos do livro "O Bilhete Premiado".

O endereço é rua Ipê, 103, Ibirapuera.

"O Bilhete Premiado" é o primeiro romance escrito pelo radialista e tem sido muito bem recebido por crítica e público. Mais informações podem ser obtidas no site da editora Panda Books.


quarta-feira, junho 09, 2010

Mais talentos: em sintonia com a UNIP Norte

Seguindo na trilha dos jovens que estão cursando os 2º e 3º semestres de Propaganda e Marketing, confira a criação e produção de spots radiofônicos da turma da noite da UNIP Norte.

Ouça no player abaixo o resultado do trabalho.


(se o player não estiver visível ou quiser baixar este áudio, clique aqui)

Ao todo, são nove criativas peças desenvolvidas a partir da adaptação de anúncios de revista.

Vale conferir. Daqui vão sair mais alguns talentos para agências e clientes.



terça-feira, junho 08, 2010

Rádio UNIP Chácara 2010


Final de semestre é um festival de criatividade nas faculdades de Comunicação. A partir de hoje, vou publicar trabalhos de futuros talentos da Propaganda e do Marketing neste blog. São alunos que estão no começo do curso e tem como missão criar e produzir peças radiofônicas inteligentes e eficientes.

Confira no player abaixo um bloco de comerciais criados pela turma R/S de 2º e 3º semestres da UNIP, unidade Chácara Santo Antonio.

(se o player não estiver visível, clique aqui para ouvir. Caso queira baixar este arquivo, clique com o botão direito do mouse e escolha "salvar como")

Acompanhe também os trabalhos realizados pela turma P/Q, também de 2º e 3º semestres, da mesma unidade da UNIP.

(se o player não estiver visível, clique aqui para ouvir. Caso queira baixar este arquivo, clique com o botão direito do mouse e escolha "salvar como")


terça-feira, junho 01, 2010

Do Amor à Pátria - Vinicius de Moraes

Ao ler Ainda Algumas Lembranças, no blog do meu amigo poeta Reynaldo Bessa lembrei do texto Do amor à pátria, de Vinicius de Moraes. Ao ler até o fim, você vai entender porque o publico agora neste blog que tem o rádio como tema central.

Do amor à Pátria - Vinicius de Moraes

São doces os caminhos que levam de volta à pátria. Não à pátria amada de verdes mares bravios, a mirar em berço esplêndido o esplendor do Cruzeiro do Sul; mas a uma outra mais íntima, pacífica e habitual – uma cuja terra se comeu em criança, uma onde se foi menino ansioso por crescer, uma onde se cresceu em sofrimentos e esperança canções, amores e filhos ao sabor das estações.

Sim, são doces as rotas que reconduzem o homem à sua pátria, e tão mais doces quanto mais ele teve, viu e conheceu outras pátrias de outros homens. Assim eu, ausente pela segunda vez de uma ausência de muitos anos quando, dentro da noite a bordo, os dedos a revirar o dial do ondas-curtas, aguardava o primeiro balbucio de minha pátria como um pai à espera da primeira palavra do seu filho. O coração batia-me como batera um dia, à poesia sonhada, ou como uma outra vez, diante de uns olhos de mulher.

– O sr. tem certeza de que isso é mesmo um ondas-curtas?
O camareiro norueguês, grande e tranqüilo, limitou-se a sorrir misteriosamente. Depois, humano, inclinou-se sobre o aparelho, o ouvido atento, e pôs-se a tentar por sua vez. As ondas sonoras iam e vinham verrumando a minha angústia.
Onde estava ela, a minha pátria que não vinha falar comigo ali dentro do mar escuro?
E de repente foi uma voz que mal se distinguia, balbuciando bolhas de éter, mas pensei no meio delas distinguir um nome: o nome de Iracema. Não tinha certeza, mas pareceu-me ouvir o nome de Iracema entre os estertores espásmicos do aparelho receptor.

Deus do Céu! Seria mesmo o nome de Iracema?
Era sim, porque logo depois chegou a afirmar-se, mas quase imperceptível, como se pronunciado por um gnomo montado em minha orelha. Era o nome de Iracema, da Rádio Iracema, de Fortaleza, a emissora dos lábios de mel, que sai mar afora, enfrentando os espaços oceânicos varridos de vento para trazer a um homem saudoso o primeiro gosto de sua pátria.

Adorável prefixo noturno, nunca te esquecerei! Foste mais uma vez essa coisa primeira tão única como o primeiro amigo, a primeira namorada, o primeiro poema. E a ti eu direi: é possível que o padre Vieira esteja certo ao dizer que a ausência é, depois da morte, a maior causa da morte do amor. Mas não do amor à terra onde se cresceu e se plantou raízes, à terra a cuja imagem e semelhança se foi feito e onde um dia, num pequeno lote, se espera poder nunca mais esperar.

É raro e humano: Boechadas do dia

Infelizmente não gravei o início do jornal comandado por Ricardo Boechat hoje na BandNews. Megale imitou o mestre por meio de telepatia até que o titular realmente assumisse o microfone.

Mas consegui registrar dois momentos divertidos de Boechat levados ao ar agora a pouco. Primeiramente, o jornalista confundiu James Cameron com Oliver Stone ao comentar o problema enfrentado por este cineasta ontem com a falta de visto, que fez com que a entrevista coletiva na FAAP fosse cancelada. Na sequência, Boechat perde uma aposta ao comentar a possibilidade de Pelé entrar nos Estados Unidos sem visto, algo que - conforme correção feita em seguida - já aconteceu duas vezes.

Ouça no player abaixo as Boechadas desta manhã.


(se o player não estiver visível ou quiser baixar este áudio, clique aqui)

Pernambucanas resgata o "Quem bate? É o frio!"

Esta é uma contribuição do publicitário Rafael Tedesco, que foi enviada ao Twitter do Peças Raras. Ele ressalta a volta do jingle de inverno da década de 60 feito para as Casas Pernambucanas, que marcou época. A informação foi extraída do Meio & Mensagem Online:

"A campanha de inverno da rede de lojas Pernambucanas, com estreia prevista para meados de junho, fará o resgate do clássico jingle "Quem Bate? É o frio", composto por Heitor Carillo no início dos anos 60.

Inicialmente criada para o rádio, a peça chegou à televisão em 1962, em um filme de animação produzido pela Linxfilm, e colocou no imaginário de várias gerações os versos 'Não adianta bater/Eu não deixo você entrar/As Casas Pernambucanas/É que vão aquecer o meu lar'.

O tema volta ao ar pelas mãos da JWT, agência que passa a responder pela conta da rede varejista neste mês, após ter vencido a concorrência encerrada em fevereiro, cuja fase final envolveu também AlmapBBDO e Publicis. A conta estava anteriormente na Lew'Lara\TBWA.

A informação é da coluna Em Pauta, publicada na edição 1411 de Meio & Mensagem, que circula com data de 31 de Maio de 2010."

Relembre o clássico comercial de inverno da Pernambucanas:


Por Fernando Murad
M&M Online

Haisem Abaki assume direção de três rádios do interior paulista

O jornalista Haisem Abaki deixou a Rádio Bandeirantes de São Paulo e se mudou para a cidade de São José dos Campos, onde assumiu nesta segunda-feira (31/05) a direção das rádios Bandeirantes AM 1.120; Band Vale FM 102,9 MHz; e Stéreo Vale FM 103,9 MHz. As emissoras pertencem ao Grupo Bandeirantes de Comunicação.

Abaki informou que está se adaptando às novas emissoras e já organiza a nova programação da Rádio Bandeirantes. O jornalista confirmou que em junho voltará ao ar, apresentando o Jornal Gente, da região de São José dos Campos, ao lado de Cláudio Nicolini.

"Eu gosto mais do microfone do que de administração, em breve, até o fim de junho volto a ter um programa", relata Abaki, que até o inicio de maio apresentou o Manhã Bandeirantes, pela emissora da capital paulista.

Na Bandeirantes de São Paulo, Abaki chegou a chefiar as equipes de produção, edição e de reportagem.

Fonte: Comunique-se

Leia Mais:
- Haisem Abaki dá abertura à criatividade e à ironia na Rádio Bandeirantes (29 de dezembro de 2009)


Radiografia: Gislaine Góis

Gislaine Góis é cantora e apaixonada por rádio. O primeiro contato que fez com nosso blog foi em março, quando estava preparando um curso sobre jingles no projeto social Jingle Maker, organizado com apoio da prefeitura de Ponta Grossa, no Paraná, e de uma organização que atende a menores infratores.

Gislaine foi convidada porque também é intérprete de jingles, como você pode conferir ao clicar no player abaixo.


(se o player não estiver visível ou quiser baixar este áudio, clique aqui)

Neste demonstrativo, você acompanha duas vinhetas gravadas para a Rádio Mundi FM, uma composição para o Atacadão de Lingerie e outra para os Supermercados Degraf. Todas as peças foram gravadas para veiculação na região de Ponta Grossa. Detalhe: o jingle para os Supermercados Degraf foi gravado quando Gislaine tinha apenas 17 anos e ficou 12 anos sendo executado.

A cantora se revela "apaixonada por jingle desde criança" e afirma que vive "sempre cantarolando uns e outros."

Só nos resta aguardar novos jingles entoados pela marcante voz de Gislaine e, quem sabe, dos alunos que orientou no curso que teve 48 horas/aula.