quarta-feira, fevereiro 29, 2012

Deu no Tudo Rádio: Rádio Esportes estreia amanhã, dia 1º, em quatro capitais

Confirmado o nome que substituirá a atual Rede Verão (antiga Rede Oi FM). A partir de amanhã, 1º de março, as emissoras 94.1 FM de São Paulo, 94.1 FM de Belo Horizonte, 97.1 FM do Recife e 90.3 FM da Grande Porto Alegre executarão o nome fantasia “Rede Esportes”, conforme apurado com exclusividade pelo Tudo Rádio. Esse novo projeto de rádio em FM com programação esportiva é fruto de uma parceria selada entre o Grupo Bel, Grupo Bandeirantes de Comunicação e também das FMs envolvidas no projeto. O Rio de Janeiro também está incluso no planejamento.

A partir do dia 1º de março (nesta quinta), as FMs integrantes da “Rádio oficial do Verão” ou “Rede Verão” iniciarão a execução do nome fantasia “Rádio Esportes”, encerrando o período que a rede controlada pelo Grupo Bel executou desde o final da parceria com a empresa de telefonia Oi, fato que decretou o fim da Rede Oi. Nesse processo estão fora as rádios 94.1 FM de Campinas, 94.1 FM de Ribeirão Preto e 102.9 FM do Rio de Janeiro (futura Jovem Pan 2, inauguração prevista para 5 de março), estações que nos últimos anos participaram do projeto Oi FM e também executaram a programação “tampão” da “Rede Verão”.

O novo projeto de rádio totalmente voltada à uma programação esportiva também terá um patrocinador máster. A instituição bancária Bradesco é ventilada pelo mercado como provável patrocinadora, porém essa informação ainda não é confirmada pelas partes envolvidas, assim como será inclusa a marca do banco no nome fantasia da emissora em caso de acordo firmado. Informações extra-oficiais e outros veículos de imprensa informam que o Bradesco seria a marca ligada ao projeto que une o Grupo Bel e a Bandeirantes em São Paulo, Recife, Belo Horizonte e Porto Alegre.

Mesmo com a execução do nome fantasia “Rádio Esportes” a partir de março pela atual “Rede Verão”, o projeto artístico e jornalístico ainda está em fase inicial de montagem, tendo sua estréia oficial prevista ainda para o primeiro semestre desse ano, conforme o que apurou a reportagem do Tudo Rádio com a assessoria de imprensa do Grupo Bandeirantes. As praças que receberão o sinal da nova rede não foram confirmadas oficialmente pelas partes envolvidas, porém conforme o que apurou a redação do portal os mercados de São Paulo, Rio, Recife, Porto Alegre e Belo Horizonte estão inclusos no projeto.

No caso do Rio de Janeiro ainda não foi confirmada pelo Grupo Bandeirantes o tipo de negociação (se envolverá um novo parceiro e qual é a emissora pretendida), porém o que é dada como certa é a ausência do Grupo Bel nessa parte do projeto em território fluminense, além da saída da 102.9 FM da rede controlada durante a operação das redes Oi FM e Verão. Segundo apuração do Tudo Rádio, a emissora pretendida pelo projeto de Rádio Esportes é a 91.1 FM de Petrópolis, emissora que deve receber ajustes para alcançar toda a capital fluminense, sendo favorecida também pela altitude de seu município sede. Atualmente a 91.1 FM retransmite a grade da Rede Aleluia.

Em breve mais detalhes sobre a nova rede FM que envolve os grupos Bandeirantes e Bel.

(com informações do site Tudo Rádio)

sexta-feira, fevereiro 24, 2012

A Bossa sempre Nova de Nara Leão


Recebi do amigo e comunicador Valdemar Jorge (Dema) a informação de que a filha de Nara Leão criou um site com toda a discografia da mãe. A navegação é muito simples. Basta clicar na capa do CD e abre-se uma janela com as respectivas músicas daquele trabalho. O melhor é que todas podem ser ouvidas.

Outro detalhe: ao clicar no nome da música, aparece a letra.

Para ter acesso às pérolas de Nara Leão, o endereço é http://www.naraleao.com.br/index.php?p=discografia 

Como acabou nosso Carnaval, coincidentemente a primeira faixa do primeiro LP de Nara, na discografia, é "Marcha da Quarta-feira de Cinzas", de Carlos Lyra e Vinicius de Moraes:

Acabou nosso carnaval
ninguém houve cantar canções
Ninguém passa mais brincando Feliz
e nos corações saudades e cinzas foi o que restou
Pels ruas o que se vê
É uma gente que nem se vê
Que nem sorri, se beija e abraça
e sai caminhando,
Dançando e cantando cantigas de amor
E no entanto é
preciso cantar
mais que nunca e preciso cantar
É preciso cantar e alegrar a cidade.

A tristeza que a gente tem
Qualquer dia vai se acabar
Todos vai se acabar
Todos vão sorrir, voltou a esperança
E o povo contente da vida feliz a cantar
Por que são tantas coisas azuis
Há tão grades promessas de luz
Tanto amor para amar e que a gente nem sabe
Quem me dera viver pra ver
E brincar outros canavais
com a beleza dos velhos carnavais
Que marchas tão lindas
meu povo cantando seu canto de paz    


Mais Nara:
Outra excelente dica para quem gosta de boa música é a reestreia em São Paulo da peça Nara.

O musical, dirigido por Marcio Araújo, comemora os 70 anos da artista. A musa da Bossa Nova é interpretada por Fernanda Couto (foto abaixo) e apresenta uma singela e delicada trajetória de Nara.

A peça deve ficar em cartaz apenas até o dia 18 de março, no Teatro Jaraguá, centro de São Paulo, aos sábados e domingos. Veja todos os detalhes aqui.

Nara
Texto: Fernanda Couto e Márcio Araújo
Direção: Márcio Araújo
Direção musical Pedro Paulo Bogossian
Elenco: Fernanda Couto, Rodrigo Sanches, William Guedes e Guilherme Terra
Cenografia: Valdy Lopes
Design sonoro: Luciano Monson
Iluminação: André Boll
Figurino: Cássio Brasil
Direção de produção: Mamberti Produções
Produção executiva: Daniel Palmeira


Nara foi contemplado o Prêmio Contigo de Melhor Musical Nacional e obteve quatro outras indicações: Prêmio Shell (Melhor Música), Prêmio APCA (Melhor Atriz e Direção Musical) e Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro (Projeto Sonoro). Esta temporada foi viabilizada pela Lei Rouanet – PRONAC (Programa Nacional de Apoio à Cultura).


terça-feira, fevereiro 14, 2012

Tudo Rádio: MIT FM encerra suas transmissões em março

Realmente, a zero hora deste dia 06 de março de 2012, a Mit FM saiu do ar no dial. Em seu lugar, entrou - acredito que provisoriamente - a Iguatemi Prime. Havia expectativa de que o grupo Mundial, que é o dono da frequência 92,5 (que estava alugada para o projeto conduzido nos últimos anos pelo Grupo Bandeirantes de Rádio e Agência África para a montadora) ocupasse o espaço com a boa e velha Scalla, outra emissora que deixou órfãos e vive indo e vindo pelas ondas hertzianas.

Um detalhe: neste momento, 1 da manhã, a Mit ainda está sendo transmitida pelo site (experimente ouvir aqui).

Aproveito para sugerir uma sugestão para quem gosta de boa música e está sem opção. É parcial, pois faço parte do grupo que cuida da programação, mas sugiro que você ouça a radiozona Malaveia, em www.malaveia.com.br. A emissora é especializada em flashback, mas não deixa de lado uma ou outra música atual de qualidade. Confira. Se gostar, espalhe. Afinal, as ondas webhertzianas têm sido uma excelente alternativa aos que gostam de qualidade.


Acabo de ler no site Tudo Rádio que a Mit FM vai sair do ar agora em março. Depois da Oi FM, a Mit (Mitsubishi) seria a próxima emissora de rádio customizada a deixar o dial em São Paulo. A bem da verdade, essas emissoras são criadas para atender a uma necessidade momentânea para o fortalecimento da marca ou fidelização de clientes. A Sulamérica parece que terá vida longa, mas é de se lamentar que os projetos audaciosos e diferenciados da Oi e da Mit tenham durado pouco.

Curiosamente, a Mit vive seu melhor momento em audiência, qualidade de som e programação. A meu ver, ela estava até conquistando boa parte dos ouvintes da antiga 89 Rock.

Se para uma parcela do público-ouvinte está notícia soa triste, para outra parcela é auspiciosa. No lugar da Mit, há expectativa de que a Scalla FM volte a operar com som de qualidade em São Paulo.

Em tempo: a frequência ocupada atualmente pela Mit e gerenciada pelo Grupo Bandeirantes de Rádio há 4 anos, deve ser ocupada pela tradicional emissora de música orquestrada, já que os 92,5 MHz originalmente pertencem ao grupo Mundial, do qual a Scalla faz parte atualmente.

Se você ainda não teve oportunidade, vale conferir a programação qualificada da Mit FM em http://www.mitsubishifm.com.br/



segunda-feira, fevereiro 13, 2012

ONU comemora hoje o Dia Mundial do Rádio


A atriz Madeleine Carroll em gravação na Rádio ONU em 1954

13/02/2012 – Via Tudo Rádio

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, (Unesco), está comemorando neste 13 de fevereiro, o Dia Mundial do Rádio. A data foi escolhida para lembrar a criação da Rádio ONU, em 1946. Para celebrar o Dia, a Rádio ONU produziu vários programas especiais recordando os 66 anos de história.

Entre os programas que a emissora vai exibir, está uma gravação, de 1954, em que a atriz de Hollywood, Audrey Hepburn, e embaixadora da Boa Vontade do Unicef, fala sobre a luta de crianças carentes ao redor do mundo.

Além da atriz Audrey Hepburn, também participaram do programa, gravado nos estúdios da Rádio ONU, em Nova York, os atores Kirk Douglas, Deborah Kerr e Bing Crosby. Segundo a Unesco, o rádio atinge 95% de qualquer segmento da população mundial. Nos países em desenvolvimento, mais de 75% dos lares têm um aparelho de rádio.

A Rádio ONU divulgou ainda que uma pesquisa da agência revela que a audiência do rádio subiu para 500 mil pessoas a mais no segundo trimestre de 2010, se comparado ao mesmo período de 2009. Apesar dos canais de mídia social e disseminação da TV por internet, o rádio continua crescendo em penetração e importância. No leste da África, por exemplo, o número de rádios comunitárias que transmitem nas línguas locais está aumentando.

A Rádio ONU transmite programas e noticiários, diariamente, nas seis línguas oficiais da organização mais português e suaíle. Programas em mais cinco idiomas, incluindo hindi, urdu e indonésio são apresentados semanalmente.


Clique aqui e ouça uma reportagem especial sobre o primeiro Dia Mundial do Rádio.

sábado, fevereiro 11, 2012

Rádio SulAmérica Trânsito celebra 5 anos com estreia de talk show e caminhada no Ibirapuera


Do Blog Radioamantes

A Rádio SulAmérica Trânsito 92,1 FM (em São Paulo) comemora seu aniversário de 5 anos neste domingo (12) e, para celebrar, a emissora convida os ouvintes a participar de uma caminhada no Parque do Ibirapuera às 9h. A partir das 8h, os 200 primeiros participantes poderão retirar as camisetas e iniciar a concentração na lateral do Museu Afro, próximo ao Planetário, com distribuição de água e isotônicos.

Na segunda-feira, dia 13, a emissora leva ao ar a primeira edição do talk show “92 Por Hora”. Apresentado pela jornalista Daniele Gandolfi, o programa semanal será transmitido ao vivo, das 21h às 22h, e receberá dois convidados por edição. Na estreia, excepcionalmente, a atração terá duas horas de duração e contará com a participação de quatro convidados: o apresentador Marcelo Tas, o maestro João Carlos Martins, o cantor Wilson Simoninha e o produtor musical João Marcelo Bôscolli.

“Não vamos convidar especialistas em trânsito. Receberemos atores, escritores, músicos e esportistas para contar histórias. Os ouvintes não ficarão sem as informações das ruas e rodovias, mas eles vão se divertir mais”, afirma Felipe Bueno, diretor de jornalismo da Rádio SulAmérica Trânsito. Os ouvintes podem participar do programa enviando sugestões e perguntas para o e-mail radiosulamericatransito@band.com.br ou por SMS para o número 72262 com a palavra RUA.

Uma realização do Grupo Bandeirantes de Comunicação em parceria com a SulAmérica Seguros, a Rádio SulAmérica Trânsito tornou-se referência na prestação de serviço aos moradores da Grande São Paulo em sua luta diária contra os congestionamentos. Seu objetivo está refletido no slogan que ilustra a campanha da emissora: “Rádio SulAmérica Trânsito 92,1 FM. Ajudando você a enfrentar o trânsito de São Paulo.”

Os ouvintes da emissora formam uma grande comunidade focada em trocar informações para melhorar o trânsito. A rádio recebe diariamente mais de 2 mil mensagens de texto para o número 72262, além de cerca de 4 mil ligações para o Portal de Voz (11 9554-5555) e 1.500 mensagens para o e-mail radiosulamericatransito@band.com.br. A emissora também possui um perfil no Twitter (@RSTnoAr) com mais de 24 mil seguidores.

(Fonte: Rodney Brocanelli)




segunda-feira, fevereiro 06, 2012

Ronaldo Batista: voz das Historinhas da Disney

Para quem trabalha com locução ou dublagem, a voz de Ronaldo Batista (apesar de ser mais comum encontrar o nome grafado como Baptista, no selo do vinil que tenho está sem o p) é uma referência.
O locutor, que também teve passagens marcantes no rádio, faleceu aos 78 anos no último dia 15 de janeiro (veja aqui).

Quando criança, tive ao menos três vinis com as famosas Historinhas da Disney. Neles, Ronaldo Batista conduzia a história, que contava com músicas e o áudio original das animações do estúdio.

Fazendo uma busca em minha desorganizada, porém valiosa, discoteca particular, encontrei o disco com a história de Bernardo e Bianca, que pode ser conferida neste link.




O áudio é de 1978. Ao lado, imagem da capa do vinil extraída de anúncio na internet.

quarta-feira, fevereiro 01, 2012

José Paulo de Andrade: 49 anos de Rádio Bandeirantes

Foto: André Rizzatto

Entrevista que fiz com Zé Paulo de Andrade na Pinacoteca, em 6 de maio de 2011, quando a Rádio Bandeirantes completou 74 anos.
Acabo de ouvir Silvania Alves anunciar no Pulo do Gato que José Paulo de Andrade completa hoje 48 anos de Rádio Bandeirantes. Hoje também é o dia que o comunicador volta de férias e reassume os microfones da emissora, às 8 da manhã.

Em homenagem àquele que recentemente foi considerado, em pesquisa da Revista Veja, "a cara de São Paulo", ouça aqui uma edição especial que fiz em 2008, quando Zé Paulo estava no comando do tradicional O Pulo do Gato.

José Paulo de Andrade entrou na Bandeirantes em 1963. Na época, fez parte do scratch do rádio, como é conhecida a equipe esportiva da emissora. Na casa, já foi locutor, repórter de campo, diretor de jornalismo e apresentador. Atualmente, ele pode ser ouvido entre 8 e 10 da manhã, no Jornal Gente, ao lado de Salomão Ésper, Joelmir Beting e Rafael Colombo.

Ouça também o Exame de Consciência que gravei com o jornalista, em 6 de maio do ano passado.