sábado, novembro 29, 2014

Criador de Chaves morre aos 85 anos. Reveja homenagem do SBT


2 anos sem Joelmir Beting

Foto de Beto Hora revela Joelmir Beting com anotações para
o boletim As 3 Faces da Moeda, escrito em um papel de laboratório,
no qual havia feito exame antes de chegar à Rádio Bandeirantes

Na madrugada de 29 de novembro de 2012, durante a jornada esportiva da Rádio Bandeirantes, Mauro Beting anunciava a morte do pai. 

No "Você é Curioso?" do dia 1º de dezembro daquele ano, foi ao ar uma justa homenagem a Joelmir Beting. Entre os destaques, o quadro que produzo, Interferência, traz o lado bem humorado do saudoso comentarista e apresentador. Acompanhe no player abaixo:


 
Se o player não estiver visível, clique aqui.

No áudio, você se diverte com uma paródia ao texto primoroso de Joelmir e seus tradicionais trocadilhos, levada ao ar pela equipe do Show de Rádio no Jornal do Riso, em 1985; e também com passagens hilárias narradas no Na Geral, em participação especial do comentarista em 10 de novembro de 2009.


Ouça mais:
Acompanhe o post que publicamos anteriormente, com entrevistas de Joelmir ao jornalista Paulo Galvão, no Sofá Bandeirantes e a Milton Neves no Terceiro Tempo; emocione-se também com a leitura da carta escrita por Mauro Beting ao vivo, na Rádio Bandeirantes, ao saber do passamento do pai.

Aqui, mais Interferência no "Você é Curioso?". Ouça as participações anteriores.

sexta-feira, novembro 28, 2014

Claudio Zaidan é o entrevistado do Sofá Bandeirantes neste domingo


Neste domingo, 30 de novembro, a partir das 21h20, Claudio Zaidan é o convidado do Sofá Bandeirantes, que vai ao ar no programa Bandeirantes Acontece, sob comando de Paulo Galvão .

A atração traz, todo domingo à noite, entrevistas sobre diversos assuntos de interesse geral, com enfoque nas áreas de comportamento, saúde e prestação de serviços.
Sempre que a edição é mais longa (dependendo da jornada esportiva), o Bandeirantes Acontece também apresenta o quadro Sofá Bandeirantes, com entrevistas de personalidades da equipe da emissora, em um bate-papo recheado de histórias sobre a trajetória profissional e pessoal.

A Rádio Bandeirantes pode ser ouvida pelo site www.radiobandeirantes.com.br 

Ouça a chamada para a entrevista no player abaixo. Se não estiver visível, clique aqui para ouvir.


Na conversa que vai ao neste domingo, Zaidan conta, por exemplo, que certa vez, ao pegar um táxi até a emissora do Morumbi, o motorista – ao ouvir a voz dele – o confundiu com “aquele cara que faz imitações”, Beto Hora. Ouça aqui a imitação de Zaidan, por Beto Hora, com direito à réplica do próprio jornalista.

quinta-feira, novembro 27, 2014

Ouça o livro: baixe os podcasts com as obras da FUVEST

Imagem extraída do blog Vivendo Ciências

Neste fim de semana, centenas de milhares de pessoas prestam a 1ª fase da FUVEST. Para relembrar aspectos importantes de cada autor e obra da lista de livros solicitada aos vestibulandos, abaixo links que você pode baixar e ouvir com esses conteúdos. Clique com o botão da esquerda do mouse para ouvir aqui mesmo ou com o da direita para “salvar como” e baixar os podcasts.













Esta série de áudios foi produzida por mim para o NET Educação.

terça-feira, novembro 25, 2014

Papo de Músico memorável: Toninho Spessoto e Zé Rodrix

Zé Rodrix e Toninho Spessoto no dia da gravação do Papo de músico

Se estivesse vivo, neste dia 25 de novembro, Zé Rodrix completaria 67 anos. O músico integrou o trio Sá, Rodrix & Guarabyra e os grupos Momento 4uatro e Joelho de Porco. Como publicitário, destacou-se pela criação de clássicos como Silêncio de um Chevrolet, Marisa e Fininvest.


No player, você relembra a passagem do Papo de Músico, programa que era levado ao ar pela Rádio USP FM, produzido e apresentado pelo saudoso jornalista Toninho Spessoto. Esta foi a última entrevista concedida por Zé Rodrix, duas semanas antes de sua morte em 22 de maio de 2009.


Se o player não estiver visível, clique aqui para ouvir. 

Ouça mais:
Acompanhe a Radiografia em homenagem a Zé Rodrix com as várias facetas do artista

sábado, novembro 22, 2014

Plantão Peças Raras: Lélio Teixeira sai do Na Geral e do armário

Lélio (palhaço carequinha), eu, Zé Paulo e Beto Hora. Na foto, cada um está olhando para um lado,
pois eram muitos fotógrafos registrando este momento único

Os ouvintes da Rádio Bandeirantes que sintonizam diariamente o programa Na Geral, às 18 h, ficaram consternados ontem com a notícia de que Lélio deixou a bancada do programa. O motivo é de que o “Rapaz-seio” quer ser mãe e já teria, inclusive, implantado seios para tal finalidade. Rumores nos corredores da emissora ligam o fato de Marcelo Tas também ter programado a saída da bancada de outro programa do grupo (o CQC) com a possibilidade de que os dois carequinhas estejam vivendo uma love story. Mas isto ainda não está confirmando. Dona Inês está no encalço de ambos.

Para quem não está entendendo nada, aqui está a edição do Na Geral desta sexta, 21 de novembro de 2014, em que Zé Paulo da Glória e Beto Hora recebem personalidades da política, do futebol e da própria emissora, que deixam mensagens comoventes de despedida a Lélio Teixeira. Entre eles, Lula, Pelé, Zaidan, Muricy, o diretor da emissora Carbone, José Silvério e muitos outros expoentes do rádio, do esporte e do mundo. Ouça abaixo.



Para proteger o amigo, Zé Paulo e Beto Hora usaram a desculpa de que Lélio teria saído do programa e do armário por não aguentar mais ter de defender o time de coração, Santos.

Mais detalhes no Que Fim Levou de Milton Neves, que também passou pelo microfone da Bandeirantes para dar o adeus a Lélio.

quarta-feira, novembro 05, 2014

Marcelo Tas vai deixar bancada do CQC em 2015; Band quer reeditar Ernesto Varela, o repórter

Colagem enviada por Carolina Bernardes à Rede do Tas
No início desta semana, começou a circular a possibilidade de que o líder do CQC deixaria a bancada do programa. Na segunda à noite, a notícia adquiriu tom de boato, já que Marcelo Tas comandou o programa na tela da Band.

Não demorou, no entanto, para que o comunicador admitisse ter acertado a saída do Custe o Que Custar no ano que vem. Tas publicou em seu blog um comunicado de agradecimento e despedida.




A boa notícia em toda essa história é a de que a Band pretende renovar o contrato com o apresentador e, mais do que isso, trazer de volta à TV o polêmico e incômodo repórter Ernesto Varela. Aliás, na entrevista ao NET Educação, Tas revela que no próximo ano todas as entrevistas que fez como Varela estarão finalmente disponíveis na web. 

O Grupo Bandeirantes bem que poderia incluir no novo projeto a participação de Ernesto Varela em uma de suas rádios. Aliás, Marcelo Tas já teve uma passagem como âncora da Bandnews. Que tal se ele assumisse o microfone dessa moderna emissora jornalística e desempenhasse uma performance como a que teve na antiga 89 FM, como você pode conferir nas entrevistas com Gil Gomes e Lombardi, que reproduzimos nesse blog em anos anteriores?






SONYCAST: o primeiro podcast a gente nunca esquece


Há 9 anos nasceu a produtora de áudio Peças Raras com a proposta de se dedicar à criação, produção e finalização de comerciais de rádio, programetes, projetos customizados para empresas e à elaboração de podcasts.
Naquele momento, pouco se conhecia desta nova mídia. Bem, na verdade, ainda hoje o podcast não é assimilado por todos. Muitos ouvem programas de rádio em formato mp3 pela web e não identificam tratar-se desta linguagem.
Foi neste cenário que, em novembro de 2005, desenvolvemos nossa primeira experiência no gênero: o Sonycast.

Ouça o pioneiro Sonycast, que apresentava as novidades dos canais Sony para a temporada 2005/2006. Se o player não estiver visível, clique aqui.

O termo podcast foi criado pelo ex-VJ da MTV norte-americana Adam Curry e é a junção de broadcast e iPod (transmissão para iPod). A idéia do também surfista foi a de criar um conteúdo exclusivo para aquele aparelho que começava a virar uma febre nos Estados Unidos. Geralmente o podcast utiliza-se de linguagem radiofônica na forma e, depois de editado, o áudio é disponibilizado na internet para que possa ser baixado ou assinado, via RSS.
Um episódio pode ser ouvido diretamente no computador ou baixado para qualquer aparelho de MP3. Aliás, recentemente, os concorrentes da Apple tentaram disassociar o termo do iPod dando um novo sentido à siglha POD (personal-on-demand).
O Sonycast foi um dos primeiros testes dessa nova linguagem no Brasil e teve como proposta apresentar as novidades da programação dos canais Sony, Animax e AXN, além de informar sobre promoções desses canais.



terça-feira, novembro 04, 2014

Jô homenageia filho e fala sobre rádio que Rafael mantinha em casa

Rafael Soares com o comunicador
Roberto Canazio (crédito: Rádio Globo)

A abertura do Programa do Jô, da Rede Globo, do dia 3 de novembro, foi dedicada ao filho que era autista e morreu aos 50 anos de idade.
O apresentador se emociona ao citar a maior paixão de Rafa: o rádio. “Tinha ouvido absoluto. Por isso, tocou piano, adorava música, mas sua grande paixão era o rádio. Tinha sua própria emissora em casa, cujo alcance eram as pessoas que o visitavam.”

Clique na imagem e assista à homenagem.

Jô Soares também revela que o filho tinha o comunicador Roberto Canazio como um grande amigo. Clique aqui eacompanhe uma participação de Rafael Soares no programa da Rádio Globo, em2011.  


domingo, novembro 02, 2014

Interferência: uma nova versão para A Guerra dos Mundos, de Orson Welles

Elenco desse Interferência
(da esquerda para a direita) Sérgio Miranda, Marcelo Abud,
Silvania Alves, Marcelo Duarte e Warde Marx
(a montagem da foto é de Antonio Mier)
Em 30 de outubro de 1938, a partir das 8 da noite, uma transmissão de rádio leva pânico aos Estados Unidos. No então horário nobre do rádio, em Nova Iorque, entra no ar mais um Teatro Mercury.

O programa semanal era transmitido pela CBS para uma pequena audiência. Isto até aquela véspera de Dia das Bruxas, quando o jovem diretor Orson Welles adapta para o radioteatro o romance A Guerra dos Mundos.
Ouça no player nossa Interferência neste episódio que mudou a comunicação em todo o mundo. 


A escolha da linguagem jornalística para narrar a chegada de marcianos que usavam um raio mortífero causa tumulto. Quem pegou o episódio começado, pensou que era uma reportagem e imediatamente ligou para familiares e amigos. Logo milhões de ouvintes estavam com seus aparelhos sintonizados na CBS.

Ao rever esse episódio, a Revista Cinelândia, há 50 anos, assim descreve o que se deu naquela noite:
“O pânico começou. Carros corriam a 120 nas estradas, telefones tocavam sem parar, famílias inteiras deixavam suas casas... mobilizou-se a milícia de Nova Jérsei. Do outro lado dos Estados Unidos, em São Francisco, voluntários se apresentavam para defender o país, mulheres e crianças se refugiavam nas igrejas... houve quem se atirasse em um rio de Nova Iorque, ao ouvir que os marcianos desciam a 5ª Avenida.”

Assista ao vídeo com os bastidores do quadro. 



Elenco ensaia antes do programa
Clique aqui e acompanhe todos os episódios do Interferência, desde 2011