sábado, junho 28, 2008

50 anos da Copa de 58: Bandeirantes x Jovem Pan

Neste domingo, dia 29 de junho de 2008, faz 50 anos que o Brasil conquistou seu primeiro título mundial no futebol.
Em 1958, a televisão ainda não tinha condições técnicas de transmitir os jogos ao vivo. Era em torno do rádio que o país parava para acompanhar e imaginar cada lance da partida. De acordo com o jornalista Alberto Helena Jr., em artigo publicado pelo Jornal Bom Dia, as imagens chegavam só mais tarde: "Um, dois dias, depois, via-se o jogo – ou melhor, partes dele –, pela TV ou no cinema."
Há 50 anos, a Bandeirantes e a Panamericana (Jovem Pan) já se destacavam como emissoras dos esportes. No centro de São Paulo, o povo se reunia para acompanhar em uma tela luzinhas que procuravam reproduzir o movimento dos jogadores e da bola, de acordo com a narração da Rádio Bandeirantes. Alberto Helena Jr. esteve presente a algumas destas transmissões e conta que "como São Paulo não podia parar, a Bandeirantes instalou placares eletrônicos no Vale do Anhangabaú e na Praça da Sé, para que o paulistano apressado diminuísse o passo e soltasse a imaginação do que estava se desenrolando lá na fria Suécia." A tela buscava seguir passo a passo a narração dos lances, nas vozes de Pedro Luiz e Edson Leite (que aparecem na foto histórica extraída do site do Milton Neves, ao lado de Fiori Gigliotti).
Para comemorar a data, confira trechos de LPs especiais produzidos pela Bandeirantes e pela Jovem Pan, contando a história dessa conquista.
Clique aqui para ouvir a história do jogo final no especial da Bandeirantes, contada pelo locutor Darcy Reis.
Clique aqui para ouvir a mesma história, desta vez contada pelo saudoso Estevam Sangirardi (que futuramente comandaria seu incrível Show de Rádio), com narrações de Geraldo José de Almeida e Waldir Amaral.
Depois de ouvir as narrações da Copa pela Bandeirantes e pela Jovem Pan, vote na nossa enquete (ao lado) e escolha qual a equipe de rádio campeã daquela copa na sua opinião.

terça-feira, junho 24, 2008

Detalhes de Odayr Baptista



Clique na imagem e ouça a versão de Detalhes, de Roberto Carlos.
Nesta interpretação de Odayr Baptista, a música é cantada em Português... de Portugal.
Divirta-se

terça-feira, junho 10, 2008

Gafes que viraram notícia

Em 14 de julho de 2006, o podcast Peças Raras apresentou um episódio intitulado "Pisadas na Bola do Rádio ao Vivo", com gafes cometidas por jogadores de futebol em entrevistas e por profissionais do radioesportivo, entre eles, Milton Neves. O material havia chegado num daqueles e-mais que circulam entre amigos e pode ser ouvido ao clicar no microfone.
Acabo de receber outra mensagem no mesmo estilo e da mesma fonte (meu amigo Dema, o Valdemar Jorge Filho). Confira hilariantes gafes jornalísticas, desta vez extraídas de telejornais.
video
Fiquei curioso para saber qual a fonte dessas gafes do jornalismo e, ao buscar no Google, encontrei um blog especializado no assunto: http://www.quejornalismoeesse.blogger.com.br/
Em breve, uma nova edição de gafes. 

segunda-feira, junho 09, 2008

Camanducaia - parte 7

Clique na Igreja do Largo da Matriz de Camanducaia e curta o sétimo episódio da Rádio Camanducaia.
Enquanto você aguarda a publicação da terceira parte da entrevista com Odayr Baptista, criador desta peça rara, no início da semana que vem no www.pecasraras.podcast1.com.br, ouça mais uma edição da emissora que fala para a cidade e cochicha para o interior.
Para fechar a série especial com Odayr Baptista e sua incrível Rádio Camanducaia, ouça um mix de dois momentos dessa emissora nos anos 90.
Aproveitando a proximidade dos 100 anos da imigração japonesa, acompanhe uma edição especial da Rádio Cotia. Divirta-se também com o comercial do Regime de Rubinho Barrichello.Aliás, outros reclames inteligentes podem ser acompanhados no site www.radiocamanducaia.com.br

domingo, junho 08, 2008

Camanducaia 6

Clique no logotipo da Camanducaia e ouça mais uma edição da emissora que fala para a cidade e cochicha para o interior.
Para dar seqüência à série de episódios da Rádio Camanducaia, em comemoração ao 2 anos do podcast Peças Raras, fique com mais uma edição do final dos anos 90, quando o Show de Rádio teve uma curta passagem pela Bandeirantes AM, já sem o saudoso Estevam Sangirardi no comando.
O áudio que você confere aqui foi gravado por Sidney Corrêa.
Confira também a entrevista exclusiva de Odayr Baptista, o idealizador da Camanducaia, em www.pecasraras.podcast1.com.br
Ouça mais Camanducaia em www.radiocamanducaia.com.br

sexta-feira, junho 06, 2008

Camanducaia 4

Mais uma da série especial que destaca a criação de Odayr Baptista. "Em seu rádio receptor, ouça a emissora Difusora de Camanducaia. Transmitindo quase em Ondas Médias, falando para a cidade e cochichando para o interior, diretamente do Largo da Matriz, 54 - sobrado amarelho.
Camanducaia: nada a ver, tudo a ouvir."
Acompanhe também a entrevista com Odayr Baptista em www.pecasraras.podcast1.com.br

quinta-feira, junho 05, 2008

Show de Rádio Camanducaia - episódio 3

Clique na figura ao lado e ouça mais um show de criatividade de Odayr Baptista e de interpretação da equipe de Sangirardi no antigo Show de Rádio, quando era transmitido pela Jovem Pan, nos anos 70.
Esta série conta com a colaboração de Sidney Corrêa.
Ouça também: a entrevista com Odayr Baptista, criador da Camanducaia, em http://www.pecasraras.podcast1.com.br/

quarta-feira, junho 04, 2008

Rádio Camanducaia na Bandeirantes - década de 90

Clique no rádio ao lado e sintonize mais uma edição da Rádio Camanducaia em comemoração aos dois anos do podcast Peças Raras. O responsável pela gravação é o Sidney Corrêa.

Ouça mais:

- a entrevista de Odayr Baptista está também no http://www.pecasraras.podcast1.com.br/

- conecte a Rádio Camanducaia: http://www.radiocamanducaia.com.br/

terça-feira, junho 03, 2008

Rádio Camanducaia na JP - década de 70

Clique no logotipo da Rádio Camanducaia (ao lado) e Ouça Odayr Baptista comandando um dos quadros de maior audiência do antigo Show de Rádio. O áudio é do final da década de 70, quando o programa era apresentado na Jovem Pan AM. A gravação foi feita por Sidney Corrêa, que integra a equipe do Memorial Hélio Ribeiro (http://www.helioribeiro.com.br/)