quarta-feira, dezembro 30, 2009

Leva o som da Band leva

Mais um tema marcante de fim de ano. Desta vez, com a colaboração de Edu Malavéia, que conta o seguinte:

Em fins de 83 ou 84, a dupla de autores de grandes sucessos da época, Sulivan e Massadas, compôs um tema de fim de ano para a Bandeirantes FM (atual Band). Na versão original, a interpretação era do próprio Michael Sulivan. O sucesso foi tanto que as emissoras concorrentes começaram a receber ligações de ouvintes solicitando a música.

Foi então que Tim Maia foi convocado para regravar o tema, com pequenas alterações. A nova versão virou um tremendo sucesso.

A música em questão ficou conhecida como "Leva" e no refrão diz: "Leva, meu som contigo, leva"


Ouça aqui como ficou a gravação com Tim Maia que até hoje é bastante executada, como nesta gravação feita na Nova Brasil FM.(se o player não estiver visível ou quiser baixar o áudio, clique aqui)

Esperamos que em 2010 você continue a levar o som de nossas peças raras e da Malaveiaweb sempre contigo.

terça-feira, dezembro 29, 2009

Haisem Abaki dá abertura à criatividade e ironia no Manhã Bandeirantes

O rádio é o meio mais instantâneo na transmissão de notícias e na prestação de serviços. Desde as primeiras horas da manhã, muitos programam seu dia de acordo com o que ouvem em sua emissora preferida.

Até as 10 da manhã, as notícias e análises se sucedem em ritmo frenético nas emissoras especializadas em jornalismo. A partir desse horário, a programação adquire ares menos sisudos, por meio de um conteúdo mais voltado a "Variedades" e cultura.

Assim como acontece na Eldorado, na Jovem Pan, na CBN e na Band News, a Bandeirantes AM dedica esta faixa horária a conversas com especialistas, entrevistas com artistas e - claro - à cobertura dos principais fatos do dia.

O Manhã Bandeirantes tradicionalmente se destaca pela sua abertura diferenciada, em que é feita uma crônica sobre acontecimentos cotidianos. Desde a época em que era ancorado pelo jornalista José Nello Marques (atualmente na Rádio Record), este é um espaço diferenciado da programação.

Ouça aqui a abertura do Manhã Bandeirantes de 31 de julho de 2006.
(se o player não estiver visível, clique aqui)



Até pouco tempo, depois da saída de José Nello Marques, sentia falta deste tipo de abertura. Mas, desde o ano passado, Haisem Abaki(foto) imprimiu seu estilo na programação da emissora. Os textos do novo âncora traduzem com ironia e muita criatividade os principais acontecemintos do dia ou, como no caso que você acompanha abaixo, do ano.


Ouça a abertura da retrospectiva 2009, apresentada nesse domingo, dia 27 de dezembro, às 18 horas. A narração é de Haisem Abaki. (se o player não estiver visível ou quiser baixar este áudio, clique aqui)

Ouça mais:

Em 28 de agosto deste ano, a abertura do Manhã Bandeirantes fez uma analogia entre bichos e políticos, em uma espécie de atualização do clássico A Revolução dos Bichos, de George Orwell.
(se o player não estiver visível ou quiser baixar o áudio, clique aqui)

É raro e humano...
Ao escrever esta postagem, visitei o site da rádio Bandeirantes e descobri que no link destinado ao Comercial da emissora o Manhã Bandeirantes continua a ser anunciado como tendo José Nello Marques no comando. Veja o texto extraído de http://radiobandeirantes.com.br/comercial/planos.asp:

"O programa ancorado pelo jornalista José Nello Marques, das 10h às 11h30 apresenta matérias especiais, defesa do consumidor e debates sobre temas polêmicos com artistas, especialistas e personalidades, com a mobilização de toda a estrutura jornalística da Rádio Bandeirantes."


Leia também:
O blog do Haisem apresenta as crônicas em forma de texto.

Assim era Muíbo

No início de maio de 2007, a Rádio Bandeirantes completou 70 anos no ar. Para marcar a data, o Domingo Esportivo, sob o comando de Milton Neves, recebeu os integrantes da equipe da emissora em um estúdio avançado montado no Parque do Ibirapuera.

O mote da programação especial foram os causos contados por personalidades de peso do rádio, como Salomão Ésper e Muíbo César Cury.

Desse momento, clique aqui e acompanhe uma divertida passagem.

O áudio que relembramos aqui demonstra bem a personalidade brincalhona e sempre bem humorada do radialista Muíbo, que deixa saudade pela honestidade e versatilidade com que honrou os 57 anos que se manteve na Bandeirantes.


sábado, dezembro 26, 2009

Morre Muíbo César Cury, da Bandeirantes AM

>foto extraída so site da Rádio Bandeirantes


A Rádio Bandeirantes de São Paulo noticiou por volta de 12:30 h. a morte de seu mais antigo profissional do microfone.

Muíbo César Cury faleceu nesta manhã de sábado.

A emissora, que pode ser ouvida aqui ,está prestando uma grande homenagem com a reapresentação do Sofá Bandeirantes, apresentado por Paulo Galvão. Logo mais, será apresentada também uma edição especial do programa Memória, comandado por Milton Parron, levada ao ar originalmente em 2004.

Muíbo trabalhou por 57 anos na Bandeirantes AM.


Ouça aqui informações na voz de Haisem Abaki

Atualização:
O velório do locutor e dublador será logo mais, neste sábado, às 20 horas, no Cemitério da Lapa. O enterro, no mesmo local, está previsto para as 11 da manhã deste domingo.

O Memória especial com Muíbo César Cury será apresentado hoje, entre 22 e 24 horas, com reprise na madrugada, entre 5 e 7 da manhã, quando será reapresentada a última edição do Arquivo Musical do último dia 13.

Ouça mais:


Acima a edição do Jornal de Sábado, comandado por Haisem abaki, que foi quase totalmente dedicado ao radialista.
(se o player não estiver visível ou quiser baixar este áudio, clique aqui)

Ouça aqui a edição do Sofá Bandeirantes diretamente do site da emissora.

Veja galeria de fotos no site da Bandeirantes AM


quinta-feira, dezembro 24, 2009

Estreia do Lucas na Malaveiaweb


Acompanhe o boletim Radioescuta Peças Raras transmitido ao vivo nesta manhã de quinta pela Malaveiaweb, emissora que pode ser ouvida diretamente neste blog.


Ouça aqui a estreia do Lucas no rádio.

(se o player não estiver visível ou quiser baixar o arquivo, clique aqui)


Tem a participação espontânea do meu filho Lucas, de apenas 2 anos e 8 meses. Você acompanha ainda a mensagem de fim de ano da Rádio Bandeirantes de São Paulo e, em seguida, a paródia feita pela Família Na Geral, comandada pelas imitações do incrível Beto Hora.

segunda-feira, dezembro 21, 2009

Parada da Disney ou do trânsito: ouça editorial da Sulamérica

Quem "vive" o trânsito de São Paulo, seja de carro, moto, transporte público ou como for (se é que se vai a algum lugar), sente-se um pateta diariamente.

Nem no final de semana a situação fica mais animadora. Aliás, boa parte de quem se animou e pensou em ir à Parada Disney, neste domingo, na Zona Norte, acabou enfrentando a outra parada, nada inédita, a parada do trânsito da cidade.

Pior para quem estava no caminho e nem havia se programado para acompanhar o desfile de Mickey e sua turma.

O tema, como não podia deixar de ser, foi recorrente nesta manhã de segunda nas rádios paulistanas. Destaco aqui o editorial da rádio que tenta ajudar o ouvinte a enfrentar o trânsito de São Paulo



Ouça a opinião da Sulamérica Trânsito sobre a Parada Disney
(se o player não estiver visível ou quiser baixar este áudio, clique aqui)


Com boas sacadas como essa, ao fazer eco aos pensamentos de muitos moradores da cidade, a rádio Sulamérica está "fadada" a adotar novo slogan: "crescendo, junto com o trânsito de São Paulo"

terça-feira, dezembro 15, 2009

Sofá Bandeirantes recebe Joelmir e Beto Hora

Neste domingo, 20 de dezembro, o Sofá Bandeirantes reprisa mais duas entrevistas que foram ao ar em 2009.


Ouça a chamada feita no Jornal em Três Tempos agora a pouco
(se o player não estiver visível, clique aqui)

Beto Hora e Joelmir Betting terão as entrevistas reprisadas durante o Bandeirantes Acontece. A de Joelmir tem início às 20:50 h.; e a de Beto Hora, 22:25 h.

Ouça as outras entrevistas realizadas por Paulo Galvão no site da Rádio Bandeirantes.

Audiência e atenção para Boechat

Duas das características que marcam o rádio a partir do final dos anos 60 e com mais ênfase nos anos 70 são a mobilidade e a autonomia. As tecnologias que possibilitaram que o rádio diminuísse de tamanho e caminhassem livremente com as pessoas por todos os cantos foram o transistor e o uso de pilhas.

Desde então, os especialistas - humildemente, coloco-me nesta categoria - costumam dizer que essas possibilidades foram responsáveis pela retomada da audiência do rádio, depois de uma forte crise que surgiu com a ascenção da TV a partir de 1955.

Hoje, isto é ainda mais evidente. Com o aumento do trânsito, cresce na mesma proporção a audiência de emissoras de rádio nos carros parados nos congestionamentos.

Se por um lado, a audiência do rádio é avassaladora pela manhã e até o início da noite, por outro, a atenção ao que é transmitido diminuiu em relação ao período em que o aparelho ficava posicionado em um local central da sala de estar. Agora, quase todos ouvem rádio exercendo alguma outra atividade, o que divide a atenção entre o que é dito e o que se faz.

A regra é chamar atenção do ouvinte a todo momento com vinhetas, muita criatividade e - sobretudo - com conteúdo e autenticidade. Para mim, isto ficou evidente com o que ouvi pela manhã na BandNews FM, enquanto estava lançando notas dos meus alunos no computador.


Ouça o comentário de Boechat que abriu o jornal das 7 da manhã de hoje e, em seguida, as observações feitas por ouvintes atentos.
(se o player não estiver visível, clique aqui)


Ao ouvir o exemplo, para mim, fica reforçada a ideia de que conteúdo e forma são as maiores aliadas do rádio moderno, ao lado da mobilidade e da autonomia.

Como diria o Boechat, "toca o barco".

quarta-feira, dezembro 02, 2009

Lombardi, do SBT, é encontrado morto, aos 69 anos

Ed Viggiani - 7.mai.2000/Folha Imagem
Talvez a voz mais conhecida do Brasil, a de Lombardi, calou-se nesta manhã. O locutor foi encontrado morto, aos 69 anos de idade, nesta quarta-feira (2), em Santo André, cidade do ABC paulista.

As causas ainda são desconhecidas. Segundo informação do irmão Reinaldo, em entrevista à TV Record, quando a empregada da casa foi chamá-lo para que se levantasse, percebeu que estava morto.

Lombardi trabalhou por mais de quatro décadas com o dono do SBT, Silvio Santos.

Via Twitter:
midiaclipping @pecasraras Ouça tb o Lombardi na ABC FM em caráter experimental. http://migre.me/d59D. Ah, mto boa a entrevista na 89! Não tinha ouvido! =)

Leia mais:
Notícia no site eBand

Rádio Globo chega aos 65 anos



Ao clicar no banner acima, você tem acesso ao hot site em comemoração aos 65 anos da Rádio Globo, com direito a áudios, fotos e vídeos, como o comercial de TV da nova campanha, que você confere abaixo.



A Rádio Globo nasceu a 2 de dezembro de 1944, em tempos de aflição, desesperança e horror causados pela Segunda Guerra Mundial que estava em curso. Talvez isso explique o caminho da paz trilhado pela emissora. Ao longo desses 65 anos, completados nesta quarta, a Rádio Globo empunhou a arma do bem comum, criou trincheiras na prestação de serviço, invadiu o território amigo dos ouvintes com informação e entretenimento, venceu – e sempre vencerá – a batalha por um mundo melhor.

Para uma emissora que se preocupa com o próximo, nada melhor do que comemorar a data em grande estilo. No dia 12 de dezembro, um dos símbolos do Rio, o Maracanãzinho, será palco de um momento inesquecível – a festa de aniversário da Rádio Globo. São 65 anos bem vividos. E os presentes serão todos para aqueles que são a própria razão de existir da emissora: os ouvintes. Um evento com forte apelo emocional e com um pano de fundo social intenso.

Numa só manhã de sábado, das 9h às 12h, fortes emoções: com a presença dos principais comunicadores da Rádio Globo, o padre Marcelo Rossi apresentará ao vivo o programa Momento de Fé. Em seguida, apresentam-se atrações musicais* como Alcione, Kleiton e Kledir, Exaltasamba e Pixote. A festa terá ainda a participação do coral natalino Canarinhos de Petrópolis e do grupo circense Upleon. O ingresso do evento será dois quilos de alimentos não-perecíveis, que serão distribuídos para ONGs do Rio de Janeiro.

Aniversário de 65 anos da Rádio Globo, dia 12 de dezembro, no Maracanãzinho. Um evento para quem faz da amizade com os ouvintes a sua relação mais importante. Bota Amizade Nisso!

* Programação sujeita a alterações.

Fonte: site da Rádio Globo

Lançamento: Livro aborda o rádio no Estado Novo



O livro Integração Nacional pelas Ondas - O Rádio no Estado Novo será lançado no Canto da Madalena, em São Paulo, nesta quinta, dia 3 de dezembro, a partir das 19 horas.


Ouça o convite feito pelo autor do livro.
(se o player não estiver visível, clique aqui)

Escrita originalmente como tese de mestrado pelo historiador Fernando Limongeli Gurgueira, a obra aborda a ascensão do rádio comercial no Brasil, na Era Vargas (de 1930 a 1945). Neste período, entre outros fatos relevantes para a radiodifusão, o então presidente da República autorizou a veiculação de propaganda no meio, criou a "Hora do Brasil", encampou a Rádio Nacional e desenvolveu um projeto de integração nacional tendo o rádio como principal difusor de suas ideias a toda a população do país e até de parte do mundo, pelas ondas curtas.

Se por um lado, Vargas usa o rádio para levar seus discursos inclusive aos mais pobres(ouça aqui o pronunciamento feito em 9/11/1940, em comemoração aos 10 anos de governo*), já que - ao contrário da mídia impressa - agora até os analfabetos podiam tomar contato com eles, por outro, o político investe para transformar a Rádio Nacional na mais forte do país. Muitos chegaram a temer pelo futuro daquela emissora no final dos anos 30, mas de fato ela acabou por se beneficiar com a contratação dos principais artistas da música, das artes e da comunicação daqueles tempos.

Para saber mais sobre essa história, anote na agenda: o lançamento do livro Integração Nacional pelas Ondas - O Rádio no Estado Novo é nesta quinta, dia 3 de dezembro, no Bar Canto da Madalena, que fica à Rua Medeiros de Albuquerque, 471 - na Vila Madalena. O telefone para outras informações é 11 - 38136814.



Sobre o autor
Fernando Limongeli Gurgueira é Bacharel e Licenciado em História pela Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da USP, é Mestre em História Social pela mesma Universidade. Foi professor de História no ensino médio, também lecionou História do Rádio e Comunicação de Massa e Indústria Cultural no Centro de Comunicação e Artes do SENAC. Desde de 1995 é professor Adjunto da Faculdade de Administração da Fundação Armando Alvares Penteado (disciplinas: História das idéias políticas, Sociologia II e Metodologia Científica) e Coordenador do Trabalho de Conclusão de Curso na mesma Faculdade.

* o discurso de Getúlio Vargas é uma colaboração do pesquisador Talvane Lukato.

terça-feira, dezembro 01, 2009

Moacyr Franco no "Você é Curioso?"

No último sábado fui surpreendido por uma emocionante edição do programa Você é Curioso?, da Rádio Bandeirantes.

Marcelo Duarte e Silvania Alves receberam no estúdio o showman Moacyr Franco.


Acompanhe aqui a reportagem especial realizada para a edição especial do programa.
(se o player não estiver visível ou quiser baixar este áudio, clique aqui)

O artista foi um dos marcos da minha infância. Lembro-me da admiração que minha mãe e tias sempre alimentaram sobretudo pela porção de intérprete de Moacir. Eu, quando criança, gostava muito dele por me fazer rir e emocionar com a mesma facilidade. Influenciado por minha mãe, eu julgava ser ele o melhor apresentador de programas de auditório da TV.


No destaque, Moacyr e a esposa Daniela Franco
em foto extraída do site Revista Residenciais.




 Ao ouvir a entrevista conduzida pelos incríveis e curiosos apresentadores das manhãs de sábado da Bandeirantes, fui totalmente envolvido pela conversa.

Acima, você ouve um trecho que selecionei e que me tocou profundamente. É provável que isto tenha acontecido por eu ter um filho pequeno e valorizar deveras o papel da família na atual conjuntura da minha vida.

Ouça mais:
Acompanhe aqui um emocinante Rádio Encontro com Moacyr Franco, um especial de meia hora em que o comunicador e cantor traça seu próprio perfil. O áudio é de 1989.

(atualizado em 15 de julho de 2011)


segunda-feira, novembro 30, 2009

Washington Olivetto lança livro com supostos clássicos do Corinthians

Nesta segunda, dia 30 de novembro, Washington Olivetto participa de noite de autógrafos na livraria Cultura do Conjunto Nacional (na Av. Paulista, em SP), a partir das 19 horas.

O publicitário lança seu mais recente livro: "Corinthians x Outros, Os melhores nossos contra os menos ruins deles".


Ouça aqui spot gravado da programação da Mitsubishi FM e, em seguida, a participação de Marcelo Duarte que comenta o livro no quadro "É São Paulo que não acaba mais", da BandNews FM.
(se o player não estiver visível ou quiser baixar o áudio, clique aqui)

O spot de rádio que divulga a obra, editada pela Leya, tem produção da YB. O prelúdio tocado é o "Bagatela" (Op.33 número 1) de Ludwig van Beethoven. A locução é de Alfredo Alves, da Rádio Cultura.

A campanha de divulgação criada pela W/ conta também com o cartaz abaixo:



Crédito: a ficha técnica e a imagem foram extraídas do site do Clube da Criação de São Paulo


sábado, novembro 28, 2009

Bandnews no G4: artistas declamam hinos dos times

A Bandnews FM colocou no ar ontem a noite uma homenagem aos times que estão no G4 do Brasileirão.


Ouça aqui alguns dos principais nomes do Grupo Bandeirantes de rádio e televisão declamando os hinos de seus respectivos times de futebol.
(se o player não estiver visível ou quiser baixar este áudio, clique aqui)

O hino do São Paulo é entoado pelas vozes do âncora Megali e o convidado Nasi, do Ira!; O do Flamengo vem com Boechat e Ruy Castro; Os palmeirenses são homenageados por Joelmir e Mauro Betting e pelo apresentador Otávio Mesquita; Os colorados são exaltados por Renata Fan e Felipe Vieira, âncora da emissora em Porto Alegre.

Ideias campeãs como essas colocam - a meu ver - a Bandnews FM no G4 quando o assunto é rádio. Aliás, pesquisas apontam que a maior parte dos ouvintes costuma alternar entre 4 emissoras. Para mim, a Bandnews faz parte desta lista.

quinta-feira, novembro 26, 2009

Radioescuta Peças Raras: a velha e boa música brasileira nos anos 70




O boletim Radioescuta Peças Raras de hoje pegou uma carona nos anos 70 para divertir e polemizar.


Ouça o boletim desta quinta, dia 26 de novembro.
(se o player não estiver visível ou quiser baixar este áudio, clique aqui)

Primeiramente, lembramos as famosas paródias que marcaram o Show de Rádio de Estevam Sangirardi na Jovem Pan, em 1977, com direito a comentários do então integrante da equipe mais criativa e divertida dos últimos anos, Odayr Baptista (o criador da Rádio Camanducaia). No áudio, o "Rancharia de Ouro" satiriza o programa da Vênus Platinada com imitações de Nelson Motta, Chico Buarque e Caetano Veloso.

Na mesma trilha desses incríveis anos 70, em que Boni levou para a Globo os grandes nomes da música que despontaram pouco antes nos festivais da Record, comentamos o contrato de exclusividade entre a emissora líder e o Rei Roberto Carlos.

Em destaque, um divertido comentário entoado por Ricardo Boechat esta manhã na Bandnews FM, com direito a canto de sereia e tudo.

Divirta-se e comente o que pensa sobre esses assuntos.

Ouça mais:
Acompanhe a Radiografia completa de Odayr Baptista. A entrevista exclusiva rendeu um papo delicioso veiculado em nosso blog originalmente em maio de 2008. Conheça a história do radialista antes, durante e depois da Rádio Camanducaia.

- Um Show de Rádio com Odayr Baptista (antes da Camanducaia)

- Em Sintonia com a Rádio Camanducaia

- Odayr Baptista: Nos dias de hoje

Visite o site da Rádio Camanducaia. Basta clicar na figura abaixo:






quarta-feira, novembro 25, 2009

Peças Raras no Difusora Social Clube


Logo mais, às 11 da noite, vai ao ar pela Nova Difusora AM 1540, entrevista que concedi ao programa Difusora Social Clube.

O assunto são as nossas peças raras radiofônicas.


Acompanhe trecho da última entrevista concedida por Zé Rodrix, que foi conduzida por Toninho Spessoto pela USP FM. O trabalho do saudoso parceiro de Sá & Guarabyra é um dos assuntos do bate-papo desta noite.
(se o player não estiver visível ou quiser baixar este áudio, clique aqui)

O Difusora Social Clube aborda temas como: cinema, música, teatro, a história cultural do Brasil e do mundo.

O programa conta com aparticipação de convidados ao vivo ou em matérias produzidas.
A emissora de Osasco também abre espaço para personalidades que vivem ou nasceram na cidade.

Confira a entrevista hoje, às 11 da noite, em AM 1540 ou pelo site da emissora.

quinta-feira, novembro 19, 2009

Radiografia: Eli Corrêa - Parte 2

Clique aqui e confira a entrevista exclusiva com Eli Corrêa.



Neste trecho, ele opina sobre a atual situação do rádio AM; comenta as mudanças de rumo do FM desde a experiência pioneira da Rádio X, no início dos anos 90, da qual fez parte.

O comunicador revela também como tenta transformar a propaganda em um conteúdo natural dentro da programação, a fim de evitar que o público mude de estação nesse momento de extrema importância para a emissora;

O contato com o público jovem, a partir de estudos feitos por estudantes universitários, é valorizado na conversa como uma maneira de se entender um estilo de comunicação com a qual alguns não costumam ter contato;

Eli Corrêa revela qual o momento que não sai de sua lembrança nesses 40 anos de trajetória. Ele comenta como foi levar ao ar uma das primeiras entrevistas com um soro positivo.

Ainda nesta edição, o público conhece as referências radiofônicas da meninice e da juventude. Hélio Ribeiro foi quem mais o inspirou pelo jeito diferenciado de transmitir o “poder da mensagem”.

Ouça mais:
- áudios de Eli Corrêa no site da Capital AM



quarta-feira, novembro 11, 2009

UNIBAN "Na Geral"

Na edição do programa Na Geral de ontem, Joelmir Beting emprestou sua voz para transmitir uma sátira à proposta das palestras educativas promovidas pela UNIBAN como solução para o caso Geisy.


Ouça os destaques do ciclo de palestras.
(se o player não abrir, clique aqui)

Entre as palestras anunciadas por Beting, estão:
- Eduardo Suplicy: Como se vestir no ambiente acadêmico;
- Gretchen: Faturando com minissaia;
- Clark Kent: Usando a roupa certa na hora certa;
- Fernando Meireles: Como produzir um vídeo para YouTube;
- Luiz Inácio Lula da Silva: Como se evadir do estabelecimento de ensino sem ser notado;
- Dunga: Enfrentando a multidão com classe;
- Lula novamente: Turismo sem mistério.

Na participação especial do jornalista durante o programa de humor e futebol da Rádio Bandeirantes, duas histórias engraçadíssimas também são relatadas: uma em que Joelmir lança o então pequenino Mauro Beting para o ar na comemoração de um gol e outra em que o economista engole um ponto de ouvido.

sexta-feira, novembro 06, 2009

Reminiscências Radiofônicas, por Eli Corrêa

Ainda em clima de comemoração do Dia do Radialista, que, desde 2006, ficou decretado como sendo 7 de novembro, em virtude da data de nascimento de Ari Barroso, confira um trecho da segunda parte da entrevista exclusiva que fizemos com Eli Corrêa.


Ouça algumas da influências de Eli Corrêa, na voz do próprio "Homem sorriso do rádio"
(se o player não estiver visível ou quiser baixar este arquivo, clique aqui)

O trecho que você acompanha aqui faz parte da continuação da entrevista com Eli Corrêa, que será publicada neste mês de novembro no blog e no podcast Peças Raras.

Eli comenta como a vinheta da Rádio Nacional do Rio de Janeiro marcou seus tempos de meninice e cita Hélio Ribeiro como uma grande influência no período em que já era radialista. Em função disto, você ouve também o texto Meu Nome é Rádio, escrito e interpretado pelo saudoso Hélio.


Leia:
- Meu Nome é Rádio, no site do Memorial Hélio Ribeiro

quinta-feira, novembro 05, 2009

A Metamorfose Ambulante que é Lula

A edição desta manhã de quinta-feira do boletim Radioescuta Peças Raras, veiculado pela Malaveiaweb, traz detalhes do lançamento do primeiro livro de Marcelo Tas.

Ouça o boletim que traz a palavra de Tas e o lado Metamorfose Ambulante do "presida".
(se o player não estiver visível, clique aqui)

Em Nunca antes na história deste país, o autor reúne frases de Lula que se tornaram célebres e tece comentários críticos e bem-humorados sobre as mesmas.

No bate-papo com Edu Malavéia confira um trecho da entrevista concedida por Tas ao programa "Você é Curioso?", da Rádio Bandeirantes, e também uma versão de Metamorfose Ambulante do Raulzito que inclui a sugestão de Lula para que Obama implante o SUS nos EUA e resolva os problemas da saúde que tem sido enfrentados por lá.

Em destaque, "Metamorfose AmbuLULAnte", ilustração extraída do hot site www.nuncaantes.com.br.

Veja mais?
- galeria de fotos do lançamento do livro na Saraiva, em São Paulo

quarta-feira, novembro 04, 2009

Marcelo Tas lança livro sobre frases de Lula hoje em São Paulo



Do portal CQC:

Nunca antes na história deste país é um livro escrito por Marcelo Tas a partir de frases originárias do Presidente Lula. Com bom humor e crítica, Tas reuniu durante meses através da mídia e internet as principais colocações do mandatário.


Ouça uma deliciosa entrevista entre Tas e o criador do projeto, Marcelo Duarte, apresentador do Você é Curioso?, da Rádio Bandeirantes, e responsável pela editora que publicou o livro, a Panda Books.(se o player não estiver visível ou quiser baixar o áudio, clique aqui)

Segundo o autor não se trata de um livro crítico. “Desde já, um alerta aos espíritos inquietos e belicosos. Este não é um livro contra, nem a favor, nem muito pelo contrário… Como qualquer livro de humor é um livro rigorosamente a favor do contra, se é que vocês me entendem…”, comenta Tas em sua página no Twitter.

O lançamento oficial será de 4 de novembro, porém o livro já se encontra disponível para reserva. Clique aqui.

A publicação conta ainda com ilustrações de Ricardo Gimenes, prefácio de José Simão e edição em capa dura da Panda Books

Acesse também o hotsite especial do livro, ao clicar aqui.

Informações sobre a noite de autógrafos do livro de Marcelo Tas:

- Hoje, 4 de novembro – 19h30

- Saraiva MegaStore • Shopping Pátio Higienópolis

Av. Higienópolis, 618, loja 315 Piso Higienópolis

segunda-feira, novembro 02, 2009

Exclusivo: Trilha Profissional estreia nesta terça pela Rádio USP

Estreia nesta terça, 03 de novembro, às 8 da manhã, pela USP FM (93,7 em São Paulo; 107,9 em Ribeirão Preto ou pelo site da rádio USP, o Trilha Profissional.

Ouça a chamada exclusiva com o produtor e apresentador Mairo Sant.

A proposta da nova atração da emissora é ser o ponto de partida para o compartilhamento de informações sobre carreira, empreendedorismo, sustentabilidade nos negócios e comportamento. Você pode participar enviando dicas e sugestões de pauta para o e-mail trilha.partida@gmail.com

A cada edição, o programa recebe um convidado especialista na área que fala de maneira simples e direta sobre um tema interessante, sempre com dicas preciosas no segmento organizacional. Na estreia, a entrevistada é a Professora Doutora da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo, Tânia Casado, especialista em Carreiras.

Durante uma hora semanal, executivos, trainees e estudantes são tratados como trilheiros, que sabem o quanto é árdua, porém prazerosa, a caminhada rumo ao sucesso e à realizacão profissional.

Produzido e apresentado por Mario Sant com a participacao da Dra. Marcia Dolores, Diretora do Instituto Saber; e do CEO da Cyrella Commercial Properties, Bruno Laskowsky, Trilha Profissional vai ar todas as terças-feiras, às 8 da manhã, pela Radio USP FM



Acompanhe a primeira edição na íntegra, com uma hora de duração.
(se o player não estiver visível ou quiser baixar o arquivo, clique aqui)

Sobre a Professora Tânia Casado:
É Professora da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP), lecionando nos programas de graduação, mestrado e doutorado. É Psicóloga, Mestre e Doutora em Administração, e Coordenadora das disciplinas de Comportamento Organizacional oferecidas pelo Programa MBA – RH da FIA/FEA/USP. É professora das disciplinas de Comportamento Organizacional oferecidas pelos Programas MBA FIA e FIPECAFI/FEA/USP e coordenadora do Centro de Carreiras da FEA/USP. É coordenadora do Centro de Carreiras da Fundação Instituto de Administração (FIA), membro da rede “SEKN – Social Enterprise Knowledge Network”, sediada na HBS – Harvard Business School e coordenadora no Brasil do grupo mundial “The University Fellows International Research Consortium”, sediado na Universidade de Oklahoma (EUA).É autora do teste psicológico DTP – Diagnóstico de Tipo Psicológico - único teste brasileiro validado cientificamente, usado para identificar a Caracterologia Junguiana (os Tipos Psicológicos).

Tem grande experiência como consultora, atendendo inúmeras organizações nos assuntos de Tendências nos Modelos de Gestão de Pessoas, Diagnóstico Organizacional, Desenvolvimento de Times de Trabalho (Team Building), Desenvolvimento e Planejamento Compartilhado da Carreira, Distúrbios da Comunicação Organizacional, Desenvolvimento do Papel Gerencial, Diagnóstico e Uso do Potencial Humano.


sábado, outubro 31, 2009

Coringão: a rádio que transmite em preto e branco

Com a demora da implantação do rádio digital no Brasil, a radioweb tem ganhado cada vez mais espaço. A recepção deste tipo de emissora por alguns aparelhos celulares de última geração é um avanço considerável, já que permite que a transmissão expanda os limites do computador e faça uso da mobilidade, uma das principais características do rádio.

Outro diferencial que começa a se proliferar no universo das radiowebs é a originalidade e segmentação das programações. Muitas vezes, estas nascem do descontentamento de um ouvinte com o padrão das emissoras que costuma ouvir. Vide nosso amigo Edu Malavéia, que você ouve aqui neste blog.

Neste sentido, acabo de ser surpreendido com a notícia da existência da Rádio Coringão. Gostei tanto da ideia, que a anuncio aqui a partir do texto do próprio site:

"A Rádio Coringão nasceu com o intuito de levar ao torcedor alvinegro a melhor programação esportiva especializada no Corinthians.

Nosso portal de notícias informa diariamente em tempo real o que de mais importante acontece no mundo corinthiano: resumo do dia, contratações, especulações e temas pertinentes ao dia-a-dia do clube.

Nossa programação de rádio está sendo criteriosamente elaborada para cercar todo tipo de ouvinte, seja pelo horário ou assuntos de interesse.

Transmissão de jogos ao vivo, programas de debate e uma mesa bem humorada toda sexta-feira discutindo o que de melhor irá acontecer na rodada do final de semana.

Fique ligado! Clique aqui e acompanhe tudo que rola na Rádio Coringão."

Esta dada a dica. Para você que é louco pelo Coringão, experimente ouvir a transmissão do clássico de amanhã pelo site.

Para dar um gostinho do tom da emissora, que transmite todo seu amor em P&B, ouça aqui o programa Preleção do último dia 13.






quinta-feira, outubro 29, 2009

Seminário Internacional de Radiojornalismo começa amanhã em Curitiba

A partir de amanhã, 30 de outubro, tem início o IV Seminário Internacional de Radiojornalismo, na cidade de Curitiba (PR). A organização é da IMPRENSA Editorial.

Acompanhe as novidades em tempo real pelo twitter http://twitter.com/seminario_radio e pelas matérias publicadas no Portal Imprensa durante a semana. Para mais informações, acesse: http://portalimprensa.uol.com.br/seminarioderadio/informacoes.asp

Leia mais:
Entrevista de Lúcio Mesquita, BBC, ao Portal IMPRENSA

Entrevista de Milton Blay, desde Paris, ao Portal Imprensa

Radioescuta Peças Raras: Salomão Schvartzman e Jornalismo Literário

Neste boletim Radioescuta Peças Raras, o destaque é mais um momento que foge à regra e coloca uma pitada de arte e crítica em meio a uma programação jornalística. É algo que julgo que seja muito bem feito já a alguns anos pelo Arnaldo Jabor no Jornal da CBN.

Ouça o boletim completo desta quinta, dia 29 de outubro.

Mas o nosso assunto aqui é o colunista Salomão Schvartzman, que com sua voz grave e bem colocada faz comentários do cotidiano pela Band News FM. Aqui ele narra uma história em que a polícia é tomada de assalto. Acompanhe ainda o RAP do JL (Jornalismo Literário) e também uma deliciosa descrição sobre as galinhas e as raposas, texto que você confere aqui e que foi escrito por André Caramuru Aubert, que tem 47 anos, é historiador e trabalha com tecnologia.

AS GALINHAS E AS RAPOSAS: PARA VOCÊ QUE BOTA OVO COMO EU

Nós galináceos, por sabermos que galinha solta é bagunça e sujeira na certa, com poleiros imundos e pena e titica voando pra todo lado, decidimos nos organizar em forma de galinheiro, todo cercadinho e bem cuidado, de acordo com as disposições que seguem:

I. O galinheiro é das galinhas, e sua função básica é garantir a soberania do galinheiro, a liberdade, a educação e a saúde de cada um dos membros da comunidade, sejam eles galos (inclusive os de briga), sejam galinhas, sejam galinhas-d’angola, sejam frangos, sejam pintos.

II. Para assegurar que o galinheiro possa ser o lugar que se espera dele, atendendo às necessidades do conjunto das galinhas, estas escolherão, em eleições livres e democráticas, representantes entre as raposas, para tomar conta de tudo.

III. Ou seja, a função das raposas é tomar conta do galinheiro.

IV. Para garantir que as raposas façam um bom trabalho, serão eleitas outras raposas para fiscalizar as primeiras raposas. A tóca em que as raposas se reunirão para votar leis e vigiar as raposas governantes será chamada de Casa da Mãe Joana, em homenagem à heróica galinha de mesmo nome. Para que tudo funcione bem direitinho, haverá rotatividade entre as raposas, com as raposas que governam alternando sua função com as que fiscalizam, a cada quatro ou, no máximo, oito anos.

V. Às galinhas é facultada a posse de asas, mas é vedado o voo. As raposas, que nem asas têm, voarão, quando necessário, para o exercício de suas funções, com passagens subsidiadas, que poderão ser repassadas a parentes, inclusive surfistas.

VI. Para assegurar que o galinheiro viva em paz e segurança, e que as galinhas não voem, não roubem nem abusem do consumo de milho, as raposas criarão um serviço de vigilância, com câmeras fotográficas, bafômetros, cigarrômetros e radares de diversos tipos.

VII. A privacidade das galinhas é direito essencial. Dessa forma, desde já se avisa que elas podem estar sendo filmadas ou tendo suas conversas gravadas.

VIII. Para que os serviços prestados pelas raposas possam ser executados a contento, serão cobrados, das galinhas, impostos, taxas e contribuições, temporárias ou permanentes. O montante a ser pago deverá equivaler a um ovo em cada três.

IX. As galinhas que não pagarem os impostos serão promovidas a frango assado.

X. Se alguma riqueza for descoberta no subsolo do galinheiro, ela pertencerá a todas as galinhas. Para garantir que o produto da descoberta beneficie todo o galinheiro, ela será explorada com exclusividade pela Petro-galo, empresa pública administrada pelas raposas.

XI. A arte, a crítica e o livre-pensamento devem ser incentivados pelas raposas por intermédio de fundos especiais de apoio à criatividade das galinhas. Já está programada, para este ano, uma peça de teatro baseada na obra educativa do chicken mac nugget George Orwell, que mostra claramente que as galinhas só podem confiar mesmo é nas raposas.

XII. Para compensar a dívida histórica com as galinhas-d’angola, cujos antepassados foram trazidos para o galinheiro de certa forma, por assim dizer, a contragosto, as raposas determinam que haverá um sistema de cotas para estas, de forma que, de cada dez frangos assados de padaria, canjas ou yakisobas de frango, dois terão que ser preparados com aquelas galinhas.

XIII. Se acontecer, por acidente, de brilhar a estrela de uma galinha e ela ser eleita, no meio das raposas, para tomar conta do galinheiro, as raposas deverão providenciar uma cirurgia urgente para que essa galinha seja transformada em raposa. Não importa, - aliás é até bom -, que por fora ela continue a se parecer com uma galinha, pois assim ela será uma raposa ainda melhor. Além disso, a raposa que permanecer em cargos eleitos por mais de 30 anos, mesmo que esteja mais suja do que pau de galinheiro, ganhará imunidade contra qualquer acusação, pois terá, a seu favor, a história.

A propósito ainda do tema, fica nosso convite para que você visite o blog http://www.crisvnf.blogspot.com. A descrição fica a cargo da própria jornalista nas linhas que seguem: "Jornalista, estou sempre envolvida em fatos e acontecimentos. Talvez por dever de ofício, Dalva Ventura sempre persegue a síntese, a objetividade e, talvez por isso, às vezes me cansa. Para fugir destas amarras, me transmuto em Cris V, aqui neste blog ou em Priscila V, que de vez em quando arrisca uns poemas, quase todos guardados a sete chaves. Tem horas que sinto vontade de ter uma só identidade, digamos, mas estou em cada uma delas, não tem jeito. Multifacetada, confusa, dividida, atribulada e, sobretudo, muito, muito contraditória.

segunda-feira, outubro 26, 2009

Família Bandeirantes em festa: Salomão Ésper e Silvânia Alves recebem homenagens


Salomão Ésper e Silvânia Alves recebem homenagens nesta segunda. Ouça os destaques na voz de José Paulo de Andrade, no Pulo do Gato.


(se o player não estiver visível, clique aqui)

A edição do Jornal Gente da Rádio Bandeirantes (AM 840 / FM 90,9)deste dia 26 de outubro reverencia Salomão Ésper.

O radialista completa 80 anos de idade e recebe mensagens de parabéns dos ouvintes da emissora.

Aqui você acompanha o programa na íntegra, diretamente do site da emissora.

Outro motivo de comemoração para a família Bandeirantes é a homenagem que a jornalista Silvânia Alves recebe esta noite na UniÍtalo. A apresentadora do "Você é Curioso?", ao lado de Marcelo Duarte, será agraciada com o Troféu Pasquale Cascino no IX PRÊMIO PROIN. O evento pode ser acompanhado pelos alunos da Universidade a partir das 8 e meia da noite.

Salomão Ésper foi o entrevistado do Sofá Bandeirantes no dia 9 de novembro do ano passado. Acompanhe aqui o programa que é apresentado nas noites de domingo sob o comando de Paulo Galvão. Para ouvir as outras entrevistas do Sofá Bandeirantes, clique aqui.

segunda-feira, outubro 12, 2009

Oscar Pardini em entrevista ao vivo na Bandeirantes AM

Uma das maiores virtudes do rádio atual é a instantaneidade em que leva as coisas ao ar. Estava - como de costume - meio dormindo, meio acordado com o radinho de pilha sintonizado na Bandeirantes, quando fui surpreendido pela participação ao vivo, agora, a 1:30 da madrugada, de Oscar Pardini.

Ouça a entrevista a Zancopé Simões, em que Pardini fala do novo show da trupê que comanda.
(se o player não estiver visível, clique aqui)

Atualmente o Café com Bobagem apresenta programa de humor diário e com o mesmo nome, a partir das 18:00 horas, horário de Brasília, em duas emissoras simultaneamente e ao vivo, fato inédito na história do rádio brasileiro, já que não se trata de transmissão via satélite e sim de revesamento. O grupo formado por 5 humoristas, se revesa nas duas emissoras transmitindo ao mesmo tempo, os dois programas com perfil de público e programação diferentes. As emissoras são: Rádio Educadora FM, 91,7 Mhz, Campinas - São Paulo, com programação jovem, pop-rock e Transcontinental FM, 104,7 Mhz, São Paulo - SP com programação jovem e adulta popular brasileira, ambas as emissoras com perfil de audiência muito bem qualificado e nas duas, o programa é líder de audiência em seu horário. Além das músicas, o grupo faz interações com o público em momentos de muita diversão e apresenta quadros de humor.

Os internautas podem escolher e ouvir qualquer um dos dois programas, em qualquer lugar do planeta, acessando os endereços www.educadorafm.com.br ou www.transcontinentalfm.com.br. Outra opção é acessar www.cafecombobagem.com.br, ir ao "radinho" e nele escolher qual das duas emissoras ouvir ao vivo.

Fonte: www.cafecombobagem.com.br

sexta-feira, outubro 09, 2009

Trailler: entrevista com Eli Corrêa

O mês de outubro tem início com boas novas para o rádio.

A primeira delas é o anúncio de que a Capital AM, 1040 KHz de São Paulo, permanece com sua programação popular de qualidade.

Outra notícia que merece nosso destaque é a comemoração dos 40 anos de carreira do "homem sorriso do rádio".

Para marcar esse momento especial, ouça aqui trecho de entrevista exclusiva em que o comunicador comenta sobre a cobertura que irá fazer nesta segunda, dia 12 de outubro, da missa da padroeira na Praça da Sé, no centro da cidade paulistana. Acompanhe também um trailler do que vem por aí em nossas próximas edições, quando você vai ouvir a entrevista na íntegra.


quinta-feira, outubro 08, 2009

Peças Raras para as crianças de todas as idades


Para aproveitar a proximidade de mais um dia das Crianças, relembre a campanha da Fundação Telefônica, veiculada em diferentes mídias, entre elas o rádio, no final de 2006.

A mensagem dos jingles é a de que a criança não deve trabalhar nem viver na rua e sim ter oportunidade de viver a mudança social por meio da educação.


Ouça as músicas interpretadas por Toni Garrido, Simoninha e Luciana Mello.

(se o player não abrir ou quiser baixar este áudio, clique aqui)

Desenvolvida pela agência Young & Rubicam, a campanha tem ainda a assinatura da produtora Tribbo Post e da S de Samba (de Simoninha). As letras foram compostas por Jair Oliveira.

Tenho muitas ressalvas em relação à Telefonica, tanto que consegui me desvencilhar tanto do serviço de telefonia como de internet da empresa. Mas no campo social ressalto a importância de um dos projetos sociais na área da educação da Fundação Telefonica. O portal EducaRede (www.educarede.org.br) foi desenvolvido para contribuir para a melhoria da qualidade do ensino público e oferece suporte para a comunicação entre alunos e professores.

Ouça mais:

Acompanhe uma seleção especial de comerciais que de uma forma ou outra envolvem a presença de crianças.
(se o player não abrir ou quiser baixar este áudio, clique aqui)

Pra começar, o nascimento de trigêmeos em campanha da Becel. Na sequência, tem: um comercial para Ferramentas Famastil em que uma garotinha impertinente faz perguntas do tipo de onde vem os bebês para seu pai; outro com perguntas difíceis de se responder para o Bradesco Previdência; Tem anda duas campanhas que envolvem personagens dos contos infantis como Bicho Papão, Lobo mau, Chapeuzinho Vermelho;
Pra terminar 3 músicas que remetem a contos infantis e 3 jingles destinados às crianças: Boi da Cara Preta cantada por uma soprano em campanha para o Shop. Frei Caneca de SP, Peixinho para a Fundação Onda Azul, o recente sucesso entre a garotada Poupançudo da Caixa; Bala de Leite Kids de Renato Teixeira e Mamíferos Parmalat.

Alimente a criança que existe dentro de você e seja feliz.

terça-feira, outubro 06, 2009

9 anos sem Hélio Ribeiro


Em 6 de outubro de 2000, Hélio Ribeiro morreu, aos 65 anos, vítima de uma parada cardiorespiratória, após permanecer internado por cerca de 10 dias no Hospital São Cristóvão, na Mooca, em São Paulo. O enterro aconteceu no cemitério da Quarta Parada, também na zona leste da cidade.

Desde então, formou-se o embrião daquilo que viria a se constituir no Memorial Hélio Ribeiro. A sociedade civil sem fins lucrativos tem como finalidade dar continuidade à obra daquele que é considerado um dos maiores radialistas que o Brasil já teve.

Hoje, além do site, o Memorial divulga o legado de Hélio Ribeiro nos eventos em que participa, em emissoras de rádio e também em cursos de Comunicação, Jornalismo e Publicidade, por meio de palestras proferidas nas universidades.


Ouça entrevista com integrantes do Memorial, concedida à Rádio Cumbica em 19 de março de 2008.
(se o player não estiver visível, clique aqui)

A seguir, um breve resumo sobre Hélio Ribeiro, enviado por Sidney Magrini:

Hélio Ribeiro dirigiu algumas das maiores emissoras de Rádio do Brasil (Piratininga, Difusora, Gazeta, Tupi, Jovem Pan, Capital, Bandeirantes) e apresentou seu programa O PODER DA MENSAGEM, com retransmissão em todo o Território Brasileiro nas décadas de 60, 70, 80 e 90. Foi professor de comunicações da USP, transferiu-se para os Estados Unidos onde foi redator da U.P.I., foi narrador da Paramount Pictures, Metro Goldwyn Mayer, Twentieth Century Fox, Columbia Picturs, Universal Internacional e lá em N.Y. também manteve no ar um programa de rádio.
Foi ainda correspondente nos Estados Unidos do sistema Globo-Excelsior de Jornalismo, depois sistema Globo de Rádio, e das revistas Marketing e Propaganda. Foi aprovado em concurso para Voice of América.

No Brasil, foi ainda produtor associado da Fundação Cásper Líbero e teve, no Sistema Globo de Rádio, através da Rádio Globo a apresentação da última série do programa “O PODER DA MENSAGEM”, programa que marcou indelevelmente a formação moral de várias gerações de ouvintes e teve suas conquistas e qualidades reconhecidas por grandes nomes do rádio, da televisão e dos meios de comunicação e meios publicitários do Brasil, cujos depoimentos fazem parte do acervo do MEMORIAL HÉLIO RIBEIRO.

HÉLIO RIBEIRO destacou-se ainda no meio publicitário, sendo criador de vários jingles e campanhas publicitárias famosas.

Impossível não associar Hélio Ribeiro ao Rádio.

Destacamos a seguir, na voz de Hélio Ribeiro, o mais belo e perfeito texto sobre o Rádio já escrito.

Ouça "Eu Sou o Rádio", de autoria do saudoso radialista.

Esse texto faz parte do acervo do MEMORIAL HÉLIO RIBEIRO e foi exibido e utilizado nas palestras proferidas nas Universidades que mantêm Cursos de Comunicação e Jornalismo.

FONTE: MEMORIAL HÉLIO RIBEIRO – www.helioribeiro.com.br

quinta-feira, outubro 01, 2009

Capital AM se prepara para festa da padroeira, dia 12


Definitivamente, uma boa notícia.
Agora é oficial. A Rádio Capital , 1040 KHz AM de São Paulo, não será mais vendida ou arrendada.

A emissora permanece com o atual dono. Nelson Morizono teve uma reunião nesta quarta-feira, 30, com o diretor-geral Chico Paes de Barros para informar que recebeu várias ofertas pela emissora nos últimos meses, mas que prefere conservá-la.

De acordo com fontes oficiais, Chico informou à corporação ontem mesmo que a rádio seria mantida. Alívio geral. A programação é mantida e a Rádio vai transmitir, dia 12 de outubro, direto da Praça da Sé, a Missa da Padroeira, celebrada pelo cardeal-arcebispo de São Paulo, dom Odilo Scherer, às 10 horas. O comunicador Eli Corrêa, que comemora seus 40 anos de sucesso no rádio, estará lá.


Ouça Eli Corrêa no comando da oração à Nossa Senhora, que abre o programa do popular comunicador diariamente às 6 da manhã.
(se o player não abrir, clique aqui)

Os rumores de que a rádio estaria sendo sondada por uma igreja começaram no início de setembro, após publicação da notícia no site Bastidores do Rádio.

No último dia 5 de setembro, recebi a mensagem do radialista Carlos Althieri, de Caruaru, Pernambuco. Entre outros assuntos, ele comentava que havia ouvido boatos de que uma igreja estava prestes a arrendar a Rádio Capital - 1040 KHz de São Paulo. Althieri também adiantou que já tinham sido publicadas algumas informações desde o dia 4 de setembro a respeito desse misterioso fato no site Bastidores do Rádio. O Observatório da Imprensa também repercutiu a notícia.

Radiografia: aula de radiojornalimo de Heródoto Barbeiro


No quadro Radiografia, você confere a terceira e última parte da entrevista com Heródoto Barbeiro. O âncora da CBN dá uma verdadeira aula de radiojornalismo. No bate-papo com o repórter Daniel Grecco, ele diferencia o papel das escolas de jornalismo e do diploma para quem pretende exercer a profissão; relembra como aconteceu a transmissão em conjunto com a Bandeirantes AM, durante o governo Collor; e revela que ouve e aprende com as concorrentes.


Ouça a entrevista.
(se o player não estiver visível,clique aqui)

Ouça mais:
Na Parte 2, Heródoto explica como a história do rádio evolui para acompanhar a velocidade dos dias de hoje

Na Parte 1, Heródoto revela como deixou a História para entrar para o Jornalismo e viver o tempo presente.

NOS BASTIDORES DA ENTREVISTA



O repórter Daniel Grecco comenta detalhes do bate-papo que resultou na entrevista que você confere em três partes aqui no Peças Raras.
(se o player não estiver visível, clique aqui)

sábado, setembro 26, 2009

Há 15 anos o rádio perdeu um show de profissional: Estevam Sangirardi

Em um domingo de clássico entre São Paulo e Corinthians é impossível aos que têm mais de 30 anos - como eu - não lembrar do sofisticado estilo de Lord Didu Morumbi e do fanático sofredor corintiano Joca.

Personagens como esses tornavam os dias de jornadas esportivas um verdadeiro Show de Rádio.

A origem deles, assim como as do palmeirense Comendador Fumagalli e do santista Lança Chamas, foi a mesma: a mente criativa de Estevam Sangirardi, o saudoso Sanja.

Há exatos 15 anos, em 27 de setembro de 1994, o juiz divino trilou o apito final para Sangirardi. O rádio perdera muito de sua alegria.


Ouça a última entrevista de Sangirardi, que foi concedida ao programa Rádio Matraca da Gazeta FM, em 1992.
(se o player não estiver visível, clique aqui)

Em destaque, capa do boletim da Rádio Gazeta comunicando a reestreia do programa em 1991. À época, tive o privilégio de conversar com Sanja para produzir o texto desse boletim, já que ocupava a grata missão de divulgar a emissora.

O show de rádio e de criatividade começou com a estreia de Sangirardi na Rádio Record em agosto de 1945. Pouco tempo depois, em 1º de novembro, aos 22 anos de idade, a convite do amigo Paulo Machado de Carvalho Filho, migrou para a Pan-americana, então co-irmã no grupo emissoras Unidas (a outra rádio pertencente ao grupo da família Machado de Carvalho era a São Paulo).

Naqueles tempos em que o rádio exigia versatilidade, Sanja fez de tudo: sonoplastia, locução esportiva e jornalística, radionovelas, comerciais, jingles e tudo o que lhe era solicitado.

No final de 1960, o eclético radialista vai para a Bandeirantes. Foi lá que nasceu o Riso Futebol Clube. Considerado embirão da mais famosa empreitada de Sanja, Riso durava quinze minutos e era gravado aos sábados para ir ao ar aos domingos.

Em 1967, na agora Jovem Pan, retorna com ambições ainda maiores. 1968, para muitos, foi considerado “o ano que não terminou” em função do recrudescimento do período militar. Para Sanja, que usava o futebol e o bom humor para fazer tabelinha com a crítica social, o ano começara com alguns gols de placa.

Aos 45 anos de idade, é registrado como redator e rádio-repórter e ganha cartão verde para colocar em campo o Show do Intervalo, que logo evolui para o autêntico Show de Rádio e passa a ser transmitido logo após o término do jogo.

O programa teve passagens também pela Bandeirantes e ainda pela Gazeta, no início da década de 1990, mas a fase de ouro foi mesmo na Pan. Era comum os torcedores das equipes rivais deixarem o estádio a pé ou nos carros ecoando o som da transmissão dos hilários diálogos entre os personagens daquele show.

Ao vivo e levado ao ar pouco tempo após o fim do jogo, o povo gargalhava com as imitações, paródias e brincadeiras de Sanja e equipe.

Por falar em equipe, esta sempre foi show também. Pelo time campeão comandado por Sanja passaram alguns dos mais importantes humoristas deste país. Muitos ainda em atividade. Não me arriscarei a citar nomes, pois cometeria certamente injustição com os que não lembrasse.

Em meados de 1992, após cerca de um ano no ar pela Gazeta AM, emissora que viu o seu projeto de ser transformada na nova voz do esporte abortado após ser arrendada por uma igreja, Sanja teve seus estados de saúde e emocional abalados com a saída do programa do ar. Começara uma luta contra dores agudas, para as quais perderia o jogo em 27 de setembro de 1994, aos 71 anos de idade. Os adversários contra os quais teve de lutar foram: insuficiência respiratória, câncer de próstata e doença pulmonar construtiva crônica.

Mas o show não terminou. Ainda em tempos recentes, Serginho Leite e uma nova equipe fizeram algumas tentativas de voltar com o programa. A mais recente foi na Capital AM. Torcemos para que esta volta, até como forma de homenagem ao mestre, aconteça a qualquer momento.


As informações contidas neste texto foram extraídas do livro Um Show de Rádio – a vida de Estevam Sangirardi, escrito por Carlos Coraúcci e publicado pela editora A Girafa.



Ouça mais:
Show de Sangirardi

Radiografia: Olga Sangirardi (produtora do programa)

sexta-feira, setembro 25, 2009

GPR divulga resultado da enquete sobre rádio na web

Cerca de cento e setenta pessoas participaram do Seminário do Grupo dos Profissionais do Rádio, realizado nesta quinta, dia 24 de setembro, na plenária da Fecomércio. Foram sete horas de palestras e painéis. Um dos destaques foi a apresentação do resultado da enquete: "O rádio na internet, o que o ouvinte busca lá?"

Clique aqui e confira os detalhes no site do GPR.

Peças Raras no Dia do Rádio




imagem: foto publicada no Estadão da Torre de Babel construída com aparelhos de rádio, criada pelo artista plástico Cildo Meireles


Em 25 de setembro de 1884, nascia Edgard Roquette-Pinto. Por ter sido o primeiro a acreditar no potencial do rádio, ele se tornou o pai do então novo meio de comunicação. Hoje comemoramos o dia do rádio em homenagem ao saudoso antropólogo, professor, cientista...

Saiba mais sobre Roquette-Pinto em um programa especial dedicado ao pai do rádio no Brasil.




quinta-feira, setembro 24, 2009

Radiografia parte 2: Heródoto fala sobre futuro e jornalismo

Na primeira parte da entrevista concedida ao repórter Daniel Grecco com exclusividade ao Peças Raras, Heródoto Barbeiro revelou como deixou a História para entrar para o Jornalismo e viver o tempo presente.


Nessa segunda parte, o gerente de jornalismo do Sistema Globo de Rádio explica como a história do rádio evolui para acompanhar a velocidade dos dias de hoje.
(se o player não estiver visível, clique aqui)

Heródoto comenta como o rádio concorre com outras mídias instantâneas, que até pouco tempo não existiam.

Ao falar tanto em futuro da mídia, Heródoto aborda também a antiga divisão entre AM e FM e afirma que o que importa é o conteúdo.

Heródoto cita ainda como o humor auxilia o jornalismo.

Na entrevista, o âncora da CBN não se esquiva ao responder o que a emissora em que trabalha tem de diferente em relação às outras do segmento. Heródoto acredita que o papel do radiojornalismo é mostrar diferentes opiniões para que o ouvinte forme a sua própria verdade sobre determinado assunto.

Segundo Heródoto, a mesma independência que tem em relação à linha editorial é alcançada com o departamento comercial.

Ainda em setembro, você confere a terceira parte deste bate-papo. Entre outros assuntos, você vai saber o que Heródoto pensa do diploma e dos cursos de jornalismo.

No mês da comunicação, você permanece em sintonia com o rádio.

quarta-feira, setembro 23, 2009

A Capital vence o capital

Há duas semanas, publicamos um post sobre comentários que davam conta de uma eventual ameaça à programação popular da Rádio Capital.

Estabeleci nesta quarta, dia 23 de setembro, novo contato com fonte ligada à emissora que revela que, pelo menos no momento, o pastor David Miranda afirma não ter interesse na Rádio Capital e que já possui outras rádios na região. Além disso, o comunicador Eli Corrêa (foto) recebeu informações do Nelson Morizono, dono da Capital, de que não foi fechado negócio com ninguém, apesar de existirem muitos interessados em comprar. Por ora, podemos comemorar: a Capital está levando a melhor sobre o capital, ou melhor, sobre o lucro fácil.


O trabalho da emissora continua normalmente, agora com mais otimismo. Um exemplo é que já está confirmada a transmissão da Missa da Padroeira, dia 12 de Outubro, às 10 horas, diretamente da Catedral da Sé, com a presença de Eli Corrêa e cobertura da equipe de Jornalismo.

Enfim, mais uma boa notícia no momento em que nos aproximamos deste Dia do Rádio (25 de setembro).

segunda-feira, setembro 21, 2009

Radiografia: O Radialista Heródoto Barbeiro



21 de setembro é tradicionalmente o Dia do Radialista.

Apesar de a data ter sido mudada em 24 de julho de 2006, pela Lei nº 11.327, que institui a comemoração no dia 7 de novembro, data de nascimento de Ary Barroso, hoje continua a ser tratado como o dia de fato.

Em homenagem à data, acompanhe a primeira parte da entrevista com o gerente de jornalismo do Sistema Globo de Rádio e âncora do Jornal da CBN.


Heródoto Barbeiro revela como deixou a História para entrar para o Jornalismo e viver o tempo presente.
(se o player não estiver visível, clique aqui)

Em breve, você ouve mais duas partes desta entrevista exclusiva, conduzida pelo repórter Daniel Grecco.

crédito: imagem extraída da transmissão ao vivo do site da CBN

sábado, setembro 19, 2009

Seminário: O Rádio na Internet

Na semana em que começa com o dia do Radialista e termina com o dia do Rádio, O GPR - Grupo dos Profissionais do Rádio - promove o seminário o Rádio na internet.



Mídia pioneira em multiplataformas, o rádio aumenta sua popularidade em ritmo acelerado nos sites, celulares, TV, fazendo surgir questões inevitáveis.

Como as emissoras estão distribuindo seus conteúdos? Como os comunicadores estão interagindo com os ouvintes, que agora ampliam seus pontos de contato por blogs, twitter, sms? Como mensurar a audiência nestes canais?

Dirigido a profissionais do rádio, produtoras e agências de propaganda, o seminário "O Rádio na Internet" reunirá comunicadores, pesquisadores e especialistas em web para debater estas e outras questões atuais.

O encontro também apresentará enquete inédita sobre hábitos de audiência, além de debates e painéis com profundos conhecedores desse novo momento do rádio. Participe.

Veja a programação

Aproveitamos a oportunidade para divulgar mais um trecho da entrevista exclusiva com o gerente de jornalismo do Sistema Globo de Rádio e âncora da CBN.


Heródoto Barbeiro fala sobre a relação entre o rádio e as novas mídias instantâneas - com ênfase na internet.
(se o player não estiver visível, clique aqui)

Ainda esta semana, você confere a primeira parte desta conversa com Heródoto, conduzida pelo repórter Daniel Grecco com exclusividade para o Peças Raras.

(fonte: GPR)