quarta-feira, dezembro 17, 2008

Música para os Olhos

Abro uma exceção em nossas peças raras radiofônicas para alertar sobre uma preciosidade da poesia.

Nesta quinta, dia 18, Reynaldo Bessa lança o livro Outros Barulhos. Acima, o convite com os detalhes.

Ouça aqui “Cartas de Amor”, poema de Carpinejar musicado por Bessa.

Leia a orelha do livro, assinada pelo também recém-descoberto talento da literatura Fabrício Carpinejar.

O músico e compositor Reynaldo Bessa guardou a infância no quarto até onde deu. Agora explodiu pelas janelas e portas.
"Outros barulhos" é um baú que transbordou: quando os mortos e vivos se embaralham na linguagem, lembranças são confundidas com premonições; vozes, com cheiros. Ou ele publicava esse livro ou ficava louco, não tinha escolha.
É uma fartura de vida, um armazém de fiados, armário de brinquedos extintos, que todo leitor vai se exuberar.
É uma obra da saudade. A saudade alegra, inclusive, os dias em que cortamos os dedos.
O livro quer a poesia como iluminação da corda. Faísca da corda de violão. Eu pergunto: quantas forcas há no violão? Quantos homens são desenforcados pela música?
É uma música muda. Uma música que estica a vida que não houve.
Bessa é poeta. Pela intuição maravilhosa. Pelas comparações novas. Pelo tempo de descrever, e, acima de tudo, de se calar na hora certa. Como um menino ingênuo, ele questiona: "como pode alguém com fome/ ter medo de relâmpagos?" Alguém já pensou nisso antes?
Pela verdade apurada, de antever contradições e desarmar ciladas da auto-ajuda.

"Há algo de liso, de falso, de suspeito,
na total aceitação.
uma leve, porém inquietante tensão,
feito a frágil sacola do supermercado que a gente nunca
sabe se vai romper ou se vai agüentar
as compras até chegar em casa."

Sua sensibilidade é espiã. Não suportaria suas dores se não carregasse também a dos outros. Por isso, sofre com o bêbado voltando para casa, como se houvesse um trapézio transparente na rua; os vizinhos rindo e os familiares o segurando com os olhos. A poesia quando narração é imbatível. A poesia como contadora de histórias é imbatível.
Sabemos muito mais da memória de Bessa.

"o silêncio
do meu irmão
doía mais
que as pancadas
do meu pai."

Porque ele nos confidencia sua imaginação.

Fabrício Carpinejar
poeta e jornalista, mestre em
Literatura Brasileira pela UFRGS.

sábado, dezembro 13, 2008

Fim de ano: Confira a mensagem da Rádio Bandeirantes

- O que é o novo?
- Você pode até pensar: o novo é o jovem, que o novo é o que nasceu agorinha.
- Você pode até imaginar que novo é a última novidade, que a gente acaba de conhecer.
- Nada disso, repara uma coisa: o novo tá sempre ali nas coisas que nos chamam a atenção. Até num carro antigo, numa foto amarelada... - O novo é uma espécie de estado de espírito.
- A gente sente alguma coisa diferente acontecendo, e pronto!
- Taí o novo, batendo em nossa porta- Sensibilidade pra perceber e atitude pra mudar.
- Demorô, tem que se ligar.- Se a gente for mais justo, mais tolerante, já é algo novo, né?- Pra fazer um novo país, pra aprender alguma coisa nova
- ... um amiguinho novo.
- Novo, é um planeta mais verdinho, uma brincadeira nova.
- Um irmãozinhoCada um sonha com seu ano-novo. Cada um faz o seu ano-novo. Sinta no ar o que há de novo e aproveite.O desejo da família Bandeirantes é que cada dia de 2009 seja dia de fazer seu ano novo.

Ouça aqui a mensagem que está no ar pela emissora.

Quem gravou:A rnaldo Ricardo Meyer, 75 anos
Madalena Bolchi, 88 anos
Arnaldo Ricardo Meyer, 75 anos
Aarão Silas Vieira, 48 anos
Bronislava Tervydis, 88 anos
Lourdes Bolchi Tervydis, 62 anos
José Antônio de Araújo Filho, 50 anos
Ana Lucia Botelho Santos, 42 anos
Caroline Coli, 21 anos
Cauê Trodócimo, 20 anos
Daniela De Ângelo Morás, 20 anos
Victor Blas Sapateiro Pena, 15 anos
Marina Cury Schutze, 11 anos
Maria Carolina de Faria e França, 22 anos
Luis Felipe de Faria e França, 12 anos
Julia Cury Schutze, 6 anos
E as crianças Gabriela, 6 anos, Gustavo, 6 anos e Luiza, 5 anos



quinta-feira, dezembro 11, 2008

Rádio Teen ousa e lança programação anti-depressão


A webradio Teen entrou no ar em janeiro deste ano. Prestes a completar seu primeiro aniversário, a emissora comandada pelo DJ Fábio Kupper alcança uma média de 10 mil ouvintes diariamente. O sucesso se deve a parcerias feitas com diversos sites e blogs que mantêm o player da Teen em suas páginas.

Kupper acaba de colocar no ar a mensagem de fim de ano e também a nova campanha da emissora para 2009. A proposta é que a programação seja ainda mais ousada e se transforme em um antídoto para a depressão. A idéia é eliminar músicas que façam o ouvinte lembrar de amores, ex-amores ou que deixem um quê de tristeza no ar. O DJ garante que no ano que se aproxima só vai ter música dançante para combater qualquer possibilidade de baixo astral.

Ouça a mensagem de Natal da Teen

A programação musical da Rádio Teen é eclética e inclui estilos como dance e black music, pop rock, música eletrônica e um toque de MPB. Os programas são dinâmicos e interativos, onde o ouvinte participa de maneira direta. Conta também dentro da programação com programas de Dj´s, mixados, em edições compactas e especiais como o Black Teen, programa de black music, e o Injeção Eletrônica The Fest, um dos melhores programas de música eletrônica da Internet Brasileira.
A equipe da Rádio Teen é formada por universitários que trazem o conhecimento dos seus estudos para rádio e por profissionais que trazem a experiência de mercado.

Baixe para seu MP3 ou ouça aqui mesmo uma hora de programação da radioteen.net.

Ah, quando você ouvir a Teen vai identificar uma voz familiar. Sim, a locução padrão da emissora é feita por este que vos fala e escreve aqui no blog Peças Raras.

terça-feira, dezembro 02, 2008

30 Anos sem Omar Cardoso

Se você está em sintonia com o nosso Radioescuta Peças Raras, é porque gosta de rádio. Assim como aconteceu comigo, talvez já tenha recebido também, por e-mail, uma apresentação de slides sobre o rádio dos anos 40 ou 70. O autor dessas preciosidades é o psicoterapeuta Luiz Uchida, de 52 anos.

Saudosista, Luiz Uchida revela que começou a desenvolver os slides em powerpoint em 2005 para manter a memória daquilo dos anos 70 e dividir as emoções que sente com outras pessoas que viveram ou ouvem falar sobre aquela época.

Segundo Uchida, enquanto os jovens curtiam a Jovem Guarda, muitos avós e pais repudiavam aquele movimento e preferiam ouvir o horóscopo do dia.

Omar Cardoso era o mais famoso astrólogo do país. Suas previsões eram retransmitidas para mais de 30 emissoras em todo o território nacional.

Quando morreu em 22 de novembro de 1978, o astrólogo apresentava o programa Bom Dia Mesmo, na Rádio Bandeirantes, às 9 da manhã, onde lia o horóscopo, respondia cartas e dava conselhos.

Luiz Uchida conta que todos acompanhavam Omar Cardoso, mas poucos tinham coragem de confessar.
Para conhecer mais e ver os slides sobre os rádios dos anos 40 e 70, vá ao blog Rick Store.

segunda-feira, dezembro 01, 2008

Sofá Bandeirantes revela talento de Paulo Galvão

Paulo Galvão comanda o Sofá Bandeirantes
(Foto extraída do site da emissora)
Para os ouvintes mais atentos, Paulo Galvão já é um nome de destaque da Bandeirantes AM. Eu me lembro de ter começado a escutá-lo no Jornal de Amanhã. Depois, no Acontece, Galvão se notabilizou por dar uma cara mais cultural ao final de noite de domingo na emissora, ao levar - inclusive - música ao vivo e artistas das mais variadas vertentes ao programa. Mas "o pulo do gato" do jornalista foi iniciar a série Sofá Bandeirantes com José Paulo de Andrade.

De lá para cá, o trio do Jornal Gente foi o destaque do programa. O próximo será José Silvério, que, como me revelou em off o próprio Galvão, rendeu uma entrevista de 90 minutos, assim como uma boa partida de futebol.
Salomão Ésper, José Paulo de Andrade e Joelmir Beting: Gente de rádio
Enquanto você aguarda o próximo Sofá, atendendo a inúmeras solicitações recebidas pelo e-mail (contato@pecasraras.com), disponibilizo aqui a entrevista com José Paulo de Andrade e os links para as conversas com Salomão Ésper e Joelmir Beting.

Clique aqui e ouça a entrevista com José Paulo de Andrade.

Baixe e ouça a entrevista com Salomão Ésper.

Baixe e ouça o bate-papo com Joelmir Beting.

O Sofá Bandeirantes ainda não tem uma periodicidade regular, pois depende muito do horário em que a Jornada Esportiva se encerra. Mas com o final do Campeonato Brasileiro deve ser transmitido com maior regularidade. De qualquer forma, o quadro faz parte do Jornal Acontece, levado ao ar no final da noite de domingo pela Bandeirantes AM e as entrevistas especiais geralmente são apresentadas a partir das 22:30 h.

Para mais informações, você pode ir diretamente ao endereço do programa Bandeirantes Acontece.

Aqui no Peças Raras você irá acompanhar a agenda das próximas edições.

domingo, novembro 30, 2008

SOS Santa Catarina

Santa Catarina precisa da solidariedade de todos. As chuvas intensas e incessantes já mataram mais de 110 pessoas e deixaram dezenas de milhares de pessoas desabrigadas.

A exemplo do que costuma acontecer nesses momentos, diversas iniciativas têm arrecadado recursos para auxiliar as cidades da região. Os grupos de comunicação também promovem campanhas.

Hoje, às 15:30, o Grupo Bandeirantes integra suas emissoras de rádio e TV e, sob o comando de José Luiz Datena anuncia como as pessoas podem contribuir nas sedes de suas instalações em diversas cidades brasileiras.


Já a TV Cultura reúne grandes nomes da MPB show SOS Santa Catarina no Anhembi, em São Paulo.

Ed Motta, Chico César, Fabiana Cozza, Simoninha, Jairzinho Oliveira, Lecy Brandão, DJ Thayde, Inimigos da HP, Cláudio Zoli, Inezita Barroso, Yamandu Costa, César Menotti e Fabiano, turma do Cocoricó e apresentadores da emissora prestam apoio às vítimas das enchentes em Santa Catarina.

Para participar do show, basta levar uma garrafa de água mineral ou um cobertor. O estacionamento será gratuito.

O evento será transmitido ao vivo pela TV Cultura a partir das 20h e pela internet a partir das 18h.

Serviço:
Domingo, 30 de novembro a partir das 20h
Grande Auditório - Portão 34
Anhembi - São Paulo
Estacionamento gratuito
Os portões serão abertos a partir das 18h.

Exemplo de Solidariedade

Em maio de 1985, a campanha Nordeste Já reuniu centenas de artistas brasileiros em prol do Nordeste, que naquele período foi castigado por intensas chuvas.

Para arrecadar fundos e ajudar aos cerca de 800.000 pessoas desabrigadas, 155 músicos brasileiros gravaram o compacto "Nordeste Já". O disco com as músicas “Chega de Mágoa” e “Seca d’Água” foi vendido nas agências da Caixa Econômica Federal em todo o país.
''Nordeste Já'' foi uma iniciativa do Sindicato dos Músicos Profissionais do Município do Rio de Janeiro e reuniu os maiores nomes do canto e da música instrumental brasileira. Na verdade, não foi a primeira vez que artistas usaram a música como arma em prol de dias melhores. Um pouco antes da união brasileira, a bandeira do combate à miséria foi levantada por cantores e músicos americanos e ingleses reunidos nos projetos “Usa for Africa” e “Live Aid”.


Ouça aqui um boletim Radioescuta Peças Raras sobre a campanha Nordeste Já! e a música Chega de Mágoa.


A versão brasileira contou com o apoio de mais de 3.000 emissoras de rádio, que incluíram em sua programação o lado 1 do compacto, justamente a música “Chega de Mágoa”. Composta por Gilberto Gil, com letra dele e de outros onze compositores que participam do disco, como Chico Buarque e Milton Nascimento, no compacto a música vem assinada como “criação coletiva”. Entre os instrumentistas, destacam-se os pianos do saudoso Tom Jobim e de Wagner Tiso.
O lado 2 do compacto trazia “Seca d´Água”, que veio assinada no compacto como criação coletiva sobre poema de Patativa do Assaré. Em meio à união dos artistas brasileiros, não faltaram lances pitorescos. As cantoras Emilinha Borba e Marlene, arqui-rivais dos tempos da Rádio Nacional, encontraram-se pela primeira vez em muitos anos e riram de velhas rixas.


sexta-feira, novembro 28, 2008

Sistema Globo de Rádio "conquista" Vitória

Nesta segunda, dia 1 de dezembro, entra no ar mais uma emissora afiliada do sistema Globo Brasil.

A Rádio Globo Vitória irá transmitir em AM 1.250 KHz.

Ouça o recado José Carlos Araújo.

Na inauguração, a equipe da Globo - representada pelo "Garotinho" e Marcus Aurélio - transmite diretamente da capital capixaba.

Sofá Bandeirantes recebe Joelmir Beting

O quadro que recebe os grandes comunicadores da Rádio Bandeirantes dentro do jornal Acontece vai ao ar neste domingo, a partir das 22:45 h.

Depois de José Paulo de Andrade e de Salomão Ésper, chegou a vez do terceiro apresentador titular do Jornal Gente contar sua história de vida e sua relação com o rádio.

Ouça aqui um trecho da participação de Joelmir Beting.

A entrevista completa com o jornalista foi conduzida por Paulo Galvão que, nesta sexta, já preparou a próxima edição do Sofá Bandeirantes. Em primeira mão, por telefone, ele revelou que o pai do gol José Silvério é o destaque do programa que deverá ser levado ao ar daqui 2 semanas. Segundo Galvão, a entrevista rendeu 1 hora e meia de bate-papo.

Atualizado em 12.07.2011: Ouça aqui a edição do Sofá Bandeirantes com Joelmir Beting.

terça-feira, novembro 11, 2008

Salomão Ésper fala do rádio de ontem e de hoje

Como antecipamos aqui neste blog, Salomão Ésper (foto) foi o segundo convidado da série de entrevistas com os profissionais da casa no Sofá Bandeirantes. O quadro é apresentado aos domingos, por volta de 23 horas, dentro do Bandeirantes Acontece e tem a condução do jornalista Paulo Galvão.


Ouça o boletim Radioescuta Peças Raras que destaca um trecho da entrevista. Aqui Salomão faz um paralelo entre a força das emissoras dos anos 50, quando ingressou no meio, e o grande número de prefixos que disputam a audiência nos dias de hoje.

Contexto:
A partir da década de 1930, o rádio se torna o principal meio de comunicação brasileiro tanto para o público como para o mercado publicitário. Na década de 1940 e durante boa parte dos anos 50, a força desse meio de comunicação se torna ainda maior com a repercussão das cantoras do rádio, das radionovelas, programas jornalísticos como o Repórter Esso e transmissões esportivas.

Quando surge a TV, que no Brasil aproveitou grande parte das atrações e dos profissionais do rádio, foi preciso encontrar um novo rumo para sobreviver. A agilidade e a segmentação, além da mobilidade (que permite ao rádio estar em qualquer lugar a qualquer momento) deram novo fôlego à comunicação do meio.

Parecia que o rádio tinha reencontrado seu rumo. Eis que os sucessivos governos brasileiros - sobretudo o de Sarney com seu ministro das Comunicações Antonio Carlos Magalhães - passaram a distribuir concessões levando em consideração pura e simplesmente critérios políticos. Isto colocou emissoras em mãos de pessoas que não entendem nada de comunicação, o que saturou mercados e baixou o nível de profissionalismo do meio.

As saídas foram a formação de redes via satélite (o que trouxe novamente os grandes anunciantes e suas campanhas em nível nacional para o rádio) e a criação dos grandes conglomerados, como o Sistema Globo e o Grupo Bandeirantes.

Como fica claro na reflexão de Salomão Ésper, hoje, apesar da força do rádio, com a distribuição indiscriminada de freqüências, não se tem mais uma emissora forte em todo o território nacional. O curioso é que há casos em que emissoras do mesmo grupo acabam dividindo um mesmo segmento de mercado. Com isso, o rádio voltou a ser o principal meio de comunicação do nosso país, principalmente nas grandes metrópoles e seus congestionamentos intermináveis, mas a verba publicitária ainda não acompanhou esta retomada. É cada vez maior a tendência ao fortalecimento dos grandes grupos que são os que conhecem e trabalham melhor, na maioria das vezes, a linguagem radiofônica.

Ouça mais:
Edição completa do Sofá Bandeirantes com Salomão Ésper (site da Rádio Bandeirantes)



domingo, novembro 09, 2008

Paulo Galvão comanda série de reportagens sobre drogas

O jornalista Paulo Galvão antecipa um dos destaques desta semana na programação da Bandeirantes AM:
"Manter um relacionamento franco com os filhos, mas sem deixar de impor limites é a melhor forma de evitar que os jovens caiam no mundo das drogas. Esta e outras orientações constam de uma série de cinco reportagens que a Rádio Bandeirantes leva ao ar a partir desta segunda, dia 10 de novembro.
O jornalista Paulo Galvão visitou clínicas e comunidades de recuperação de dependentes e conversou com diversos profissionais ligados ao tema. Relatos de usuários revelam as conseqüências desastrosas acarretadas pelo uso contínuo. Especialistas apontam os caminhos a serem seguidos para o retorno à vida saudável. A série vai ao ar de segunda a sexta-feira a partir do Primeira Hora".

Ouça aqui o primeiro capítulo da série.


sexta-feira, novembro 07, 2008

Salomão Ésper no Sofá Bandeirantes; Ouça Paulo Galvão

O veterano locutor da Rádio Bandeirantes Salomão Ésper, que divide a apresentação do Jornal Gente com José Paulo de Andrade e Joelmir Beting, é o segundo entrevistado da série especial Sofá Bandeirantes. O primeiro foi o parceiro José Paulo de Andrade.

ATUALIZAÇÃO EM 12/07/2011: Ouça aqui a edição do Sofá Bandeirantes com Salomão Ésper.


No bate-papo, Ésper lembra de momentos que marcaram sua trajetória radiofônica.
A atração vai ao ar neste domingo, dia 9 de novembro, por volta de 23 horas, na Bandeirantes AM.
Na foto extraída do site do PPS, o trio títular do Jornal Gente. Da esquerda para a direita: Salomão, José Paulo e Joelmir.

sexta-feira, outubro 31, 2008

Século Vinte e os melhores anos de nossas vidas


Recebi agora a pouco uma mensagem da Bete Couto, que parabenizou nosso blog e aproveitou para apresentar o trabalho desenvolvido pela Agência de Comunicação Sine Qua Non em um site que resgata a história de um importante período da propaganda no Brasil.
O www.seculovinte.com.br é dedicado a propagandas antigas em revistas e no rádio, basicamente.
A idéia foi aproveitar que entramos no terceiro milênio para dar novamente boas-vindas ao século anterior.
Segundo o texto de apresentação, o site é "especialmente dedicado às propagandas que marcaram a vida dos nossos pais, dos nossos avós e também a nossa."
Fui conferir o espaço dedicado aos "reclames" radiofônicos. É realmente uma viagem no tempo que vale ser feita.
O site tem ainda uma galeria de anúncios publicados na mídia impressa. Para facilitar a busca, há uma organização por categorias de produtos. Os anúncios dessa galeria encontram-se a venda para quem quiser decorar a casa ou escritório com um toque de originalidade.
Visite: www.seculovinte.com.br

quinta-feira, outubro 16, 2008

Marcelo Abud: a "Visita Vip" da USP FM desta quinta

Tive o prazer de participar do programa Visita Vip, da USP FM de São Paulo, nesta quinta.
Mais uma vez, assim como acontecera no Você é Curioso?, o tema da entrevista foi meu trabalho com áudio e a difusão de peças raras radiofônicas.

Ouça aqui a edição do programa na íntegra (1 hora de duração).

Durante a entrevista, foram destacados os seguintes momentos:
- uma entrevista de Raul Seixas a Laert Sarrumor e Ayrton Mugnaini Jr. em que o saudoso roqueiro tupiniquim assume ter plagiado uma música americana para compor seu "Rock das Aranhas";
- a participação de Franz Neto em 1973, como repórter aéreo da Bandeirantes AM;
- a sátira do PRK-30 à então popular Ginástica que era transmitida pelo rádio nos anos 1930 e 40;
- o comercial criado pela DPZ para o Itau, em que Frank Sinatra é homenageado.
A seleção musical também envolveu o rádio, além da música Devastador (minha e de Reynaldo Bessa), interpretada por Bessa e Rita Ribeiro.

Em tempo, a USP FM inaugura hoje oficialmente suas novas instalações. A emissora está moderna e com o que há de mais avançado para transmissão de sua programação.
Anote na agenda: o Visita Vip desta sexta, dia 17 de outubro, recebe Francis Hime. O programa vai ao ar entre 13 e 14 horas, pela USP FM.

quarta-feira, outubro 15, 2008

Peças Raras na USP FM

Nesta quinta, dia 16 de outubro, você acompanha mais das nossas peças raras em uma emissora de rádio.
Depois da entrevista no Você é Curioso?, da Bandeirantes AM, desta vez a participação é no programa Visita Vip, transmitido de segunda a sexta, entre 13 e 14 horas na USP FM.
A proposta do bate-papo, que pode ser conferido também pelo site da Rádio USP, é apresentar momentos marcantes e curiosos do rádio no Brasil. Durante a atração, serão levadas ao ar também músicas que - direta ou indiretamente - falam do rádio.

Visita Vip com Marcelo Abud
Quinta, 16 de outubro, 13 horas
USP FM - 93,7 MHz (São Paulo)
Apresentação: Míriam Ramos e Lupércio Tomaz

terça-feira, setembro 30, 2008

A imaginação corre solta no rádio

Largada da Corrida da Gávea (década de 1930)
Foto extraída do site brazilyellowpages.com/automobilismo

Em 1934, o pioneiro das narrações esportivas Nicolau Tuma foi impedido de transmitir a Corrida da Gávea pela Mayrink Veiga.
Mas o speaker metralhadora não se rendeu e criou um esquema muito peculiar para fazer o ouvinte imaginar todas as emoções que envolveriam a prova.

Ouça depoimento do saudoso radialista a Geraldo Nunes, da Rádio Eldorado.

O episódio demonstrou o poder que o rádio tem de transportar o ouvinte para o local do acontecimento por meio da capacidade e criatividade das pessoas que conhecem as características deste poderoso meio de comunicação.
Expediente parecido foi utilizado pela Cidade FM, nos anos 80, para a cobertura do show do Queen no Brasil, mas esta já é uma outra história para um próximo mergulho pelas ondas do rádio.

segunda-feira, setembro 29, 2008

Visita Vip recebe Pedro Vilella para falar sobre Rádio e Hélio Ribeiro

Editora de cultura da USP FM,
Míriam Ramos comanda o Visita Vip de segunda a sexta




O VISITA VIP é apresentado diariamente, entre 13 e 14 h., pela USP FM.
Confira os próximos entrevistados:
Hoje - Pedro Vilella falando sobre Rádio e Helio Ribeiro
Amanhã é a vez de Guca Domênico, que conversa sobre seu livro, Bossa Nova e Noel Rosa
Acompanhe a descrição sobre o programa, no texto enviado pela própria jornalista Míriam Ramos:
O programa VISITA VIP estreou na Rádio USP FM em janeiro de 2007 sob o
comando da jornalista Míriam Ramos que trabalha na casa há 9 anos na
editoria de Cultura.
No primeiro momento, o programa era totalmente dedicado à musica,
especialmente de talentos novos e consagrados fora da chamada grande
mídia. As primeiras edições tinham duração de 40 minutos e foram
levadas ao ar todas as quartas-feiras - sempre às 16 horas.
Devido a grande demanda de trabalhos musicais de qualidade e a falta
de espaço de divulgação em rádio e tv, sem cobrar o famoso "jabá", a
Rádio USP FM decidiu ampliar o espaço do programa VISITA VIP na sua
programação com novo formato.
A partir de maio de 2008, o programa passou a ser realizado
diariamente em horário nobre - das 13h as 14h - duração de 1 hora .
O programa ganha mais um apresentador: Míriam Ramos e Lupércio Tomáz.
A dupla realiza o programa contando com a produção do experiente
radialista Reinaldo Alves.
Hoje o programa recebe a VISITA VIP de nomes da música, literatura,
teatro, cinema e personalidades de todas as áreas de interesse dos
ouvintes.
Já passaram pelo programa importantes figuras como Francis Hime,
Olivia Hime, Diretor do Memorial da América Latina - Fernando Calvoso,
Martinho da Vila, pianista Carol Murta Ribeiro, grupo Perímetro
Urbano, gaitista talentoso Victor Lopes, homenagem à Silvinha Araújo -
Jovem Guarda com o radialista Antonio Aguilar, Mafalda Minnozzi,
cantor Carlor Navas, Diretoria IBCC - Campanha Câncer, atriz Maria
Padilha e o Presidente da Anfavia Jackson Schneider, Superintendente
SESC SP Danilo Miranda, cantora Suzana Salles, compositor Dante
Ozzetti e Elke Maravilha entre muitos outros.
Também são realizadas edições ao vivo do VISITA VIP durante feiras
como Bienal do livro e Expomusic entre outras.

Programa VISITA VIP na Rádio USP FM
Apresentação:Míriam Ramos e Lupércio Tomaz
Veiculação: segunda a sexta das 13h as 14h
Produção: Reinaldo Alves
Contato: miriamramos@usp.br
Programa on line www.radio.usp.br

domingo, setembro 28, 2008

Sofá Bandeirantes recebe José Paulo de Andrade na estréia

José Paulo de Andrade inaugura o Sofá Bandeirantes
Neste domingo, 28 de setembro, às 22 horas, Paulo Galvão passa a comandar um novo quadro dentro do Acontece da Bandeirantes AM.
O Sofá Bandeirantes recebe a cada semana um dos jornalistas ou profissionais da emissora para falar sobre curiosidades e fatos de sua trajetória.

Ouça aqui o Sofá Bandeirantes de estreia com José Paulo de Andrade.

Na estréia, o apresentador e comentarista José Paulo de Andrade conversa sobre algumas saias justas que passou em mais de quatro décadas e meia de atuação na casa.

sábado, setembro 27, 2008

"Peças Raras" é destaque em programa da Bandeirantes AM

Fiori Giglioti faria 80 anos hoje.
Na foto extraída do site de Milton Neves, ele aparece como repórter de campo

Neste sábado o programa Você é Curioso?, apresentado por Marcelo Duarte e Silvânia Alves na Bandeirantes AM, contou com as nossas sonoras peças raras para homenagear o Dia do Rádio.

Ouça aqui como foi a minha participação.

Em destaque, você confere o "repórter voador" Franz Neto sobrevoa São Paulo no início dos anos 1970. Hélio Ribeiro foi o criador desta fórmula, a do sobervôo para informar sobre o trânsito da cidade com o "Abelhudo Cofap Bandeirantes". Tem ainda um depoimento de Fiori Giglioti sobre o momento em que chega a São Paulo. O áudio foi extraído de uma matéria especial sobre locução esportiva apresentada no programa "Grandes Momentos do Esporte", da TV Cultura, no início da década de 1990. Fiori faria 80 anos amanhã, neste dia 27 de setembro, se estivesse vivo.
Logo depois, um depoimento gravado com exclusividade para os 2 anos do podcast Peças Raras. Nele, Odayr Baptista fala da importância do saudoso narrador esportivo e diz porque o escolheu para imitar em sua Rádio Camanducaia.
Em época de Eleições, vale a pena ouvir de novo o jingle que foi criado para a campanha de Silvio Santos em 1989, quando o comunicador saiu candidato à Presidência da República. Lembra?
Tem ainda um achado que foi extraído de uma fita de rolo que chegou às minhas mãos já quase mofada. Graças ao empenho de um técnico de som que trabalha comigo na UNIP, o Carlos Santana - Carlão, recuperamos essa preciosidade. A peça rara remonta ao início do FM aqui em São Paulo e traz algumas passagens de uma locutora - da qual estou curioso para saber o nome (você sabe?) - na madrugada da Bandeirantes FM. Naquele tempo, cada música era anunciada e desanunciada e a locução era gravada, diferentemente do ritmo das FMs de hoje.
O programa na íntegra tem reprise logo mais, por volta de 21 horas. A Bandeirantes AM pode ser ouvida em AM 840 / FM 90,9 ou pelo site http://www.radiobandeirantes.com.br/.

sexta-feira, setembro 26, 2008

Livro conta história da Jovem Pan, na visão de Tuta

Estúdio principal da JP AM em São Paulo
A história da Jovem Pan contada por um de seus principais responsáveis. Este é o resultado do livro Sete Capítulos e Uma Grande História, escrito por Antonio Augusto Amaral de Carvalho, o Tuta.

Veja o vídeo sobre este lançamento apresentado por Wanderley Nogueira no site Jovem Pan Online .

Em 180 páginas, com fotos memoráveis como a de Fausto Silva entrevistando Pelé com os microfones da Jovem Pan, a publicação revela os bastidores dos últimos 59 anos da tradicional emissora.

Ouça a notícia veiculada na Jovem Pan AM neste 25 de setembro, Dia do Rádio.

A primeira edição do livro Sete Capítulos e Uma Grande História, lançada nesta semana da comunicação, está sendo distribuída a escolas de Comunicação, agências, empresários e funcionários da emissora.

quinta-feira, setembro 25, 2008

Peças Raras em destaque no Você é Curioso?, da Bandeirantes AM

O destaque do Você é Curioso?, neste sábado, 27 de setembro, às 10:30 h., serão nossas peças raras.
Eu terei a honra de ser entrevistado por Marcelo Duarte e Silvânia Alves ao vivo no programa da Bandeirantes AM.

Ouça o boletim Radioescuta Peças Raras de hoje sobre esta participação.

Na entrevista, vou apresentar 10 momentos marcantes do rádio e falar sobre eles. Se você está curioso para saber o que será destaque, vou revelar o grande momento que estou preparando.

Ouça uma homenagem a Fiori Giglioti que faria 80 anos neste dia 27 de setembro de 2008.


Zé Paulo de Andrade fala sobre sua relação com o rádio em podcast da Folha de São Paulo

Neste dia do rádio, comemorado em função do nascimento de Edgard Roquette-Pinto, a Folha Online também presta sua homenagem.

Clique aqui e acompanhe a participação de Zé Paulo de Andrade, apresentador e comentarista das manhãs da Bandeirantes AM.

quarta-feira, setembro 24, 2008

FGV mostra que rádios faturaram R$ 1,67 bilhão em 2007; deu no Meio & Mensagem Online

Boa notícia nesta véspera da comemoração de mais um Dia do Rádio. Leia o que saiu no MMOnline.


Pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgada na manhã desta terça-feira, 23, pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) revela que as rádios brasileiras tiveram receita de R$ 1,67 bilhão em 2007. Deste total, 89,2% são provenientes da publicidade, sendo que 58,2% da contratação de espaço via agências e 31% por meio de ações diretas das emissoras. Dados que, segundo o presidente da Abert, Daniel Slaviero, reforçam a necessidade da entidade trabalhar junto ao Legislativo e ao Executivo para evitar que projetos que propõem maior restrição à publicidade avancem. "Fica muito clara a dependência do setor do mercado publicitário. Na verdade é um mercado livre, aberto e gratuito, financiado exclusivamente pelos seus anunciantes. Qualquer iniciativa que vise a restrição de produtos que são legalmente autorizados a produzir e distribuir, entendemos como ameaça a liberdade de expressão comercial", afirmou Slaviero.Dentro desta perspectiva de receitas, o setor varejista é o que mais investe em anúncios no rádio: 45%; em seguida aparece o setor de telecomunicações com 8,2% do total de anúncios, perfumaria e farmácia com participação de 7%, os governos estaduais representam 6,7% do bolo, os municipais 6,2% e a administração federal investe 4,9% da sua verba nas emissoras de rádio do país. As bebidas alcoólicas que vem enfrentando restrições à veiculação de propaganda, correspondem a 1,5% do faturamento das rádios.O economista da FGV, Márcio Couto, destacou que todo o setor de radiodifusão ?-incluindo a televisão - gera 143,5 mil empregos diretor e 159,1 mil trabalhos indiretos. Isso, de acordo com Couto, evidencia a força que o setor possui no país, além de representar 0,49% do Produto Interno Bruto (PIB) de 2006. O pesquisador ressaltou ainda que, além de mostrar a receita do rádio, o levantamento mensurou os custos das emissoras de rádio."Identificamos que 62,9% dos custos das empresas estão relacionados à administração e pessoal, 14,1% correspondem à remuneração de agências e os demais custos são de energia, telecomunicações, manutenção, entre outros", explicou o economista.O levantamento partiu da base cadastrada de 3006 emissoras de rádio comerciais - 1556 foram contatadas e 917 responderam. Do total de respostas, 464 eram emissoras AM e 453 FM. Para o presidente da Abert, esse alcance possibilitou chegar ao verdadeiro número do faturamento do setor de rádio no país. Slaviero afirmou que agora o trabalho da entidade será reforçar aos empresários a importância de responder ao trabalho já consolidado e de referência desenvolvido pelo Intermeios, que hoje alcança 113 rádios e estimou faturamento de R$ 767,2 milhões para o setor em 2007. "Cabe a nós da Abert e às entidades locais trabalharmos para que as emissoras informem ao Intermeios, já que ele é o meio tradicional e que já trabalha com informações bastante confiáveis", ressaltou Slaviero.Em novembro a Abert deve apresentar os dados relativos à televisão.


(Alexandra Bicca - para o Meio & Mensagem)




sábado, setembro 20, 2008

Rádio Camanducaia Informa: Metrô já é realidade na cidade do sul de Minas; Ouça Odayr Baptista

Em São Paulo, um tema recorrente em todas as campanhas dos "prefeituráveis" é a ampliação do metrô pelos quatro cantos da cidade.
Enquanto eles fazem estas e outras promessas no rádio e na TV, Odayr Baptista, o criador da Rádio Camanducaia, mostra que na singela cidadezinha do sul de Minas, o transporte já está nos trilhos.


Abaixo, você acompanha imagens exclusivas - enviadas pelo genial radialista e ilustrador para toda a sua rede de contatos - do avanço metroviário em Camanducaia.



Pela ordem, fotos das estações Cantina do Alberto, A Gorda Elegante, Largo da Matriz,
Mercadinho Sarrubo, Casa San Rafael e Selaria Silva









Livro Eldorado: a Rádio Cidadã tem lançamento nesta segunda em São Paulo

Nesta segunda, dia 22 de setembro, às 19:30 h., o jornalista João Lara Mesquita lança o livro Eldorado: a Rádio Cidadã, pela editora Terceiro Nome. A noite de autógrafos será no Restaurante Dom Pedro, que fica no espaço Villa Albany - Gastronomia e Entretenimento: Rua Augusta, 2.805, Jardins – (11) 3061-2987.
João Lara foi diretor da emissora entre 1982 e 2003 e revela histórias curiosas que marcaram sua passagem pela rádio do grupo Estado.

Ouça aqui entrevista concedida pelo escritor ao programa Panorama Eldorado desta sexta, dia 19 de setembro.

Acompanhe a resenha sobre o livro, extraída do site da editora Terceiro Nome:
“Depois de estudar música em Nova York, o jornalista João Lara Mesquita voltou ao Brasil para assumir a rádio Eldorado, de sua família, que dirigiu entre 1982 e 2003.É essa história, sobre a sua gestão, que João conta no livro Eldorado, a rádio cidadã. Há capítulos engraçados, como o de seu encontro em um elevador com Adoniran Barbosa; capítulos hilários, como o do chá de cadeira para falar com um possível patrocinador; capítulos que mostram os bastidores das notícias, como o da entrevista com Pedro Collor de Mello e o do jantar na casa de Paulo Maluf; capítulos que mostram derrapadas, como o do anúncio antecipado da morte de Tancredo Neves; capítulos que falam sobre a cobertura do Paris-Dakar, do Prêmio Cara-de-Pau, da campanha pela despoluição do rio Tietê. E um capítulo emocionado, que põe um ponto final na história, quando a família Mesquita é substituída no Grupo Estado por uma administração profissional e João se despede dos companheiros que com ele faziam a rádio.”

Você sabe por que 21 de setembro é o dia do Radialista?

A semana que vai de 18 a 25 de setembro é tradicionalmente conhecida como Semana da Comunicação, sobretudo em ambientes universitários. Alguns fatos relevantes justificam a denominação. Em 18 de setembro de 1950 entrou no ar a primeira emissora de TV da América Latina (a Tupi); 21 de setembro é o dia do Radialista, comemorado desde 1945, após Decreto-Lei que fixou os níveis mínimos de remuneração dos que trabalham em empresas de radiodifusão; 25 de setembro é o Dia do Rádio, em homenagem a data de nascimento de Edgar Roquette Pinto (em 1884), considerado o Pai do Rádio no Brasil.

Ouça um depoimento de Nicolau Tuma, morto em 2006, em que o radialista explica ao jornalista Geraldo Nunes, da Rede Eldorado de Rádio, a origem do termo que designa os profissionais de rádio e TV no Brasil.

Foto de Nicolau Tuma extraída do site de Isto É Gente e creditada a Edu Lopes.


Nicolau Tuma foi pioneiro nas transmissões esportivas. A primeira partida de futebol que narrou foi em 1932, quando já trabalhava há 3 anos em rádio. Logo, ganhou o apelido de “speaker” metralhadora. Speaker era a forma como os locutores eram chamados à época; metralhadora se deve à agilidade com que Tuma narrava, permitindo ao ouvinte acompanhar o jogo em cima de cada lance, mesmo sem a imagem.
Ainda em 1932, o radialista teve fundamental importância para a Revolução Constitucionalista. Pela Rádio Record, foi dele a voz que transmitiu, em primeira mão, o início da Revolução Constitucionalista, em 9 de julho daquele ano.
O pioneirismo continuaria a ser a marca de Nicolau Tuma ao longo de sua trajetória profissional. Foi o primeiro também a narrar corridas de automóveis, durante a 2ª Guerra dirigiu a Rede de Emissoras Associadas.
Um lutador pelas causas democráticas, Nicolau Tuma – aos poucos – passou a atuar na política, em que permaneceu tendo destaque pelo pioneirismo. Teve participação marcante, por exemplo, na elaboração do primeiro Código Nacional de Trânsito e do primeiro Código Brasileiro de Telecomunicações.
Em 1969, deixa a política e continua a atuar como jornalista no rádio e na TV.
Nicolau Tuma morreu na noite de 11 de fevereiro de 2006, aos 95 anos, de falência múltipla dos órgãos.

sexta-feira, setembro 12, 2008

"Você é Curioso?" lança Banda The Soundtrackers

Rodrigo Rodrigues (à direita) e a rapaziada da Soundtrackers,
banda que faz "estréia mundial" no Você é Curioso? deste sábado

Depois de 3 semanas na China para fazer uma curiosa cobertura das Olimpíadas e de mais uma semana de férias, Marcelo Duarte volta ao comando – ao lado de Silvânia Alves - do programa de variedades das manhãs de sábado da Bandeirantes AM (840 KHz, FM 90,9 ou http://www.radiobandeirantes.com.br/).

Para marcar o retorno em alto estilo, o Você é Curioso? apresenta em primeiríssima mão o trabalho da banda The Soundtrackers.

Marcelo Duarte antecipa aqui a atração do programa de amanhã, que vai ao ar a partir das 10:30 h.

A banda The Soundtrackers é comandada pelo apresentador do programa Vitrine, da TV Cultura, Rodrigo Rodrigues e tem como proposta tocar ao vivo músicas que compõem a trilha sonora de filmes campeões de bilheteria dos anos 50 até os dias de hoje.

Conheça uma prévia no MySpace.


Há 40 anos, É Proibido Proibir!

Capa do Compacto com a música É Proibido Proibir

Em 15 de setembro de 1968, a TV Globo promoveu no TUCA (Teatro da Universidade Católica – PUC), a eliminatória paulista do III Festival Internacional da Canção.
Inspirado nos grafites que ganharam as ruas de Paris durante o movimento estudantil de maio daquele ano, Caetano Veloso defendeu – com os Mutantes – a canção É Proibido Proibir.
A platéia composta de estudantes não entendeu o recado e reagiu à apresentação de Caetano com ovos e tomates, além de uma sonora vaia.
O baiano improvisou então um dos discursos mais veementes da história da cultura nacional e, sem dúvida, um momento marcante do movimento Tropicalista.


Ouça aqui o discurso histórico de Caetano Veloso durante o III Festival Internacional da Canção.


Acompanhe a transcrição do discurso, publicada no blog Over Mundo:

“Mas é isso que é a juventude que diz que quer tomar o poder? Vocês têm coragem de aplaudir, este ano, uma música, um tipo de música que vocês não teriam coragem de aplaudir no ano passado! São a mesma juventude que vão sempre, sempre, matar amanhã o velhote inimigo que morreu ontem! Vocês não estão entendendo nada, nada, nada, absolutamente nada. Hoje não tem Fernando Pessoa. Eu hoje vim dizer aqui, que quem teve coragem de assumir a estrutura de festival, não com o medo que o senhor Chico de Assis pediu, mas com a coragem, quem teve essa coragem de assumir essa estrutura e fazê-la explodir foi Gilberto Gil e fui eu. Não foi ninguém, foi Gilberto Gil e fui eu!Vocês estão por fora! Vocês não dão pra entender. Mas que juventude é essa? Que juventude é essa? Vocês jamais conterão ninguém. Vocês são iguais sabem a quem? São iguais sabem a quem? Tem som no microfone? Vocês são iguais sabem a quem? Àqueles que foram na Roda Viva e espancaram os atores! Vocês não diferem em nada deles, vocês não diferem em nada. E por falar nisso, viva Cacilda Becker! Viva Cacilda Becker! Eu tinha me comprometido a dar esse viva aqui, não tem nada a ver com vocês. O problema é o seguinte: vocês estão querendo policiar a música brasileira. O Maranhão apresentou, este ano, uma música com arranjo de charleston. Sabem o que foi? Foi a Gabriela do ano passado, que ele não teve coragem de, no ano passado, apresentar por ser americana. Mas eu e Gil já abrimos o caminho. O que é que vocês querem? Eu vim aqui para acabar com isso!Eu quero dizer ao júri: me desclassifique. Eu não tenho nada a ver com isso. Nada a ver com isso. Gilberto Gil. Gilberto Gil está comigo, para nós acabarmos com o festival e com toda a imbecilidade que reina no Brasil. Acabar com tudo isso de uma vez. Nós só entramos no festival pra isso. Não é Gil? Não fingimos. Não fingimos aqui que desconhecemos o que seja festival, não. Ninguém nunca me ouviu falar assim. Entendeu? Eu só queria dizer isso, baby. Sabe como é? Nós, eu e ele, tivemos coragem de entrar em todas as estruturas e sair de todas. E vocês? Se vocês forem... se vocês, em política, forem como são em estética, estamos feitos! Me desclassifiquem junto com o Gil! Junto com ele, tá entendendo? E quanto a vocês... O júri é muito simpático, mas é incompetente.Deus está solto!Fora do tom, sem melodia. Como é júri? Não acertaram? Qualificaram a melodia de Gilberto Gil? Ficaram por fora. Gil fundiu a cuca de vocês, hein? É assim que eu quero ver. Chega!”

quinta-feira, setembro 11, 2008

Audição do Mês com Chico Buarque na Rádio Matraca, da USP FM

Discografia de Chico Buarque nos anos 70, extraída do site do artista

O programa Rádio Matraca revive os tempos em que as pessoas se reuniam nas tardes de sábado e curtiam um disco na vitrola. É a Audição do Mês, que conta com a ajuda dos ouvintes para escolher o LP que será ouvido na íntegra.

Ouça a participação de Laert Sarrumor, que explica como é a promoção.

Ainda dá tempo para você votar e concorrer a um jantar completo na Pizzaria da Concheta, no Bixiga, com direito a um acompanhante. Envie email para radiomatraca@terra.com.br e escolha o disco de sua preferência, entre esses seis lançados nos anos 1970 pelo mestre Chico Buarque de Holanda:

Construção (1971)
Calabar, O Elogio da Traição (ou Chico Canta) (1973)
Sinal Fechado (1974)
Meus Caros Amigos (1976)
Chico Buarque (1978)
Ópera do Malandro (1979)

O disco mais votado será executado na íntegra no programa que irá ao ar neste sábado, dia 13 de setembro, quando um ouvinte será sorteado e ganhará um jantar completo na Pizzaria da Concheta, no Bixiga, com direito a um acompanhante.
Participe e boa sorte!

RÁDIO MATRACA, programa de música, humor e curiosidades, produzido e apresentado por ALCIONE SANNA e LAERT SARRUMOR.
TODO SÁBADO, 17h, PELA USP FM - 93,7 Mhz
Ouça também pela internet:
em tempo real, no site da Rádio USP: http://www.radio.usp.br/
Ou a qualquer momento, na semana seguinte ao programa ser apresentado, no link
http://www.radio.usp.br/programa.php?id=20


Saiba mais sobre Chico na década de 70:

Acompanhe aqui os detalhes e uma entrevista de Chico se passando por Julinho de Adelaide.


terça-feira, setembro 09, 2008

O Humor continua no ar: A Turma da Maré Mansa no Radioescuta Peças Raras

Quando iniciei a produção do podcast Peças Raras em maio de 2006, tinha muita vontade de apresentar no episódio de número 1 um trecho de A Turma da Maré Mansa. Afinal, lembro-me de quando tinha meus 8 anos de idade e ia para a imensidão do meu quarto e lá colocava, embaixo do travesseiro, o rádio sintonizado na Globo do Rio.
Era mágico ouvir e imaginar cada cena do humorístico.
Demorou algum tempo até que, graças a contatos com outros colecionadores de trechos radiofônicos consegui uma boa seqüência daquele programa que marcou os anos 70 e 80.

Neste caso, os responsáveis pela peça rara são: o Talvane Lukato, que comanda o Museu do Rádio de São Luiz do Maranhão (que tinha o áudio em uma fita), e o Hugo Rosa, do site Outras Bossas, que se empenhou em melhorar a qualidade do som original.

Ouça aqui meia hora da "impagável" Turma da Maré Mansa.

Leia mais na Wikipedia.

sexta-feira, setembro 05, 2008

Gafes Radiofônicas no Comédia em Pé - Maurício Menezes

Mais uma peça rara escreve e contribui com este blog.
Desta vez é o Leandro Valino, do blog Criação Diário.
Aluno de terceiro ano de Propaganda e Marketing, Valino publica diariamente dicas, curiosidades e notícias de Criação. Passe por lá e conheça o trabalho desse jovem talento.
Bem, mas vamos à contribuição do Leandro Valino. Ele envia um link do YouTube em que Maurício Menezes se apresenta no projeto de stand-up Comédia em Pé.
Na mesma linha do que trouxemos esta semana com o pioneiro José Vasconcelos, o comediante dedica um momento de seu espetáculo solo às gafes radiofônicas. Confira!




Em breve, eu trago mais sobre o trabalho do nosso novo colaborador Leandro Valino.

quinta-feira, setembro 04, 2008

Notícia em 1ª Audição: Antônio Celso volta a pilotar A Máquina do Som

Conforme anunciamos neste blog em 11 de julho de 2008, A Máquina do Som de Antonio Celso está de volta.
Quem trouxe a notícia em primeira mão foi mais uma vez nosso correspondente radiofônico Luiz Uchida.
Por enquanto, a mais nova radioweb está no ar ainda em formato beta e fase experimental. Em dez dias, Antônio Celso prevê que a rádio vai estar com seu formato definido.

Os time de locutores é de primeiríssima e todos passaram pelos microfones da emissora na fase áurea do pioneirismo em rádio musical no Brasil: Carlos Henrique, Dedé Gomes, Wellington de Oliveira, Ailton Silva, Jorge Chamberlein, Júlio César, Sérgio Boca, César Fofá.

A equipe técnica, por enquanto, é formada por: Bruno Bento e Nelson Wolter (nasceu na Alemanha e é mais um profissional que fez parte da Excelsior original.


O site foi desenvolvido pela empresa Lab 3.


Outra curiosidade: os detalhes jurídicos da rádio ficam a cargo do Dr. Paulo Barbosa, que foi um dos programadores da emissora.

Para ouvir, basta clicar aqui ou na imagem da Máquina do Som.

Embarque nesta e boa viagem. Em breve, confira um bate-papo com Antônio Celso com exclusividade em nosso blog/podcast Peças Raras.

ATUALIZAÇÃO EM NOVEMBRO DE 2010:

Desde que publicamos a auspiciosa notícia do retorno da "Máquina do Som" em versão de radioweb neste blog, o assunto está entre os mais clicados. A iniciativa do original Antonio Celso mereceu diversos comentários e muita repercussão no final de 2008 e durante o início do ano passado.

O investimento em equipamentos e no espaço físico da rádio foi pra valer. Aliás, não sei se alguma outra de iniciativa pessoal que transmite exclusivamente pela web ousou fazer o mesmo até hoje.

A notícia que guardo há meses comigo, em respeito ao pioneirismo da máquina e por ter me mantido na torcida por uma reversão do quadro, é a de que a emissora não está mais no ar.

Agora, impulsionado por um comentário da apresentadora Silvânia Alves no Você é Curioso?, da Rádio Bandeirantes, no sentido de aplaudir a volta da Excelsior, percebi que é importante que você que gosta de rádio saiba que para a máquina engrenar novamente é preciso que empresários passem a acreditar e a investir em mídias independentes exclusivamente transmitidas via web.

Ouça o Mofolândia em homenagem a Antonio Celso e, em seguida, o comentário de Silvânia Alves.

Quer fazer algo para voltar a ouvir as melhores músicas de todos os tempos durante o tempo todo? Então, deixe um comentário aqui neste blog manifestando esse interesse e eu respondo a você como isso é possível.



Vale a Pena Rir de Novo: Zé Vasconcelos - pioneiro do Stand-up

Clique no título acima ou na imagem abaixo e ouça a edição de 10 de julho do ano passado do podcast Peças Raras.

Nesta edição, apresento um trecho do programa São Paulo de Todos os Tempos, comandado por Geraldo Nunes e que passará a se chamar Brasil em Todos os Tempos a partir deste mês, na Rede Eldorado de Rádio. Curta a genialidade e todo o humor de Zé Vasconcelos, o primeiro artista a fazer um show solo de piadas no Brasil. Vale a pena rir de novo! No destaque, foto extraída do portal Unicamp.
Ouça também o boletim Radioescuta Peças Raras sobre o humorista, que foi ao ar hoje, às 11 horas, pela Rádio Malaveiaweb.


Sintonize: Rádio Matraca e Blog do Língua


Como acontece toda semana, o produtor e um dos apresentadores da Rádio Matraca, apresentada aos sábados, 17 horas, pela USP FM (93,7 ou http://www.radio.usp.br/) antecipa as atrações deste final de semana.
A edição deste dia 06 de setembro será uma "fashionweek" musical. O programa abre o guarda-roupa sonoro e leva ao ar um especial com músicas que tem como tema roupas de vestuário.
Antes, para preparar o clima, o ouvinte confere detalhes da gravação de "A Promessa do Jacó", divertida composição interpretada pelos Demônios da Garoa.
Outro destaque é a seção Cantor Misterioso. Ouça e veja se você descobre quem está cantando Domingo no Parque, de Gilberto Gil.


Aproveito para dividir outra atração radiofônica de Laert Sarrumor, Ayrton Mugnaini Jr. e cia. A exemplo do que as rádios jornalísticas têm feito, ao utilizar a internet como alternativa para continuar suas transmissões durante a veiculação do Horário Eleitoral, o Blog do Língua oferece mais uma alternativa.
O recado é do próprio Laert, que me enviou esta mensagem agora a pouco por e-mail: "Fuja do Horário Político Obrigatório! Ouça o Horário Político Opcional. Confira no Blog do Língua: http://blogdolingua.zip.net/"
Eu conferi. Piada por piada, sou mais estas do que a dos nossos políticos. São muito mais originais.
Divirta-se com música, humor e informação. Sintonize a Rádio Matraca pela USP FM ou acompanhe as novidades no Blog do Língua.





quarta-feira, setembro 03, 2008

Show de Aniversário da Alpha FM reúne Geração 80

A rádio Alpha FM comemora aniversário com convidados especiais. Alguns dos principais nomes do pop nacional - da Geração 80 - estarão juntos no palco do HSBC Brasil, dia 04 de setembro, quinta-feira, formando uma única banda e cantando seus maiores hits. Entre eles estão Roger, do Ultraje a Rigor, Teddy, do Nenhum de Nós, George Israel, do Kid Abelha, Leoni, Dinho Ouro Preto, vocalista do Capital Inicial, e Léo Jaime, entre outros.

Quando: quinta, 04/09
Horário: 21:30h.
Local: HSBC Brasil
Preço: de R$60,00 a R$ 120,00
(Fonte: site da Alpha FM)






terça-feira, setembro 02, 2008

Retrato de Drummond


Em agosto do ano passado, produzi uma edição especial do podcast Peças Raras sobre Carlos Drummond de Andrade. À época, a intenção era a de lembrar a passagem de 20 anos sem o nosso poeta do cotidiano.
Preparei o roteiro, gravei a locução, mas, por causa dos cuidados dedicados ao meu filho que havia acabado de nascer, não tive condição de finalizar e publicar o episódio.
Agora, aproveito a reestréia da peça As Pessoas de Drummond, da Cia. Literarte, para reeditar e atualizar o material.

Nesta edição especial, você ouve trechos da última entrevista concedida pelo poeta mineiro, acompanha a interpretação do poeta para dois de seus textos mais conhecidos e ouve parte da trilha sonora original composta para a peça que está em cartaz no teatro Commune, na região central de São Paulo.

A ÚLTIMA ENTREVISTA
No dia 22 de agosto de 1987, cinco dias após a morte de Drummond, o suplemento Idéias, do Jornal do Brasil apresentou a última e exclusiva entrevista do poeta mineiro ao jornalista Geneton Moares Neto.

Acompanhe a entrevista aqui.

No dia 5 de agosto daquele ano de 1987, morre a mulher que Drummond mais amou na vida. Sua amiga, confidente e filha Julieta. Apenas 12 dias após esse fato, Drummond morre de paixão fulminante.

Vale a Pena Ouvir de Novo: Meus Jingles Inesquecíveis

Clique no link acima e acompanhe mais uma edição do podcast Peças Raras (que foi ao ar originalmente em 03 de agosto de 2008). Desta vez, ouça os maiores sucessos da música comercial. Calma! O nosso podcast continua a destacar o rádio e sua qualidade. Acompanhe a minha seleção dos 10 melhores jingles de todos os tempos. Aproveite para concorrer a um CD com esses e outros jingles participando da promoção POD ESCOLHER. Em tempo: alguns dos autores dessas verdadeiras peças raras que você ouve nesta edição são Archimedes Messina (Café Seleto), Renato Teixeira (Bala de Leite Kids), Zé Rodrix (Chevrolet) e o saudoso Sérgio Mineiro (Antarctica).

terça-feira, agosto 26, 2008

Metendo o Pé na Lama revela bastidores do 1º Rock in Rio


Detalhe da capa do livro de Cid Castro

Chega às livrarias Metendo o Pé na Lama. Escrito por Cid Castro, a obra traz detalhes curiosos e interessantes sobre o maior festival de rock de todos os tempos.

Cid tem autoridade para falar sobre o assunto. Ele tinha seus vinte e poucos anos e trabalhava na Artplan – agência de publicidade de Roberto Medina que idealizou o evento – em 1985.


Cid foi o criador da logomarca do festival
Medina e equipe transformaram a América do Sul no continente da guitarra, imagem que ficou eternizada no logotipo do Rock in Rio. Mas, apesar da experiência com grandes shows internacionais no Brasil, como Barry White, Julio Iglesias e Frank Sinatra, a Artplan teve um grande prejuízo com o festival que transformou a cidade maravilhosa na capital mundial do rock.

Esta é uma das revelações de Cid Castro em Metendo o Pé na Lama. Em entrevista à Bandnews FM, durante o lançamento da obra na 20ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, Cid afirmou que um dos motivos que contribuiu para isto foi o embargo das obras feito pelo então governador do Rio, Leonel Brizola. Era uma briga política, já que os Medina tinham feito a campanha para o Moreira Franco. Segundo o autor, o festival só aconteceu pela intervenção de Tancredo Neves, que virou o presidente – apesar de não ter chegado a assumir - durante aquele grande evento.

Para quem era jovem naquele ano de 1985, no entanto, o que ficou na memória foram 90 horas de música em 10 dias de festival. Mais de um milhão de pessoas acompanharam de perto shows nacionais de artistas como: Lulu Santos, Blitz, Kid Abelha, Barão Vermelho e Paralamas do Sucesso. Nomes do primeiro time do rock internacional – AC/DC, Iron Maiden, Ozzy Osbourne e outros – também marcaram presença pela primeira vez no Brasil.


Serviço
Livro: Metendo o Pé na Lama
Autor: Cid Castro
Editora: Scortecci
Formato 14 x 21 - 204 páginas
1ª edição - 2008

quarta-feira, agosto 20, 2008

Ouça A Cartomante, de Machado de Assis



O mais recente episódio do Peças Raras antecipa as homenagens ao centenário de morte do escritor fluminense Machado de Assis (29 de setembro).
Para lembrar aquele que é considerado o grande escritor brasileiro, o podcast apresenta os bastidores e um episódio da premiada série Personagem Procura Radioator.
Exibida a partir de 25 de setembro de 2000, pela Cultura FM de São Paulo, os radioteatros são o resultado de quatro adaptações literárias de contos de Machado de Assis.
O projeto teve início em workshops no SENAC a partir de 1998 e foi uma iniciativa dos professores: Antonio Adami, Mara Prado, Simone Freitas e Sonia Avallone.
No podcast, o destaque fica para as participações de Adami e Mara, que revelam como foram escolhidos os textos e como foi o processo de criação e produção do material. Em seguida, o ouvinte tem a oportunidade de ouvir ou relembrar o primeiro episódio da série: A Cartomante.
A série de radioteatro teve seqüência com as adaptações para os contos A Igreja do Diabo, Casa Não Casa e O Enfermeiro. A parceria entre a Rádio Cultura e o Centro de Comunicações e Artes do Senac de São Paulo foi premiada pela Associação Paulista dos Críticos de Arte – APCA - como melhor iniciativa de rádio naquele ano.

Arte de Newton Foot para A Cartomante, extraída do site universohq.com

segunda-feira, agosto 18, 2008

Chico Buarque driblou a censura com Julinho de Adelaide na década de 70


Francisco Buarque de Hollanda nasceu no Rio de Janeiro em 19 de junho de 1944. Aos dois anos de idade, mudou-se para São Paulo. Voltou ao Rio apenas em 1970, após um período em que esteve exilado na Itália.
Naqueles anos de chumbo, toda e qualquer música com a assinatura de Chico Buarque era proibida.
É daí que surge uma das principais criações de Chico Buarque. Usando o heterônimo de Julinho de Adelaide, o cantor e compositor consegue burlar a censura e faz suas críticas chegarem ao grande público.
Em setembro de 1974, o jornal Úlitma Hora traz uma entrevista exclusiva com Julinho de Adelaide. Conduzida por Mário Prata e Melchíades Cunha Jr., a conversa gravada torna-se um dos mais intreressantes registros daqueles anos 70.

Quando a farsa foi descoberta pelos censores, músicas como Acorda Amor, Jorge Maravilha e Milagre Brasileiro já tinham chegado ao público. A partir deste episódio, a censura passou a exigir que as composições fossem enviadas juntamente com os documentos de identidade de seus respectivos autores.
Para entender um pouco mais deste momento histórico da MPB e da sociedade brasileira, leia aqui a íntegra da entrevista.


sexta-feira, agosto 08, 2008

Festa Na Geral

Lélio, eu, Zé Paulo e Beto Hora


Nesta sexta, dia 8 de agosto, ganhei um grande presente de aniversário. Por ter sido o vencedor da promoção Papai Na Geral, o programa apresentado por Zé Paulo da Glória, Lélio Teixeira e Beto Hora foi feito no salão de festas do meu prédio.
A diversão rolou solta com o bom humor do trio. Para mim, foi emocionante participar de perto de uma atração que faz da inteligência e do improviso suas principais armas. É incrível ver Beto Hora dar voz e vida à sua galeria de personagens.
Sem dúvida, o Na Geral faz jus à melhor tradição do rádio vivo e ao vivo.

Acompanhe aqui a edição do Na Geral deste dia 8 de agosto, na íntegra.


Eu e o filhão, o responsável pela mensagem que valeu o prêmio


Eu e minha esposa, Vanessa com o Beto e o Zé Paulo





Radioescuta Peças Raras na Malaveiaweb


Imagem extraída do blog Kaiser Keller
O boletim Radioescuta Peças Raras destaca o que é notícia neste blog.
De segunda a sexta, entre 9 e 10 da manhã, ao vivo, eu converso sobre curiosidades do mundo radiofônico.
Na participação de hoje, o assunto foi Raul Seixas assumindo um plágio em entrevista a Laert Sarrumor e Ayrton Mugnaini Jr., no programa Rádio Matraca, em meados dos anos 80.

Confira aqui o boletim no ar.

Na próxima segunda, fique ligado na Malaveiaweb, que pode ser ouvida diretamente aqui no Blog Peças Raras, entre 9 e 10 da manhã e também perto do meio-dia para permanecer em sintonia com o Radioescuta Peças Raras.

quinta-feira, agosto 07, 2008

Eu Sou o Papai Na Geral

Na noite desta quarta, dia 6 de agosto, foi divulgado o resultado da promoção Papai Na Geral, da Rádio Bandeirantes.
Os participantes gravaram mensagens divertidas para seus pais, que foram apresentadas desde o início da semana passada no programa que fala de futebol sempre com o bom humor em campo.

Ouça aqui a mensagem vencedora do meu filho.

Como prêmio, amanhã, a partir das 18:30 h., o programa Na Geral (transmitido em AM 840 e FM 90,9 e 96,1) será transmitido ao vivo do salão de festas do meu prédio.

segunda-feira, agosto 04, 2008

Workshop de Podcast no SENAC neste sábado, 9 de agosto

No sábado, dia 09 de agosto, das 9 às 18 horas, estarei no Senac Lapa Scipião para conduzir a 2ª edição do Workshop Podcast – da criação à veiculação.
Leia as informações a seguir:
O termo podcast refere-se a uma forma de publicação de arquivos de áudio, com características de programa de rádio, que permite a atualização automática via internet e pode ser tanto ouvido diretamente no computador como baixado em aparelhos de MP3.
O evento traça um panorama da web 2.0 e das mídias sob demanda para contextualizar o Podcast neste cenário; aponta as situações em que o meio é mais recomendável e apresenta as ferramentas básicas para se criar, produzir, publicar e divulgar os conteúdos de som na rede de computares. O programa é voltado para estudantes e profissionais de comunicação, marketing, assessoria de imprensa ou que possuam um trabalho artístico voltado para música ou artes plásticas.
Quem coordena a atividade é Marcelo Abud, comunicador formado pelo Senac e graduado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Cásper Líbero. Abud foi locutor das rádios Gazeta, Vanguarda FM e emissoras do Sistema Shopping de Comunicação. Atualmente é professor de Criação e Produção de Áudio e de Radiojornalismo na Universidade Paulista (UNIP), sócio-proprietário da produtora Peças Raras e mantém dois Podcasts no ar: Peças Raras, sobre a evolução do rádio; e O Toque, sobre música independente.
São ofertadas até 15 vagas para o workshop, que tem carga de 8 horas e confere certificado aos participantes. As inscrições podem ser feitas pelo site do Senac ou pessoalmente, no setor ao cliente da unidade Lapa. O investimento é de R$ 70,00 - preço à vista, com pagamento em dinheiro, cheque pré-datado ou cartão de crédito (Visa, Visa Electron, Credicard, Mastercard e Diners Club).

Confira uma edição do podcast Peças Raras com um piloto de podcast produzido pelos alunos da primeira edição do workshop.

Workshop: Podcast - da criação à veiculação
Quando: Sábado, 09 de agosto de 2008, das 9 às 18 horas
Onde: Senac Lapa Scipião
Rua Scipião, 67 - Lapa São Paulo - SP
Quanto: R$ 70,00
Mais informações pelo telefone (11) 3475-2200 ou pelo e-mail lapascipiao@sp.senac.br.

sábado, agosto 02, 2008

Crie o logotipo da USP FM e concorra a R$3 mil

A Rádio USP está mudando de logotipo. Se você é estudante regularmente matriculado em qualquer curso de graduação ou pós-graduação de uma instituição de Ensino Superior, participe! Envie sua proposta! O vencedor vai receber R$3 mil em dinheiro. Serão concedidas ainda 4 menções honrosas. Clique e confira o regulamento.

sexta-feira, agosto 01, 2008

Lilian Knapp ao vivo na Rádio Matraca, da USP FM

Laert Sarrumor, líder do Língua de Trapo e apresentador da Rádio Matraca
Ela já foi a queridinha da Jovem Guarda, fazendo dupla com o Leno. Vendeu mais de três milhões de discos com a música "Sou Rebelde", na década de 80! Hoje em dia, é a musa do rock alternativo. Neste sábado, a convidada da RÁDIO MATRACA é a cantora e compositora Lilian Kanpp. Ela estará acompanhada dos integrantes de sua nova banda de rock, KYNNA: o guitarrista Luiz Carlini, lenda viva do rock brasileiro, e o baterista e maridão Cadu Nolla.
Nos anos sessenta, ela arrancava suspiros de jovens enamorados, ao apresentar-se de franjinha loira, minissaia e bota, cantando baladas românticas, como "Pobre Menina", "Eu não sabia que você existia", "A Pobreza" e "Devolva-me", regravada recentemente por Adriana Calcanhoto, sucessos da dupla Leno e Lilian.
Longe disso tudo, o trabalho da banda Kynna se notabiliza por gravações personalíssimas de artistas da nova cena independente do rock tupiniquim, como Júpiter Maçã, Wander Wildner, Bidê ou Balde e a banda Tetine, radicada em Londres.O final do programa é apoteótico: Lilian, Carlini, Cadu e Laert Sarrumor cantam, à capela, "O Pica-Pau", composição da sempre jovem e loira convidada.
RÁDIO MATRACA, programa de música, humor e curiosidades, produzido e apresentado por ALCIONE SANNA e LAERT SARRUMOR.
TODO SÁBADO, 17h, PELA USP FM - 93,7 Mhz
Ouça também pela internet: em tempo real, no site da Rádio USP http://www.radio.usp.br/
Ou a qualquer momento, no link: http://www.radio.usp.br/programa.php?id=20
Fonte: Laert Sarrumor


quinta-feira, julho 31, 2008

Rádio Record faz contratações rumo à liderança no AM

A Rádio Record reforçou a equipe de apresentadores e iniciou um audacioso projeto para superar as emissoras concorrentes. O principal objetivo da direção da Rádio Record é posicionar a emissora no quarto lugar de audiência no ranking geral da capital de São Paulo e, consequentemente, chegar mais próximo da segunda colocada no ranking das rádios populares.
Os novos contratados da Rádio Record são Zé Bettio, Leão Lobo e Débora Santilli. Os contratos dos comunicadores começam a vigorar no dia 1 de agosto.

Ouça aqui Cacá Siqueira anunciando as novas atrações

Confira a data de estréia de cada um dos apresentadores e a descrição dos respectivos programas:
Leão Lobo - Estréia dia 2 de agosto: De segunda a sexta-feira, o jornalista participará dos seguintes programas: "Paulinho Boa Pessoa", "Mulher Nota 1000" e "Balanço Geral". Nas atrações, Leão Lobo vai falar sobre as principais novidades do meio artístico.Aos sábados, das 11h às 13h, o comunicador comanda o "Programa Leão Lobo". O programa de variedades vai apresentar entrevistas com famosos, vai tocar as músicas que fazem sucesso no Brasil e no mundo, vai dar muitos prêmios e também fará a função de prestador de serviço aos ouvintes da Rádio Record.
Zé Bettio - Estréia dia 4 de agosto:O programa de um dos maiores nomes da história do rádio brasileiro vai ao ar diariamente na Rádio Record das 5h às 7h. Zé Bettio permanece com seu estilo inconfundível: apresenta o programa como se estivesse em uma fazenda.Com muita alegria e entusiasmo, o comunicador fala sobre a cultura caipira do interior de São Paulo.Os ouvintes da Rádio Record vão acompanhar o melhor da música sertaneja do presente e também a 'moda de viola' do passado.O mugido da vaca batizada de "Mimosa", o zurro do jumento "Teimoso", o canto do galo "Lero Lero" e o coaxar do sapo "Bidú". Esses são alguns dos personagens do programa Zé Bettio.
Débora Santilli - Estréia dia 2 de agosto: Nas noites de segunda-feira, das 22h às 22h30, a jornalista participa do programa "Balanço Geral", apresentado pelo comunicador João Ferreira. Débora Santilli comandará um programa de entrevistas com convidados do mundo artístico e personalidades públicas.Experiente (ex-repórter da Rádio CBN e atual apresentadora do Programa Shop Tour), ela tratará as entrevistas com conhecimento e competência.
Rádio Record - 1000kHz AM

Fonte: site da Rádio Record