domingo, novembro 30, 2008

SOS Santa Catarina

Santa Catarina precisa da solidariedade de todos. As chuvas intensas e incessantes já mataram mais de 110 pessoas e deixaram dezenas de milhares de pessoas desabrigadas.

A exemplo do que costuma acontecer nesses momentos, diversas iniciativas têm arrecadado recursos para auxiliar as cidades da região. Os grupos de comunicação também promovem campanhas.

Hoje, às 15:30, o Grupo Bandeirantes integra suas emissoras de rádio e TV e, sob o comando de José Luiz Datena anuncia como as pessoas podem contribuir nas sedes de suas instalações em diversas cidades brasileiras.


Já a TV Cultura reúne grandes nomes da MPB show SOS Santa Catarina no Anhembi, em São Paulo.

Ed Motta, Chico César, Fabiana Cozza, Simoninha, Jairzinho Oliveira, Lecy Brandão, DJ Thayde, Inimigos da HP, Cláudio Zoli, Inezita Barroso, Yamandu Costa, César Menotti e Fabiano, turma do Cocoricó e apresentadores da emissora prestam apoio às vítimas das enchentes em Santa Catarina.

Para participar do show, basta levar uma garrafa de água mineral ou um cobertor. O estacionamento será gratuito.

O evento será transmitido ao vivo pela TV Cultura a partir das 20h e pela internet a partir das 18h.

Serviço:
Domingo, 30 de novembro a partir das 20h
Grande Auditório - Portão 34
Anhembi - São Paulo
Estacionamento gratuito
Os portões serão abertos a partir das 18h.

Exemplo de Solidariedade

Em maio de 1985, a campanha Nordeste Já reuniu centenas de artistas brasileiros em prol do Nordeste, que naquele período foi castigado por intensas chuvas.

Para arrecadar fundos e ajudar aos cerca de 800.000 pessoas desabrigadas, 155 músicos brasileiros gravaram o compacto "Nordeste Já". O disco com as músicas “Chega de Mágoa” e “Seca d’Água” foi vendido nas agências da Caixa Econômica Federal em todo o país.
''Nordeste Já'' foi uma iniciativa do Sindicato dos Músicos Profissionais do Município do Rio de Janeiro e reuniu os maiores nomes do canto e da música instrumental brasileira. Na verdade, não foi a primeira vez que artistas usaram a música como arma em prol de dias melhores. Um pouco antes da união brasileira, a bandeira do combate à miséria foi levantada por cantores e músicos americanos e ingleses reunidos nos projetos “Usa for Africa” e “Live Aid”.


Ouça aqui um boletim Radioescuta Peças Raras sobre a campanha Nordeste Já! e a música Chega de Mágoa.


A versão brasileira contou com o apoio de mais de 3.000 emissoras de rádio, que incluíram em sua programação o lado 1 do compacto, justamente a música “Chega de Mágoa”. Composta por Gilberto Gil, com letra dele e de outros onze compositores que participam do disco, como Chico Buarque e Milton Nascimento, no compacto a música vem assinada como “criação coletiva”. Entre os instrumentistas, destacam-se os pianos do saudoso Tom Jobim e de Wagner Tiso.
O lado 2 do compacto trazia “Seca d´Água”, que veio assinada no compacto como criação coletiva sobre poema de Patativa do Assaré. Em meio à união dos artistas brasileiros, não faltaram lances pitorescos. As cantoras Emilinha Borba e Marlene, arqui-rivais dos tempos da Rádio Nacional, encontraram-se pela primeira vez em muitos anos e riram de velhas rixas.


Nenhum comentário: