segunda-feira, outubro 31, 2011

Dia D... reverenciar Drummond



A minha homenagem ao Dia D... de reverenciar o poeta do povo.


A ÚLTIMA ENTREVISTA
No dia 22 de agosto de 1987, cinco dias após a morte de Drummond, o suplemento Idéias, do Jornal do Brasil apresentou a última e exclusiva entrevista do poeta mineiro ao jornalista Geneton Moares Neto.

Acompanhe a entrevista aqui.

No dia 5 de agosto daquele ano de 1987, morre a mulher que Drummond mais amou na vida. Sua amiga, confidente e filha Julieta. Apenas 12 dias após esse fato, Drummond morre de paixão fulminante.




terça-feira, outubro 25, 2011

Aluani Neto, da JP, morre aos 82 anos

do site Jovem Pan Online

O rádio está mais triste nesta terça-feira. O grande companheiro de Jovem Pan, Aluani Neto, faleceu aos 82 anos na madrugada desta terça-feira, em Campinas, no interior de São Paulo, por falência múltipla de órgãos decorrente de um acidente vascular cerebral (AVC).
Aluani Neto em reportagem do Vitrine, da TV Cultura, em 1991.





Ouça aqui o boletim da emissora, que relembra momentos marcantes do jornalista.

Benjamin Aluani Neto fazia hemodiálise periodicamente depois de retirar um rim, e estava internado no Hospital Vera Cruz desde o último dia 15, devido a um problema de infecção bacteriana.

Ainda não há informações sobre local e horário de velório e sepultamento, mas familiares informaram que o corpo será levado a Serra Negra.
Aluani Neto era um dos jornalistas mais antigos da Jovem Pan. Na emissora desde os anos 50, ele se consagrou como repórter da cidade, principalmente a bordo do Vermelhinho Jovem Pan.

Mas também cobriu diversos outros setores, como Esportes, Detran, Carnaval, Prefeitura de São Paulo, Palácio do Governo, entre muitos outros. Nos anos 70 e 80, também trabalhou na Folha da Tarde e Folha de S.Paulo.

Natural de Barretos, no interior de São Paulo, mas criado em Muzambinho, em Minas Gerais, ele era pai de um casal de filhos e avô de três netos.

Abu provoca Eli Corrêa


Há uma semana, na terça, dia 18 de outubro, o "homem sorriso do rádio" foi provocado por Antônio Abujamra, na atração exibida pela TV Cultura de São Paulo.

O programa traz um lado desconhecido de Eli Corrêa, já que é justamente esta a proposta do inteligente Provocações. Acompanhe a entrevista (em 3 partes) nos links abaixo:

- Provocações com Eli Corrêa - 1ª parte

- Provocações com Eli Corrêa - 2ª parte

- Provocações com Eli Corrêa - 3ª parte

Eli é líder de audiência no rádio AM e o quadro Que Saudade de Você, que vai ao ar às 14 h. pela Capital AM é o mais ouvido do horário há 4 décadas.

Ouça mais:
Eli Corrêa também já deu o seu "oiiiiii, gente!" em nosso blog na seção Radiografia, há exatos dois anos. Ouça a entrevista exclusiva, em que fala sobre a trajetória no rádio, nos players abaixo:

- Radiografia com Eli Corrêa 


terça-feira, outubro 18, 2011

RealCast: os bastidores da publicidade

Andre Minassian, apresentador
 do RealCast
O processo criativo faz parte do cotidiano de qualquer profissional de Comunicação e, às vezes, alguns nem se dão conta do caminho percorrido para se chegar a um bom resultado. Já para quem atua em outras áreas, é ainda mais difícil saber como um deteminado projeto se originou.

Quando o assunto é a produção de um fonograma - peça publicitária para o radio - há outros fatores a serem considerados. A ideia deve estar a serviço dos elementos sonoros que vão dar vida àquela criação.

Foi com o objetivo de revelar os bastidores da criação e da produção publicitária que surgiu o RealCast. Um reality show em formato de podcast (áudio de MP3 com linguagem radiofônica). Confira no player abaixo o resultado e entenda melhor o passo-a-passso da criação de um spot.

RealCast by RealCast

O piloto do RealCast foi realizado pelos alunos Aimée Martins, Andre Minnassian, Flavia Agria, Maria Victoria Ribeiro, Paula Marcarenhas e Silvio Figueira, para a disciplina Produção Publicitária em Rádio II, pela FAAP.

A pressão exercida sobre os participantes - que se conheceram dentro do estúdio e tiveram uma hora para criar o nome da "agência" e desenvolver a peça radiofônica, no caso um spot -, simula em boa parte o que acontece com uma certa frequência no dinâmico mercado publicitário.


quinta-feira, outubro 13, 2011

Homem Túmulo ou Miltúmulo: mais uma do Hora


Beto Hora é a alma do Na Geral no que tange ao humor. Vou além e afirmo que é o que há de mais original e interessante no assunto atualmente. Estilo próprio, muito improviso, personagens bem construídos e uma formação que remete a outros mestres do rádio de outros tempos são os ingredientes que alimentam a série de novidades.

A criação mais recente é o Homem Túmulo, que vai levar para a seção Que Fim Levou aquilo que julgar inapropriado.

Clique aqui e ouça um trecho da estreia, com a presença de Milton Neves no programa. Aliás, a identidade secreta do Homem Túmulo é... bem, melhor não revelar, né? Pode dar azar.

quarta-feira, outubro 12, 2011

Achados do Espaço: Zé Vasconcellos na Rádio USP em 2004


O programa Rádio Matraca, comandado por Laert Sarrumor, Ayrton Mugnaini Jr. e Alcione Sanna, recebeu em 2004 o saudoso humorista José Vasconcellos. A entrevista na íntegra pode ser conferida nos links abaixo:


Acompanhe aqui a primeira parte da entrevista.

Ouça também a segunda parte da Rádio Matraca.


terça-feira, outubro 11, 2011

Zé Vasconcellos: ele foi (e sempre será) o espetáculo

José Vasconcellos em gif animado extraído do site da UNICAMP

O mundo está triste nesta manhã de terça-feira (11). Morreu, aos 85 anos, um dos mais notáveis humoristas que o rádio, a TV e o teatro já teve.
José Vasconecellos estava internado no Hospital das Clínicas, em São Paulo, e - segundo os sites G1 e Terceiro Tempo - sofreu uma parada cardíaca por volta das 6 da manhã de hoje. Ele tinha Alzheimer e problemas nos rins.

Zé Vasconcelos chegou a integrar o elenco do pioneiro PRK-30, como substituto de Lauro Borges e Castro Barbosa. Um de seus personagens mais conhecidos é um narrador de futebol gago, que você acompanha ao clicar aqui, na íntegra do áudio do LP Eu sou o Espetáculo, de 1960, com mais de 100 mil cópias.

Como é possível conferir na performance deste áudio raro e histórico que foi resgatado por Geraldo Nunes na antiga Nova Eldorado AM, em 2004, Vasconcellos é - juntamente com Chico Anysio - considerado pioneiro no gênero stand-up commedy.

Em 2007, o humorista participou do programa Rádio Matraca, na Rádio USP. Ouça o trecho em que ele conta como foi fazer parte do histórico PRK-30.


Nascido em Rio Branco, no Acre, José Tomaz da Cunha Vasconcellos Neto interpretava na televisão o personagem Rui Barbosa Sa-Silva, na "Escolinha do Professor Raimundo" da TV Globo. Sua última aparição nas telas foi no humorístico "Escolhinha do Barulho", da TV Record, em que viveu o mesmo personagem.

Em 2009, por ocasião dos 60 anos de carreira, foi exibido o documentário "Ele é o Espetáculo". Veja o trailler:




quarta-feira, outubro 05, 2011

Piloto do Na Geral na TV

Já está causando expectativa a nova versão televisiva para o Na Geral, programa líder de audiência nos finais de tarde do rádio paulistano.

Assim como o Show de Rádio, principal influência de Lélio e Zé Paulo da Glória, que, nos anos 80, também foi ao ar pela TV Bandeirantes, agora é a vez da atração que tem em Beto Hora e seus inúmeros personagens um grande alcance junto ao público que gosta de esporte e humor.

Acompanhe trechos do piloto, gravado no Teatro Maria Della Costa.

Jingles dos anos 40 e 50 - com legenda

Mais uma colaboração preciosa ao nosso blog. Desta vez, de um aluno da UNIP, o Fabricio Duarte. Ele é o responsável pela publicação, no Youtube, de três vídeos que nos permitem ter um panorama da publicidade nos anos de 1940 e 1950.

Um momento importante de transformações. O rádio vivia a fase de ouro no Brasil e falava com a massa. A mídia impressa já se diferenciava por ser mais segmentada. A TV surge em 18 de setembro de 1950 e, aos poucos, mais propriamente a partir do final dos anos 50, passa a contar com jovens profissionais que estavam no rádio, como Lima Duarte, Hebe Camargo, Osni Silva, Cassiano Gabus Mendes (primeiro diretor artístico do então novo meio), Dionísio Azevedo, Walter Foster etc. O rádio vai encontrar seu rumo novamente com o transistor, que traz ao mercado o aparelho portátil e permite às pessoas consumirem a mídia de forma mais individual e durante qualquer período do dia. Mas essa já é outra história.

Acompanhe aqui os jingles: Coca Cola, Detefon, Eucalol, Volkswagen, Melhoral, Talco Ross, Loção Brilhante, Lifebuoy, Cobertores Parahyba. Todos com legendas. Prepare a garganta e solte a voz.



Mais publicidade:

Ao clicar aqui, assista aos comerciais de TV da época.

Já aqui, uma série de peças raras da mídia impressa nos anos 1940 e 1950.

domingo, outubro 02, 2011

Interferência para o mês das Crianças

Todo primeiro sábado do mês tem Interferência, quadro que produzo para o Você é Curioso?, da Rádio Bandeirantes.

Para abrir o mês das crianças, a edição deste dia 1º de outubro apresentou a ligação entre contos infantis e o rádio, que começa já no final dos anos 1930.

A Bandeirantes tinha o melhor elenco de jovens talentos. Lia de Aguiar, Vida Alves, Cassiano Gabus Mendes e Geraldo Blota, quando ainda eram crianças, brincavam de fazer teatro. O palco era uma espécie de poço em uma casa de calçados da rua São Bento, no centro de São Paulo.

A líder da diversão era a também jovem Sagramor de Scuvero (no destaque, como "garota-propaganda" em anúncio publicado na Folha da Manhã de 09 de setembro de 1954). Ela adaptava e radiofonizava textos da literatura infanto-juvenil. Essa história resulta em um dos primeiros programas de rádio destinados a essa faixa de idade.

Para relembrar daqueles tempos em que os programas infantis estiveram em cena, fique com os protagonistas Silvânia Alves e Marcelo Duarte, que contam com as participações de Rafael Colombo e Laura Dal Rovere para lembrar do Teatro de Brinquedo.


se o player não estiver visível ou quiser baixar o áudio, clique aqui

O Teatro de Brinquedo tem sua pré-estreia na Bandeirantes em 27 de junho de 1939. Oficialmente entra no ar em 3 de agosto de 1939 e é exibido às 4 e meia da tarde das quintas-feiras. Logo o divertimento cresce e as peças passam a ser encenadas no Centro do Professorado Paulista, em um teatro para mil pessoas.

O elenco da atração conta com crianças de 7 a 12 anos, que aprendem a sapatear, declamar e a falar de maneira clara em uma Escola de Arte criada com esta finalidade.

Acompanhe todos os episódios da série Interferência aqui.