segunda-feira, abril 16, 2012

Interferência: Bandeirantes Topa Tudo

Humberto Marçal era o locutor do
Bandeirantes Topa Tudo
Na edição desse sábado, dia 14 de abril, o quadro Interferência, do programa Você é Curioso? destacou o programa Bandeirantes Topa Tudo. A atração entrou no ar no final dos anos 1970 e fez parte de uma reestruturação da Rádio Bandeirantes, quando Hélio Ribeiro estava na direção artística.

Clique aqui e ouça o quadro Interferência, a reconstituição do Bandeirantes Topa Tudo com Silvania Alves e Marcelo Duarte e uma entrevista com o jornalista Nivaldo Nocelli, que substituiu Júlio Atlas na coordenação do programa.

Bandeirantes Topa Tudo pode ser considerado o "pai" do Você é curioso?. Criado pelo saudoso Júlio Atlas, que já em 1953 se propunha a responder perguntas inusitadas de ouvintes (no Consulte "Seo" Atlas), além disso, contava com a participação de especialistas e tinha um quadro dedicado a curiosidades ligadas à músicas antigas.

A estreia foi em 1977 e trouxe a proposta de ser um desafio entre ouvintes e a produção do programa.

A apresentação era de Humberto Marçal. O próprio Marçal, certa vez, disse que Júlio Atlas não usava livros para responder às milhares de cartas com as perguntas mais absurdas e impossíveis. Simplesmente, sentava-se diante da máquina de escrever e em pouco tempo o programa estava pronto com todas as respostas.

Bandeirantes Topa Tudo foi transmitido inicialmente entre as 2 e às 4 da tarde, antes do Ciranda da Cidade, outro programa que estreou na programação reformulada da emissora naquele período. Depois, passou a ser veiculado das 4 às 5.

Ouça aqui as edições anteriores do quadro Interferência.

Em tempo:
Agradeço ao ouvinte Paulo Rogerio Bastos Costa, que deu preciosas dicas para essa edição do Interferência. A pergunta utilizada, sobre a composição da pasta de dente, por exemplo, foi uma lembrança dele, em relação ao que ouvia no programa.


2 comentários:

Cláudio Paixão disse...

Tenho acompanhado os podcast do Interferência. Muito legal a iniciativa de reviver esses momentos que marcaram a história da Rádio Bandeirante, mas tenho sentido falta
das gravações originais dos programas ou quadros. Seria bom se disponibilizasse as gravações para que nunca ouviu falar dos programas antigos fazer as comparações e para quem era ouvinte matar saudade.

Cláudio Paixão

Marcelo Abud disse...

Olá, Cláudio.

Obrigado por seu comentário e sugestão.
Na verdade, o programa Memória, do jornalista Milton Parron, faz esse resgate que você sugere com trechos dos programas.
A proposta do Interferência é a de reconstituir um trecho do programa, a partir da ideia original.
De toda forma, sua observação já está sendo considerada.

Abraço e continue interferindo positivamente por aqui também.