quarta-feira, junho 25, 2014

Do amor à beleza dos pensamentos do velho professor Rubem Alves

Há uma semana não sou mais o mesmo. Tive o privilegio de estar diante de um grande ser humano. Leia algumas frases dele sobre educação e ouça a entrevista aqui

"Há escolas que são gaiolas e há escolas que são asas. Estas amam pássaros em voo".

"Ensinar
é um exercício
de imortalidade.
De alguma forma
continuamos a viver
naqueles cujos olhos
aprenderam a ver o mundo
pela magia da nossa palavra.
O professor, assim, não morre
jamais..."

"Os educadores, antes de serem especialistas em ferramentas do saber, deveriam ser especialistas em amor".

"Se fosse ensinar a uma criança a beleza da música
não começaria com partituras, notas e pautas.
Ouviríamos juntos as melodias mais gostosas e lhe contaria
sobre os instrumentos que fazem a música.
Aí, encantada com a beleza da música, ela mesma me pediria
que lhe ensinasse o mistério daquelas bolinhas pretas escritas sobre cinco linhas.
Porque as bolinhas pretas e as cinco linhas são apenas ferramentas
para a produção da beleza musical. A experiência da beleza tem de vir antes".

Estes são alguns  dos pensamentos do entrevistado desta semana no áudio do portal NET Educação. Ele é educador, poeta, filósofo, cronista do cotidiano, contador de estórias, ensaísta, autor de livros para crianças. Já foi pastor, professor e psicanalista. Estamos falando de Rubem Alves, que tem centenas de títulos publicados e distribuídos em 12 países.
Entre um pensamento e outro na voz de Rubem Alves, nesta edição, você acompanha textos escritos pelo próprio autor, publicados no livro recém-lançado Do Amor à Beleza.




Nenhum comentário: