sexta-feira, dezembro 18, 2015

Notícia de última hora: Paulo Cabral deixa o "No Meio do Dia" da BandNews FM

O vazio deixado por Paulo Cabral no estúdio da BandNews FM


Abaixo, a última hora de Paulo Cabral no comando do programa "No Meio do Dia". 

Nesta sexta, dia 18 de dezembro de 2015, o âncora Paulo Cabral se despediu dos ouvintes que tiveram o privilégio de desfrutar de suas ponderações e apresentação sempre muito equilibradas no microfone da BandNews FM. Acompanhe a emoção que foi crescendo ao longo dos 60 minutos finais da participação do jornalista no ar. Abaixo, reproduzo mensagem que o próprio comunicador deixa aos fãs no Facebook: 

NESTA SEXTA-FEIRA FAÇO PELA ÚLTIMA VEZ O "BANDNEWS NO MEIO DO DIA.
" Por mais que decorra de uma decisão pessoal e intransferível foi uma frase triste e difícil de escrever.
Coisa de três anos atrás, disse numa conversa com o velho amigo Felipe Bueno que - de novo - procurava novos ares, possibilidades e desafios. Bueno desde o século passado conhece minhas inquietudes e por ele a mensagem chegou a outro velho amigo comum, Andre Luiz Costa, que me honrou com um espaço de três horas diárias em frente a um microfone de grandes alcance e credibilidade a ao lado da língua mais rápida da Zona Oeste (impressionante como NUNCA falta alguma coisa pra dizer), Tati Vasconcellos
Todos os dias, a Tati foi me ensinando e mostrando - com sua espontaneidade, verdade e talento únicos no mundo - como fazer rádio. Juntos acho que conseguimos criar um horário com personalidade forte e a admiração de muitos ouvintes que lamento demais ter que abandonar (aliás, muitos de vocês estão aqui pelo Facebook né… seguimos todos conectados. Valeu!)
Foi uma experiência fantástica que me ensinou demais e me deixou grandes amigos que vou representar em Juliana Kunc Dantas, que produziu (e sofreu) com a gente e deixou muito de seu espírito No Meio do Dia. Obrigado a todos da BandNews. Só levarei boas lembranças desta rádio e de vocês.
Mas neste momento decidi-me por outras prioridades e modos de fazer. Na vida pessoal, quero ter mais flexibilidade para dedicar-me mais a mim, minha família e meus amigos. Profissionalmente, quero cada vez mais ser produtor de conteúdo e menos vendedor do meu tempo. Quero também dedicar-me mais ao que mais gosto e, creio, faço melhor no jornalismo, que é a reportagem.
Sigo trabalhando como correspondente da CCTV News aqui no Brasil e também já atendo esporadicamente alguns outros clientes internacionais. O momento é bom para trabalhar para estrangeiros porque os custos para eles são baixos e os ganhos para nós altos. Mas a grande vantagem destes trabalho s é que me dão tempo livre e energia disponível pra apostar em outros projetos que sejam interessantes, mesmo que não tão rentáveis. Quanto mais legal for menos dinheiro precisa (coisa chata a firma também faz, mas é bem mais caro). Portanto, cá estou. Vamos nessa e até 2016.

Nenhum comentário: