quarta-feira, julho 07, 2010

Copa de Babel - 2º tempo e prorrogação


No dia 1º de julho, o lateral da Alemanha Phillipp Lahm partiu para o ataque. Antes do jogo contra a Argentina, em entrevista publicada pela Agência EFE, ele falou sobre o (des)controle emocional e taxou os sul-americanos de impulsivos e temperamentais.

Preconceituosa ou não, a declaração acabou por refletir o que aconteceu nas desclassificações de Brasil e Argentina, diante de equipes europeias.

Confira estas e outras observações neste especial sobre a Copa 2010, que teve início no Bermuda Folgada do último dia 30 de junho.

Clique aqui e ouça o 2º tempo da série Copa de Babel.

Acompanhe as peças raras escaladas para entrar em campo nesta edição:

1. Narração do 4º gol da Alemanha pelo ponto de vista de um apaixonado narrador argentino;
2. Gols da Alemanha na voz de um narrador local;
3. O gol de Villa resultando na tristeza do paraguaio e na explosão do espanhol;
4. A lembrança de Fiori Giglioti diante da queda do Brasil na Copa de 86
5. MÚSICA: A Cara Do Brasil - Celso Viáfora (Celso Viafora-Vicente Barreto)

No tempo extra, ouça ainda um bate-bola sobre estilos de narrar.
Na prorrogação, fique com Grecco e Abud, que colocam na área e comentam diferentes estilos de alguns dos grandes nomes da locução esportiva brasileira do rádio e da TV: Galvão Bueno, Cléber Machado, Osmar Santos, Fiori Giglioti, Pedro Ernesto e, sim, ele mesmo, Daniel Grecco.


Ouça mais:
Confira todas as edições do Bermuda Folgada no blog específico do programa.

Nenhum comentário: