sábado, julho 10, 2010

Rádio para surdo ouvir


A partir de experiências recentes relacionadas ao rádio, algumas inquietações têm me tirado o sono.

Explico: o uso do RDS como legenda de músicas na ação de uma escola de inglês (veja detalhes aqui) e o anúncio do início da transmissão de algumas notícias em LIBRAS (Linguagem Brasileira de Sinais) no site da CBN (veja notícia relacionada aqui) me fez pensar em um rádio ainda mais inclusivo.

O meio que já é o mais democrático, ao permitir o acesso de analfabetos e deficientes visuais aos conteúdos que veicula, não poderia utilizar o RDS como uma espécie de “closed-caption”?

Como já me fiz outras perguntas e pouco tempo depois as vi respondidas em ações práticas realizadas por outros profissionais, resolvi colocar publicamente esta minha indagação. Sei também que se estou pensando nisso agora, provavelmente há outras pessoas fazendo esse mesmo questionamento ou, quem sabe, até já utilizando este recurso em alguma emissora ou iniciativa ligada ao meio.

Imagino que radiojornais menos improvisados, como nos casos do Jornal da Manhã, da Jovem Pan, ou do Primeira Hora, da Rádio Bandeirantes, seria perfeitamente possível que o conteúdo fosse disponibilizado em forma de texto no visor de aparelhos que utilizam a tecnologia RDS, em automóveis, aparelhos de celular etc. Isto até com uma certa facilidade, em virtude da redação prévia das notícias.

Se alguém tem alguma notícia sobre o uso ou sobre algum plano de se fazer isso, ficaria muito feliz em receber o comentário a respeito.

Um comentário:

Daniel Grecco disse...

Seria mais um serviço jornalístico fantástico prestado pelo rádio, Abud! Útil até mesmo para quem, por algum motivo, não pode ligar o fone de ouvido, no caso dos portáteis, ou até mesmo os alto falantes onde se exige silêncio, por exemplo. Assim, poderiam ler as notícias no display. Sucesso! Abraço.