sexta-feira, maio 08, 2009

"Terminou a guerra, terminou a guerra", assim falou o Repórter Esso Heron Domingues

O jornalista Reynaldo Tavares (no livro Histórias que o Rádio não Contou, de 1997) conta um fato curioso envolvendo o fim da guerra, o Repórter Esso e seu titular Heron Domingues.
Em 1945, Heron Domingues fica obcecado em transmitir em primeira mão o fim da Segunda Guerra Mundial, tendo em vista que o ponto final do conflito parecia próximo. Para ser o primeiro a dar as últimas, como anunciava o slogan do Repórter Esso, o radialista monta uma barraca no estúdio da Rádio Nacional à espera de um telegrama que anunciasse a rendição alemã.

Depois de duas semanas de acampamento Heron Domingues é convencido pelo assistente do departamento artístico, Paulo Tapajós, a ir descansar em casa. O experiente e obcecado jornalista foi, com uma condição: deixar uma fita gravada dando a notícia do fim da guerra, que seria colocada no ar imediatamente após a confirmação do cessar fogo em definitivo na Europa. Isto garantiria que a frase "A Guerra acabou" fosse transmitida na voz do títular do noticiário mais famoso do Brasil.


Ouça aqui a notícia do fim do conflito na voz de Heron Domingues (se o player não estiver visível acima, clique aqui para ir ao podcast e ouvir)

Segundo Reynaldo Tavares, em As Histórias que o Rádio não Contou, a Heron Domingues restou o consolo de que o povo brasileiro duvidou da notícia dada na Tupi e só acreditou e comemorou o término do conflito após ouvirem o Repórter Esso anunciar: "Terminou a guerra, terminou a guerra, terminou a guerra".


Nenhum comentário: