quarta-feira, setembro 14, 2011

Rádio Diário do Grande ABC: a origem da Scalla FM


A partir de comentário postado esta madrugada no blog e motivado também pela colaboração do radialista Ivan de Faria, que trabalhou em importantes momentos de diferentes emissoras, convido você a conhecer ou relembrar um pouco sobre a origem da Scala FM. Só um aparte: repare do adesivo ao lado (colado há mais de duas décadas na janela do meu qurto) o nome da emissora é escrito com um "L" só, diferentemente de hoje em dia.

Antes de mais nada, relembre - no player abaixo - as vinhetas da antiga Diário do Grande ABC, que antecedeu à tradicional Scala. A voz padrão é de Rolando Marques.


(se o player não estiver visível ou quiser baixar o áudio, clique aqui)

Antonio Zanni escreve:
"Saúdo a todos, que como eu gostam de boa música, e devo confessar que sou
ouvinte da "Rádio Scalla FM", desde que ela ainda se chamava "Rádio Diário do Grande ABC". Quando mudei de São Paulo para São José dos Campos em 1979, fui antes até a Rua Santa Efigênia, e comprei o maior dos modelos de antena da Amplimatic, bem como um 'Buster' para amplificação de sinal de FM.

Naquela época, a rádio Scalla tinha potência de 150.000 Watts, mas foi para me precaver e ter certeza de não perder a sintonia dela. Depois disso, ela perambulou por diversas outras cidades e freqüências, sendo que agora houve a notícia de que ela estabilizou-se em São Paulo nos 102,9 Mhz, que por sinal aqui é ocupado por outra emissora (BandVale). Só me resta ouví-la então pela Internet. Quem conhecia a Scalla FM desde a sua fundação, deve saber que a emissora brindava seus ouvintes na véspera do Natal, com três horas de uma programação especial, tocando somente músicas natalinas. Ainda hoje tenho três fitas cassete com essas músicas gravadas, mas não anotei em qual ano eu as gravei. Eu adorava ouvir a chamada do prefixo da 'Rádio Diário do Grande ABC', depois 'Rádio Scalla FM', com o 'Concerto para uma voz' sendo tocado pelo Saint Preux, e uma voz padrão fazendo a locução. Ainda tenho tudo isso guardado comigo em minha casa."

Depois deste relato, só nos resta dizer que, caso o leitor/ouvinte Antonio Zanni tenha interesse, podemos compartilhar o áudio das fitas neste blog.

MAIS:
Saiba detalhes sobre a volta da Scalla FM e ouça um trecho da programação aqui.



5 comentários:

Verinha Bufanio disse...

É com imensa alegria que navegando pelo Google encontrei na busca pelo nome de meu pai ROlando MARQUES esta maravilha lembrança de sua voz, agradeço a todos que de alguma forma demonstram este carinho pelo profissionalismo que ele deixou, abçs a todos.

sergio lima disse...

sergio lima
Ouço a Radio scala desde 1978quando se chamava diario do grande ABC na empresa DFvasconcellos onde eu trabalhava ouvindo musica o dia todo, hoje mudei de sao paulo e moro em Barbacena mg, ouço pela Internet, abraços a todos da radio FM.

Louise disse...

Nossa Puxa vida que saudades , de uma rádio , uma classe , cultura que parece não existir mais. Lindas vozesgraves de locutores que com todo o requinte faziam os comerciais nessa emissora. Puxa o que foi feito dessas maravilhas . Abraços ótimo trabalho. Louise.

Anônimo disse...

A Rádio Diário do Grande ABC tinha o estúdio instalado na Avenida Dom Pedro II em Santo André.

Elvis disse...

Olá Marcelo, tudo bem?
Você ainda possui o áudio das vinhetas? O 4Shared deletou infelizmente.

Obrigado!
Elvis