sexta-feira, janeiro 14, 2011

Luciana Gimenez e a espera de Chico

                                               Carol Quintanilha/Folha Imagem
Ontem, a partir da leitura de comentários positivos relacionados à série global Amor em 4 Atos, resolvi me dedicar à espera do início de mais um episódio.

Assim como sofri no domingo passado na expectativa do início da matéria especial em homenagem a Chico Anysio no Domingo Espetacular da Rede Record de Televisão, também foi traumática a sensação que tive diante da programação a que somos submetidos diariamente.

Como não tenho a menor paciência para assistir ao Big Brother, que se ultrapassou muito o horário de término previsto, resolvi me deliciar com uma bela "zappeada" por outro canais.

Não preciso dizer o que todos já sabem, mas fiquei chocado com o nível de baixaria no ar. Na Bandeirantes uma ocorrência policial mostrava um travesti todo cortado e o agressor que havia saído com a figura. Mas o ápice, só pra variar, foi o Superpop da Rede TV. Em uma discussão acalorada, Luciana Gimenez debatia com seus nobres convidados as diferenças e similaridades entre a profissão de prostituta e a de atrizes pornôs. No meio da história, a apresentadora me sai com essa: "eu saio com um empresário durante o dia e faço programa toda noite". Frase digna de um José Simão.

Face aos acontecimentos e antes de finalmente acompanhar a série que se dedica a dramatizar composições de Chico Buarque, tive ainda que observar as piadas de baixo nível da Praça é Nossa.

À espera de um ou de outro Chico, no domingo e ontem, o jeito foi levar na esportiva e manter o humor. Humor aliás que já rendeu uma peça rara criada em 2005 para um concurso de audioficção do Instituto Cultural Itau, de São Paulo


Nenhum comentário: