quinta-feira, abril 29, 2010

A imagem da cerveja no rádio

Por motivos de problemas técnicos, a edição do Bermuda Folgada levada ao ar esta semana pela Malaveiaweb, com transmissão simultânea por este blog, não foi gravada.

Na conversa que mantive com Edu Malavéia, o tema foram comerciais de rádio feitos para grandes marcas de cerveja.


Ouça aqui uma reprodução do programa, gravada com a participação do outro títular do time, Daniel Grecco.
(se o player não estiver visível ou quiser baixar este áudio, clique aqui)

Uma das criações citadas foi o jingle da Brahma que embalou a conquista do Tetra em 94. Abaixo, você o comercial veiculado como desdobramento da campanha. Logo após a conquista, o clip foi veiculado na TV em agradecimento à seleção "que fez de novo do Brasil o nº 1".



A motivação para o assunto veio a partir das discussões e demonstrações da TV do Futuro que eu e o jornalista Daniel Grecco acompanhamos de perto na última segunda, dia 26, em São Paulo.

Explico: entre os aparelhos de última geração, em um televisor que transmite imagens em 3D, assistimos ao Carnaval da Globo que testou a nova tecnologia junto a alguns privilegiados clientes da NET - TV por assinatura.

Realmente impressiona ver o carro alegórico e outras fantasias como se estivessem fora da tela. Durante a demonstração, uma garrafa de cerveja da patrocinadora do evento veio girando em direção ao público. Naquela hora e em virtude de a TV estar cada vez mais valorizando a imagem acompanhada de som em vez de uma linguagem audiovisual da qual se originou, fiquei imaginando como serão os comerciais de cerveja de um futuro próximo, em que a mulher vai estar praticamente diante de nossos olhos, como uma imagem real.

Então, pra começo de conversa, vamos distinguir a criação para vender cerveja no rádio e na TV.


Ouça o spot Auto Escola, antológico e premiado fonograma criado DPZ e realizado pela produtora de som MCR (à época tendo a frente o saudoso Sérgio Mineiro). Com a repercussão da linguagem adotada nesta peça de 1998, criou-se a série Rádio Kaiser. Os comerciais regados a bom humor inicialmente seriam veiculados apenas no rádio, mas acabaram ganhando versões televisivas, devido à grande aceitação do público.
(se o player não estiver visível, clique aqui para ouvir)

Na sequência damos um salto de pouco mais de uma década e ouvimos uma outra campanha criativa que não faz apelo a nenhum tipo de baixaria, já que é apresentada no rádio.


Relembre da peça Lúpulo, criada pela Talent e produzida pela Voz do Brasil para a Bavaria Premium. O spot foi veiculado em 2006 - ano de Copa como agora - e levou o Grand Prix do Prêmio GPR de Criatividade em Rádio em 2007.
(se o player não estiver visível, clique aqui)

O "velho guerreiro" Chacrinha dizia que na TV nada se cria, tudo se copia. No rádio também.


Comprove como a campanha da Brahma da década de 90 lembra a de uma cerveja preta de nome Niger feita algum tempo antes. Na verdade, o ritmo usado no jingle de ambas as campanhas tem como base uma típica música alemã, o que suaviza a ideia de plágio.
(se o player não estiver visível, clique aqui)

Aliás, vale um parênteses em relação à campanha Nº 1 da Brahma. Na Copa de 90, o jogador Romário tornou o gesto do dedo erguido uma marca de suas comemorações. Coincidentemente ou não este gesto representava a marca Brahma durante a campanha.


Bem, já que Copa e Cerveja são quase indissociáveis, vamos acompanhar dois sucessos de marcas concorrentes que brigavam para ver quem se dava melhor no campo da propaganda
(se o player não estiver visível, clique aqui)

Comerciais x comportamento
Não sou a favor da censura a comerciais de cerveja, mas sim de aproveitar a boa aceitação da marca para conscientizar o público consumidor. Neste quesito, a Skol merece destaque. Na organização do evento Skol Sensation, na semana passada, os promotores ofereceram horas livres no estacionamento, para que a pessoa pudesse ir de táxi para casa e voltasse no dia seguinte, já recuperada, para buscar seu carro. Também foram disponibilizadas linhas de ônibus com qualidade para transportar quem optasse pelo transporte coletivo. Aliás, ao comprar o ingresso para o evento, o público recebia dois bilhetes de metrô como brinde.


Nosso destaque aqui é um spot da Skol extremamente bem-humorado, que estimula a pessoa que beber a usar táxi para voltar para casa. "Cantada", título da peça, é uma criação da agência F/Naxca, com produção de áudio da Tesis.
(se o player não estiver visível, clique aqui)

Pra terminar um jingle da Kaiser veiculado em TV. O detalhe é que o comercial se constituía de um videoclip em que o som e as imagens eram exuberantes, sem apelação. Coisa rara em se tratando de comercial de cerveja para TV. Este merece uma nova versão em 3D. Em breve, vou postar as imagens também.


A famosa composição de Ari Barroso, Aquarela do Brasil, é interpretada nesta peça por Lula Barbosa. O timbre lembra muito o de Milton Nascimento e à época (início dos anos 90) os comentários eram de que o Milton havia gravado música para a Kaiser.
(se o player não estiver visível, clique aqui)

Nenhum comentário: