sexta-feira, janeiro 22, 2010

A Minha Cidade - Há 3 décadas nascia a FM jovem

25 de janeiro é tradicionalmente o aniversário de São Paulo. Mas para quem gosta de rádio e mora nessa "paulicéia desvairada" há um bom tempo, a data é inesquecível também por marcar o aniversário de uma outra Cidade.



Originalmente nascida no Rio de Janeiro, a Rádio Cidade FM, do grupo Jornal do Brasil, aportou em território paulistano há 30 anos, exatamente em 25 de janeiro de 1980. Foram 21 anos de sucesso inquestionável, até ser forçada a mudar de nome em 2001 (transformou-se na Sucesso FM).

Para comemorar essas 3 décadas em que o rádio jovem ganhou definitivamente sua linguagem em FM (leia o texto "Explosão do FM" e entenda o que eu quero dizer), a partir de hoje, semanalmente, vou disponibilizar aqui áudios de entrevistas, vinhetas, coberturas de shows e outras peças raras da minha coleção pessoal relacionadas à Cidade FM. Também sugiro que você faça uma busca no blog e ouça áudios que já foram disponibilizados anteriormente.


Ouça, nesta primeira edição da série "A Minha Cidade", trecho de uma entrevista com alguns dos principais locutores da primeira fase da Rádio Cidade de São Paulo.
(se o player não estiver visível ou quiser baixar o arquivo, clique aqui)

O bate-papo, que contou também com a presença de um dos responsáveis pela criação do padrão da emissora, Carlos Townsend, foi apresentado no programa Sucesso da Cidade de 23 de setembro de 1988, em comemoração ao dia do Rádio (25) daquele ano.

A MINHA CIDADE
Durante os anos 1980 eu vivia a 96,9, sintonia da extinta emissora que atualmente abriga a Rede BandNews.

O êxito da Cidade deve-se ao fato de ter respeitado cada uma das praças nas quais esteve presente. De acordo com Carlos Townsend, uma preocupação ao criar a emissora em São Paulo foi a de fazer uma rádio comandada por paulistanos para paulistanos. O mesmo se deu em outras regiões e, ao mesmo tempo, a FM conseguiu adotar um mesmo padrão em todos os lugares em que tinha uma emissora, mas manteve no ar locutores muito identificados com a população local. É por este motivo que resolvi dar à esta série especial o nome de "A Minha Cidade"

Eu fui um fã de carteirinha da Rádio Cidade. Acompanhei a evolução e mudanças na programação sem deixar de ser fiel à frequência. Não me importava muito se as músicas apresentadas eram dançantes em determinado período ou populares demais em outro. O que me atraía era realmente o clima de alegria transmitido 24 horas pela inigualável equipe de locutores e pelo excelente nível técnico presente nas trilhas, vinhetas e inovações constantes.




A Cidade foi a última emissora que conseguiu aglutinar toda a minha família em torno do aparelho de rádio. Aliás, comecei a ouvir em um rádio gravador portátil Toshiba e terminei em um avançado 3 em 1 Sony daqueles tempos (parecidos com os das fotos acima). Em casa, ligávamos o som na sala, ao acordar, e só desligávamos por volta de 7 da noite, quando começava a fatídica Voz do Brasil. Às 8 da noite, o aparelho voltava a funcionar e fazia páreo à TV, mesmo na hora do jornal e da novela.

Quando eu ia para o quarto, a sintonia permanecia em meu radio gravador. Era hora de sonhar com amores platônicos e dormir com "Love Songs".

A minha ligação com a emissora também era presencial. Diariamente, eu, do alto dos meus 14 anos, ía - acompanhado de minha irmã - ao prédio que abrigava o Banco Francês e Brasileiro, na Av. Paulista, 1294 - 15º andar. Lá éramos muito bem recebidos e tratados pelos locutores, sobretudo pelo Tavinho Ceschi (na foto, ao lado de Bob Floriano) e pela Sandra Groth.

Se hoje sou locutor, devo à Rádio Cidade esta influência. E se posso dizer que me realizei neste sentido, afirmo que sim por um motivo simples. Quando trabalhei na Vanguarda FM, de Sorocaba, cheguei a ser comparado ao estilo do Tavinho Ceschi, meu grande ídolo da adolescência.


Ouça aqui um pouco do meu trabalho na Vanguarda FM, a primeira emissora em que trabalhei como locutor/operador.
(se o player não estiver visível ou quiser baixar o áudio, clique aqui)

Quero transformar este acervo que vou disponibilizar aos poucos em um canal exclusivo. Que tal você contar como era "a sua cidade", ou seja, a Cidade FM da região em que mora. Se tiver áudios para compartilhar, serão muito bem-vindos.

Você pode participar deste especial pelo email contato@pecasraras.com ou enviando o seu comentário aqui pelo blog.

Crédito:
Foto do estúdio da Rádio Cidade extraída do blog de Álvaro Taniguti

Nenhum comentário: